Anterior

ANTERIOR

Boko Haram sequestra pastor e membros de igreja cristã na Nigéria

10/05/2019

Próximo

PRÓXIMA

Mais de 10 milhões de pessoas na Espanha vivem em lugares que não foram alcançados pelo Evangelho

10/05/2019

Universo Cristão

Cristãos de Lokpoou, na Guiné, enfrentam grande perseguição

Moradores da cidade, devota de N’Gafouyi, já expulsaram os cristãos do local e, agora que voltaram, não podem adorar a Deus

Fonte: Portas Abertas | 10/05/2019 - 16:50
Cristãos de Lokpoou, na Guiné, enfrentam grande perseguição

Lokpoou é uma vila no sudeste da Guiné que é devota a um ídolo chamado N’Gafouyi. Apesar do cristianismo não ser bem-vindo lá, uma célula cristã começou há cerca de cinco anos. Desde então, ela cresceu um pouco. Certo domingo, em fevereiro do ano passado, um grupo de jovens da vila atacou os cristãos. Eles agrediram um homem e destruíram a casa onde se reuniam. Além disso, eles despiram o pastor Elie para humilhá-lo.

A polícia e forças de segurança fizeram uma intervenção rápida na tarde daquele domingo, o que poupou vidas. Mas, mesmo assim, os cristãos foram expulsos da vila. Autoridades locais tentaram intervir, mas foram recebidas com agressão pelos moradores de Lokpoou.

A Portas Abertas visitou os cristãos e os auxiliou com oração, comida e produtos de necessidades diárias. Felizmente, depois de cinco meses, autoridades locais convenceram os líderes religiosos a permitirem que os cristãos voltassem para a cidade.

Desde o ataque, alguns dos membros da família do pastor Elie, que vivem em Lokpoou, passaram a servir a Cristo. Os cristãos começaram a se reunir novamente para estudar a palavra de Deus, porém, eles não têm permissão para adorar a Deus. Então, a única coisa que fazem é sentar e conversar. Eles nem mesmo oram em voz alta. Alguns moradores permanecem de guarda na frente da casa onde se reúnem e patrulham a área para ter certeza de que nenhuma música virá da casa e que nenhum cristão grite algo como “Aleluia”.

Pedidos de oração

-    Ore por proteção para os cristãos locais.

-    Peça que eles tenham sabedoria ao interagir com os líderes da vila.

-    Agradeça ao Senhor por continuar trazendo pessoas para se relacionar com ele por meio do testemunho desses cristãos corajosos.