Anterior

ANTERIOR

OAB Piauí solicita adequação na redação de Decreto publicado pela Prefeitura de Teresina sobre o funcionamento de templos religiosos

03/04/2020

Universo Cristão

`Não há mais limites nem com as coisas sagradas´, diz pastor cuja igreja foi vandalizada

Mensagens ameaçadoras foram pintadas com spray na fachada da Igreja Batista Missionária Fuller Springs

Fonte: Guia-me / com informações KLTV / Foto: Reprodução/KLTV | 21/02/2020 - 17:00
`Não há mais limites nem com as coisas sagradas´, diz pastor cuja igreja foi vandalizada

A Igreja Batista Missionária Fuller Springs foi uma das duas propriedades vandalizadas em Lufkin, nos EUA. A fachada do prédio foi toda pichada com mensagens ameaçadoras, chamadas pelo pastor de “vulgares”.

Stephen Willis, que é o pastor local, diz que foi avisado do ocorrido por um dos diáconos da igreja. “Um dos diáconos me enviou fotos de tudo. Dizia coisas bem desagradáveis”, declarou.

Uma casa abandonada na rua da igreja também foi marcada com grafites semelhantes. O pastor e a congregação ficaram chocados com a ação dos vândalos.

“Fiquei realmente magoado ao pensar que alguém faria isso com a nossa igreja. É perturbador”, diz Sharon Young, membro da igreja de longa data.

"Era uma vez, as coisas eram sagradas e havia limites que você simplesmente não ultrapassava", diz o Pr. Willis.

Ele falou ainda que, embora esteja decepcionado, este não é o primeiro incidente na igreja, que foi assaltada no passado.

“Eu não sei quem fez isso. Talvez as pessoas comecem a conversar”, diz Willis. “Eu notei que havia sulcos desde um veículo até o salão da irmandade”.

O pastor diz que está conversando com a congregação sobre as medidas que tomarão. Eles esperam investir em equipamentos de segurança, como câmeras. Sobre a restauração da fachada, o pastor disse que o seguro cobrirá os danos.

"Mas, acima de tudo, acho que Deus pode usar oportunidades como essa para falar ao coração das pessoas", explica Willis. “A pessoa que fez isso sabe que o ele fez. Estou orando para que o Espírito Santo os convença [do erro]".

O departamento de polícia local está pedindo informações sobre o vandalismo junto à comunidade em Lufkin.