Anterior

ANTERIOR

Projeto Nordeste para Cristo 2019 reúne cidades e povoados nos nove estados

20/09/2019

Universo Cristão

Mulher testemunha que `tumor cerebral dissolveu´ após orações

Evelyn Cartwright contou no Clube 700 que passou por tratamentos que só mostraram sucesso após corrente de oração

Fonte: Guia-me / com informações God Reports / Foto: Reprodução/God Reports | 05/09/2019 - 11:15
Mulher testemunha que `tumor cerebral dissolveu´ após orações

Durante toda a sua vida adulta, Evelyn Cartwright sofreu dores de cabeça insuportáveis que ela acreditava ser causada pela pressão alta, até que em 2014, ela sentiu uma dor de cabeça como nenhuma outra.

"Era como um batimento cardíaco no topo da minha cabeça", descreveu Evelyn em entrevista ao programa cristão Clube 700. "Aquela dor foi pior do que qualquer coisa que eu já havia sentido na minha vida", contou.

Evelyn procurou atendimento e acabou sendo encaminhada para a sala de emergência e, depois de fazer uma ressonância magnética, recebeu a notícia de que tinha um tumor no cérebro (meningioma de 2.5 cm), que apesar de benigno, era inoperável.

Durante três meses, Evelyn passou por cinco rodadas de radiação.

Enquanto ela fazia o tratamento, o marido de Evelyn estava morrendo e precisava de seus cuidados.

Diante da situação, Evelyn chorou e questionou: "Deus, onde você está em tudo isso? O que realmente está acontecendo aqui?"

Evelyn, que é evangelista, decidiu pedir ajuda do grupo de oração de sua igreja para apoiá-la.

Após três meses de tratamentos de radiação, outra ressonância magnética mostrou que não ter havido sucesso no procedimento médico. Após seis meses, o tumor havia crescido e estava encobrindo o nervo óptico, o que poderia deixar Evelyn cega de um olho.

Onda de fé

Em vez enfraquecer em sua crença, Evelyn experimentou uma onda de fé. Ela conta que sentiu que Deus queria que ela parasse de pedir cura e começasse a louvá-Lo pela cura.

Evelyn solicitou que seu grupo de oração e membros da família fizessem o mesmo. Eles ficaram perplexos, mas decidiram acompanhar a decisão de Evelyn.

Nove meses após o diagnóstico inicial, o médico disse que o tumor estava sumindo.

Evelyn ficou tão feliz que começou a louvar a Deus.

Ao longo dos anos, o tumor se dissolveu e hoje Evelyn diz que se sente ótima.

Seu marido viveu o suficiente para saber que Evelyn estava bem, e se diz grata por isso.

A experiência de Evelyn aprofundou a fé de sua família em Deus.

"Agora, sinto que posso confiar nele para qualquer coisa na minha vida", diz Evelyn. “Sinto que se ele pode curar um tumor cerebral, ele pode fazer qualquer coisa. Todas as coisas são possíveis se você puder acreditar”.