CPADNews

Garota cristã é agredida na escola no Sri Lanka

As agressões frequentes prejudicaram a medula espinhal da cristã e ela anda com dificuldades

Garota cristã é agredida na escola no Sri Lanka

Rashmi, uma cristã de 10 anos, estava brincando do lado de fora da escola no Sri Lanka durante o intervalo quando três meninos encontraram um escorpião e tentaram colocá-lo nela. Ela gritou e pediu que não colocassem o animal nela, mas eles não a ouviram e começaram a agredir a menina. No momento, as crianças gritavam: "Garota cristã!". Por seguir a Jesus, a menina é minoria em uma área budista, o que significa que é comum que os cristãos sejam hostilizados por isso. 

Quando Rashmi foi para casa naquela noite, ela contou aos pais sobre o incidente e disse que estava com dor, mas eles não prestaram muita atenção nas queixas dela. "Meu filho teve um acidente naquele dia e ficou gravemente ferido. Como ele estava em más condições, todos nós demos nossa atenção para ele", compartilhou a mãe de Rashmi.

Nos anos seguintes, Rashmi foi para a escola como de costume. No entanto, ela continuava a se queixar de dores nas costas. Mas, recentemente, a condição dela se tornou mais grave e, de repente, ela não podia mais andar ou fazer nada sozinha. Foi um alerta para a família que ela precisava de cuidados médicos. "Foi chocante perceber que nossa filha, que era tão saudável e ativa, não podia mais andar", compartilhou a mãe da cristã com parceiros locais da Portas Abertas.

Rashmi, agora com 15 anos, sofreu sérios danos na medula espinhal e no abdômen inferior e, sem atendimento médico, os ferimentos pioraram constantemente. Apesar das limitações físicas, Rashmi espera ir à igreja todos os domingos. Quando perguntado como ela tem sido capaz de se manter forte durante tudo isso, Rashmi sorri e diz: "Eu posso fazer todas as coisas por meio de Cristo que me fortalece".

"Em comparação com a forma como ela era antes, a condição melhorou muito. Mesmo que os médicos estejam cuidando dela, acreditamos que a cura vem de Deus", compartilha a mãe. Depois de receber tratamento por algumas semanas, a jovem é capaz de andar novamente, mas ainda depende da mãe para tomar banho e se vestir.

Ela não pode ir à escola até se recuperar. Uma vez que ela vem de uma família muito pobre, os pais não podem pagar por aulas extras. Mas os colegas têm ajudado compartilhando as anotações com ela. Apesar de todos esses desafios, Rashmi e a mãe continuam esperançosas de que Deus lhe dará cura completa.

 Pedidos de oração

- Ore pela cura e restauração de Rashmi, para que Deus continue a trabalhar na saúde física e emocional da jovem.

- Interceda pela família da cristã, para que Cristo a mantenha firme na fé durante a recuperação de Rashmi.

- Peça por graça e sabedoria para os parceiros da Portas Abertas que ajudam a família, para que o Espírito Santo continue a trabalhar na vida deles.

 

Fonte: Portas Abertas.
05/05/2021