Anterior

ANTERIOR

`Como cristãos, somos chamados a abençoar Israel´, diz vice-presidente dos EUA

24/01/2020

Universo Cristão

Homem que passou 9 dias perdido no mar diz que sobreviveu com `muita oração e fé´

Pete Brown contou que todas as noites olhava para as estrelas e orava, pedindo a Deus que sua família estivesse bem

Fonte: Guia-me / com informações CBN News / Foto: WTCV | 09/01/2020 - 11:25
Homem que passou 9 dias perdido no mar diz que sobreviveu com `muita oração e fé´

Um homem que ficou perdido no mar por nove dias confiou na fé e na oração para superar os obstáculos que enfrentou.

Pete Brown partiu junto com dois colegas de tripulação do Japão para o Havaí por volta do Dia de Ação de Graças, com a esperança de chegar no Natal, conforme relatou a WTVC-TV.

Mas o mastro do barco foi danificado depois que uma tempestade passou e os homens perderam toda a capacidade de se comunicar no dia 20 de dezembro.

Brown disse que quando o mar se agitou e o barco tombou.

"A água estava subindo, subindo, subindo até a cintura e ainda estamos de cabeça para baixo. Estávamos pensando: 'Oh Deus, isso é terrível'", ele contou.

As tripulações a bordo dos aviões da Guarda Costeira HC-130 Hércules e da Marinha dos EUA P-8 procuraram Pete e seus dois colegas por dias.

Brown disse que durante esse tempo, ele procurou paz e conforto.

"Observava as estrelas, orava e esperava que, de qualquer maneira, minha família ficasse bem. Eu estava chorando, todos estávamos chorando no barco".

Sem saber quando seriam resgatados, os companheiros de tripulação tiveram que racionar o pouco de água potável que tinham.

"Tínhamos 50 garrafas de água sobrando. Pensamos que poderíamos aguentar dois meses ou três meses se racionássemos", disse Brown.

Em 29 de dezembro, suas orações foram respondidas depois que os homens viram um barco à distância. Durante meia hora, os homens usaram espelhos para iluminar a luz do sol no barco até que finalmente foram vistos.

Com a ajuda dos membros da Guarda Costeira, Brown e sua equipe foram resgatados e depois se reuniram com suas respectivas famílias no Havaí.

"Havia muito amor por aí, muita oração e muita fé. Para mim, abraçar minha esposa e meu filho novamente foi simplesmente incrível. Definitivamente vou ter uma nova apreciação pela minha família e meus amigos", contou.