Anterior

ANTERIOR

Projeto Nordeste para Cristo 2019 reúne cidades e povoados nos nove estados

20/09/2019

Universo Cristão

Refugiada cristã norte-coreana é batizada na China

Por viver ilegalmente no país, ela já poderia ser presa, mas aumentou o risco ao decidir crer em Jesus e se batizar

Fonte: Portas Abertas | 11/09/2019 - 17:00
Refugiada cristã norte-coreana é batizada na China

Um colaborador da Portas Abertas recentemente batizou uma cristã norte-coreana. Bon-Hwa* escapou da Coreia do Norte alguns anos atrás em busca de uma vida melhor. Há dois anos, ela participou de um encontro de secreto do grupo Mulher para Mulher da Portas Abertas para cristãs norte-coreanas pela primeira vez. “Ela queria tanto ser batizada que não conseguia mais esperar. Pressionou a líder do grupo para que o pastor fosse assim que possível. As demais mulheres no grupo são cristãs há mais tempo e já eram batizadas”, disse o colaborador.

Norte-coreanas como Bon-Hwa, que escaparam de seu país, vivem na China ilegalmente. Mulheres com frequência são pegas por responsáveis por tráfico humano e vendidas para prostituição ou casamentos. Ajudar refugiados norte-coreanos é proibido na China e sujeito a punições severas. Ainda assim, a Portas Abertas sente que não pode abandonar esses cristãos. Por isso, comandamos abrigos para cristãos norte-coreanos e apoiamos mulheres forçadas a casar com homens chineses.

Batizar norte-coreanos é ilegal e arriscado. “Não pudemos fazer o batismo na cidade de Bon-Hwa. Por isso, viajamos separadamente para um de nossos abrigos em uma cidade remota. Foram muitas horas para chegar ao local”, disse o colaborador. Havia apenas três pessoas na pequena sala: o pastor, a líder do grupo e Bom-Hwa. “Você acredita que Jesus é o Salvador da sua vida?”, o colaborador perguntou. A resposta foi afirmativa. “Você concorda que é pecadora e que pode ser salva apenas pelo nome de Jesus?” Bon-Hwa chorou ao responder que sim. Então, os três recitaram o credo dos apóstolos. O pastor batizou a norte-coreana em nome do pai, do filho e do Espírito Santo. Em circunstâncias normais, teriam tirado uma foto e dado um certificado a Bon-Hwa, mas não quiseram correr o risco.

Bon-Hwa não foi a única a se emocionar. “Eu tive que me focar nos passos da cerimônia. Em outro caso, teria chorado alto. Foi um momento muito bonito e um privilégio batizar uma cristã norte-coreana nessas circunstâncias”, compartilhou o pastor. Graças à provisão de Deus, suas orações e contribuições, essa corajosa mulher norte-coreana, que vive em circunstâncias perigosas, foi batizada. Ela já poderia ser presa por confiar em Jesus, mas aumentou o risco ao ser batizada.

*Nome alterado por segurança.

Pedidos de oração

- Ore por Bon-Hwa, para que ela continue crescendo na fé e se torne um bom exemplo para outros cristãos.
- Peça a Deus que, ao lembrar desse momento, o pastor seja encorajado.
- Interceda para que mais mulheres norte-coreanas sejam batizadas.