Anterior

ANTERIOR

Kanye West se unirá a pastor para ministrar em estádio em 2020

06/12/2019

Universo Cristão

Atriz cristã vai à prisão e perdoa assassino da mãe: “Todos merecem uma segunda chance”

Em entrevista, Cherry Pie Picache disse que refletiu sobre o perdão porque ela mesma precisa do perdão de Deus diariamente

Fonte: Guia-me / com informações ABS-CBN News / Foto: Reprodução/ABS-CBN News | 22/07/2019 - 16:40
Atriz cristã vai à prisão e perdoa assassino da mãe: “Todos merecem uma segunda chance”

Em entrevista à ABS-CBN, a maior rede de notícias das Filipinas, a atriz Cherry Pie Picache contou sobre o seu sofrimento com a morte da mãe, assassinada, e como conseguiu perdoar o homem que cometeu o crime.

Em 2014, a mãe de Picache, Zenaida Sison, de 75 anos, estava em sua casa quando foi morta por Michael Flores, que havia trabalhado para a mãe de Picache por seis meses. Flores, que confessou o assassinato, queria roubar Sison.

O homem conta que havia usado metanfetaminas, antes de invadir a casa e esfaquear Sison até a morte.

Na época, Cherry Pie Picache disse que não tinha certeza se seria capaz de perdoar e até mesmo pediu o retorno da pena de morte em seu país. Mas Picache mudou de ideia e perdoou o assassino de sua mãe.

Na entrevista, Picache falou abertamente sobre sua fé em Jesus, a quem chamou de "Amor Radical".

A atriz contou que o ato de perdoar o assassino de sua mãe nasceu de uma reflexão: "Eu percebi, como posso pedir perdão quando não posso perdoar... Se há tanto ódio e dor no meu coração... Então foi isso que me levou a pensar em perdoá-lo."

Picache contou que continua pedindo perdão, porque peca todos os dias.

Depois disso, ela disse que havia ainda várias questões a serem resolvidas e dificuldades para enfrentar o assassino. "Se eu fizer isso, vou virar as costas para a minha mãe?", perguntou. "Mais, eu sou apenas um membro da família que assumiu a postura [de perdoar]".

Tempo de Deus

Mas os mentores espirituais de Picache a mantiveram no caminho certo. "É um processo", diziam à atriz, insistindo para que ela fizesse tudo no tempo de Deus.

"Houve um caminho para o perdão", explicou Picache. "Em meu coração e na minha mente eu queria perdoar. Eu pedia que as pessoas orassem por mim, para que eu pudesse eventualmente perdoá-lo", contou.

A atriz também disse que pedia orações pelo assassino. Então, lentamente, Deus começou a suavizar seu coração. "Eu orei, jejuei", disse a atriz, determinada a perdoar o homem que tirou a vida de sua mãe.

Tempos depois, aconteceu a reunião entre Picache e Flores na prisão.

"Agora estou te perdoando; agora você também pode se forjar. Você deve ter confiança de que Deus o perdoou", disse ela ao assassino.

"Eu estava indo para a minha cura", disse Picache sobre a reunião, "mas também para a restaurar o meu agressor".

"No final de sua vida, mesmo que ele esteja sofrendo as consequências do mal que fez, ele poderá voltar para Deus com sua dignidade intacta", disse ela. "Todo mundo merece uma segunda chance."

"O amor radical é a única coisa que vai combater o mal", declarou a atriz. "É assim que Deus trabalha, nós pecamos todos os dias, mas Ele ainda está lá por nós".