Anterior

ANTERIOR

Cristãos são presos durante demolição de igreja no Egito

29/05/2020

Universo Cristão

Apesar da pandemia, missionários fazem batismos no sertão

Pessoas de uma comunidade de Juazeiro, na Bahia, desceram às águas seguindo as recomendações para evitar o contágio do novo coronavírus

Fonte: Guiame / com informações JMN / Foto: Reprodução/Instagram | 22/05/2020 - 11:40
Apesar da pandemia, missionários fazem batismos no sertão

Mesmo em meio à pandemia de Covid-19, a obra missionária no sertão nordestino continua dando frutos. Pessoas foram batizadas no último domingo (17) na Igreja Batista do Sertão, em Juazeiro (BA).

Para seguir as recomendações de saúde e evitar o contágio do coronavírus, os batismos foram um pouco diferente do costume. A celebração contou apenas com a presença dos batizados, uma pequena equipe da igreja e do pastor Ralison Endrigo.

Mas nada disso tirou a emoção do momento de descer às águas de Nadja, Cláudio, Meire, Roberto, Jaime, Andrey.

“Jesus transformou a minha vida”, disse Meire, que fez uma oração de gratidão a Deus em lágrimas após o batismo.

Em vídeo publicado no Instagram do pastor Ralison Endrigo, ele conta que havia muitas pessoas querendo ser batizadas em abril, mas a celebração teve que ser cancelada por conta da pandemia.

“Mas hoje aqui no sertão nós teremos a festa das águas, porque nós não podemos parar. Nós pedimos a vocês que continuem segurando as cordas, porque nós estamos avançando aqui no sertão”, disse o pastor. “Continue investindo na obra missionária e continuem orando por nós”.


A celebração contou apenas com os batizados, uma pequena equipe da igreja e do pastor. (Foto: Junta de Missões Nacionais)

O culto foi transmitido ao vivo pelas redes sociais e contou com as participações da Banda Lumiar, do Ministério Xote Anunciar, além da mensagem com o pastor Fernando Brandão, diretor da Junta de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira.

“A oferta e a oração do povo de Deus têm chegado a lugares distantes e Jesus Cristo, a Água da Vida, tem regado o coração dos sertanejos”, diz publicação da JMN.