Anterior

ANTERIOR

Bíblia de bolso impede bala de atingir policial no peito durante protestos na Bolívia

14/11/2019

Universo Cristão

Após multa por usar a faixa `Homem de Deus´, atleta arrecada dinheiro para caridade

Jogador de futebol americano, Demario Davis usou a polêmica criada em torno da faixa para arrecadar fundos para um hospital nos EUA

Fonte: Guia-me / com informações Fox News / Foto: Stephen Lew/Icon Sportswire/Getty Images | 21/10/2019 - 16:00
Após multa por usar a faixa `Homem de Deus´, atleta arrecada dinheiro para caridade

Demario Davis, jogador do time de futebol americano New Orleans Saints, foi multado em 7.017 dólares pela NFL por usar uma faixa com a inscrição “Homem de Deus” durante um jogo de 22 de setembro contra o Seahawks em Seattle, nos EUA.

Embora Davis tenha apelado a multa com êxito, ele transformou a situação em uma oportunidade de caridade. Com a venda de faixas “Homem/Mulher de Deus” por US$ 25 cada, ele levantou mais de US$ 60.000 para ajudar o St. Dominic Hospital em Jackson, Mississippi.

O valor de US$ 60.000 foi, por sua vez, dobrado para US$ 120.000, graças a um subsídio equivalente concedido ao hospital.

“Isso é incrível, apenas mostra o poder de Deus”, disse Davis à Fox Nation. “Sabe, eu nunca pensei que todo esse movimento tivesse acontecido — e não é apenas aqui em Nova Orleans. É nacional”.

Inicialmente, a multa resultou de uma infração de uniforme da NFL, mas Davis disse que conseguiu de ver a mão de Deus depois de vencer o processo de apelação.

“Passou de algo que me custaria US$ 7.000, agora a favor do bem, para US$ 120.000; e nós apenas aceitamos a multa que estávamos planejando pagar à liga e a doamos para a causa”, disse ele.

Davis diz que foi incentivado por toda a situação e espera arrecadar mais dinheiro para o departamento de emergência do hospital.

O atleta admitiu ter sentimentos de conflito no esporte — deveria seguir as regras da liga ou continuar usando a faixa com uma mensagem de fé?

“Devo continuar a usando [a faixa] por causa da mensagem ou devo seguir a regra? O que traria a glória suprema a Deus?”, explicou Davis.

Ele disse que não guarda ressentimentos contra a NFL pela multa, enfatizando mais uma vez que seu propósito maior é “glorificar a Deus” em tudo o que faz.