CPADNews

Pastor ensina policiais a aplicarem princípios bíblicos em seu trabalho diário, em Uganda

O treinamento foi feito no Colégio de Comando e Estado-Maior da Polícia de Uganda, durante a formação dos oficiais

O treinamento foi feito no Colégio de Comando e Estado-Maior da Polícia de Uganda, durante a formação dos oficiais
Pastor ensina policiais a aplicarem princípios bíblicos em seu trabalho diário, em Uganda

O pastor Samuel Kasigwa, líder da equipe global do Uganda Ministérios para Evangelismo, liderou na semana passada uma iniciativa evangélica na Escola Superior de Comando e Estado-Maior da Polícia, em Bwebajja, no distrito de Wakiso, onde vários oficiais estão em treinamento.

Kasigwa compartilhou a mensagem de que a verdadeira liberdade e cura podem ser encontradas em Cristo. Ele também ensinou aos oficiais como integrar princípios bíblicos em seu trabalho diário de policiamento.

"Muitos entregaram sua vida a Jesus Cristo", disse o pastor em entrevista ao Uganda Christian News nesta quarta-feira (12).

Durante a reunião, o pastor Kasigwa ajudou os oficiais a encontrar a liberdade e gerenciar lutas internas, a maioria deles não lida com a causa de seus problemas, disse o líder.

“Eu enfatizei a eles que alguém pode ser um oficial temente a Deus em uniforme policial. Pedi que eles confiassem em Deus, como fazem seu trabalho diário de policiamento - abraçando o que é certo e agradável a Deus”, disse o pastor Kasigwa.

Kasigwa falou ao Uganda Christian News que os valores bíblicos se relacionam claramente com todas as leis "utilizadas pela força policial de Uganda, "para que os oficiais possam tirar várias lições da Bíblia que os ajudarão a decidir bem".

“Lembrei-lhes que eles são servos de Cristo em seus respectivos oficiais, porque serviço à humanidade é serviço a Deus. Eles devem servir com toda a sua força e sabedoria e a recompensa virá de Deus”, disse o pastor, enfatizando que a promoção em qualquer campo de trabalho só vem de Deus.

Recentemente, um relatório divulgado pela Human Rights Watch mostrou a brutalidade contínua das polícias aos ugandenses.

O pastor Kasigwa usou seus ensinamentos na faculdade de treinamento para pedir autocontrole e contenção entre os oficiais.

O Colégio de Comando e Estado-Maior da Polícia foi criado para atender às necessidades de treinamento de comando e liderança em nível intermediário, sênior e estratégico e executivo.