Anterior

ANTERIOR

Locutor Gustavo de Moraes recebe alta

20/05/2019

Universo Cristão

Análise da perseguição na Índia no primeiro trimestre de 2019

Na Índia, a situação dos cristãos é bastante crítica, e os relatos de perseguição crescem drasticamente

Fonte: Portas Abertas | 06/05/2019 - 17:20
Análise da perseguição na Índia no primeiro trimestre de 2019

O primeiro trimestre de 2019 alcançou um total impressionante de 216 incidentes de perseguição contra cristãos na Índia. Foram confirmados dois assassinatos e uma série de atentados e ataques em decorrência da fé em Cristo. Em um dos assassinatos, aldeões foram incitados contra a vítima, rotulada falsamente de informante da polícia, sendo acusada de perturbar a comunidade por causa de sua fé cristã. No outro caso, a vítima foi morta por um veículo, de forma que tudo parecesse um acidente, mas a própria pessoa que matou admitiu ter sido subornada para matar o cristão.

Além das mortes, houve 11 casos de tentativa de homicídio, e na maioria deles, os ferimentos poderiam ter levado à morte, se a ajuda médica não tivesse sido providenciada a tempo. Mais de 45 casos de abuso físico foram registrados, em que as vítimas sofreram problemas temporários e até permanentes devido às agressões.

Em 18 situações, as reuniões da igreja foram alvo de distúrbios e importunação, de forma a gerar obstáculos na condução dos cultos. Em 11 casos foram feitas tentativas de danificar as propriedades da igreja. "O número de pessoas que chega aos cultos reduziu bastante depois dos incidentes", menciona um parceiro da Portas Abertas na Índia Oriental.

 Ameaças e risco iminente para os cristãos

“Ameaças de morte e abusos físicos são muito comuns por aqui. Inicialmente, acontecia em aldeias onde lei e ordem estão ausentes, pois possuem leis próprias. No entanto, agora, já que a administração da polícia é muito influenciada pelos extremistas, isso se tornou comum em vilas e cidades também. Os cristãos que escolhem falar sobre o cristianismo (que é seu direito fundamental) estão sempre em risco”, menciona outro parceiro local.

O ódio contra o cristianismo tem sido incitado em toda a comunidade e a nível nacional. Isso também ficou evidente em um incidente em que um grupo de 30 pessoas chegou à casa de um líder cristão, espancou-o brutalmente, e ameaçou toda a comunidade cristã que morava nas redondezas. Se eles se queixassem, todas as casas seriam queimadas.

Em outros 37 casos de perseguição na Índia, as vítimas foram forçadas a deixar suas casas ou foram banidas de sua sociedade porque a religião cristã, segundo os extremistas hindus, é uma desgraça para a comunidade e para a família. Em um dos casos, toda a empresa da vítima foi demolida, com cerca de 500 plantas de banana picadas e destruídas. As árvores teca, que são investimentos comuns na região devido ao alto valor da madeira, também foram cortadas pela autoridade da aldeia.

Os cristãos são atacados constantemente, qualquer coisa pode ser feita contra eles e as autoridades não tomaram qualquer medida. Muitos cristãos locais afirmam que, pelo contrário, a polícia se junta aos extremistas para persegui-los. Somente neste período de três meses, houve 12 casos em que os cristãos foram detidos pela polícia por falsas acusações de atrair pessoas para a conversão cristã.

Pedidos de oração

-    Ore em favor de todos os cristãos da Índia, para que possam ter liberdade para crer em Deus.

-    Peça pelos extremistas hindus, para que possam encontrar a verdade em Cristo, e sejam libertos do desejo de perseguição aos cristãos.

-    Clame a Deus pela Índia, pelo governo e por todas as esferas da sociedade desse país que é tão carente do amor de Deus.