Anterior

ANTERIOR

Sessão solene celebra 108 anos da Assembleia de Deus no Brasil

18/06/2019

Universo Cristão

Cristão indiano persevera na fé mesmo após ataques

Radicais hindus se incomodam com o crescimento da fé cristã em tribo e realizam ataques para tentar impedi-lo

Fonte: Portas Abertas | 04/04/2019 - 17:00
Cristão indiano persevera na fé mesmo após ataques

Hoje vamos falar mais um pouco sobre Rupesh, um cristão de uma tribo na Índia que viu a igreja crescer conforme compartilhava sobre o amor de Deus. Mas sem saber, os cultos de domingo estavam sendo observados por extremistas hindus, que planejam impedir o crescimento da igreja. Isso porque, apesar de serem de uma tribo de animistas e mal considerados humanos, quando as pessoas se tornam cristãs, as autoridades das castas mais altas perdem sua influência sobre elas.

Quando indianos se convertem, suas antigas hierarquias não importam mais, porque eles sabem que têm valor em Cristo. Mas os hindus extremistas querem que eles saibam o seu devido lugar e permaneçam por lá. Rupesh e sua igreja não eram exceção a essa regra. Primeiro a igreja foi atacada. Eles exigiram que parassem de orar em nome de Jesus e voltassem a ser animistas. Eles foram ameaçados de sérias consequências.

“Jesus é real. Eu tenho visto a bondade do Senhor”

Apesar de saberem que estavam sendo vigiados, eles não desistiram. Ao invés de se reunirem em um grande grupo, juntaram duas ou três famílias e oraram juntas. Cerca de duas semanas depois, ocorreu outro ataque à casa de Rupesh. Homens gritavam e o ameaçavam. Ele e sua esposa foram arrancados de casa, enquanto ele era agredido. “A cada batida eles me perguntavam porque eu era cristão e se continuaria indo para a igreja. Mesmo em meio à dor, eu só repetia: ‘Jesus é real. Eu tenho visto a bondade do Senhor. Ele é misericordioso e dá vida’”, contou.

Isso deixou os homens ainda mais irados. Eles subiram no telhado da casa e começaram a atirar para baixo as telhas. Aquilo era caro para agricultores pobres como Rupesh. Sem o telhado, a casa não tinha sustento, nem proteção contra ventos e chuvas. Foi então que o cristão viu sua casa sendo demolida. Ele morava naquela casa há 20 anos e não tinha como construí-la novamente.

Ele foi vendado, teve suas mãos amarradas e foi levado para a floresta. No caminho, ele orou silenciosamente por proteção, para que pudesse voltar para confortar a esposa. Ela não teria ninguém que a ajudasse. Os raptores decidiram deixar ele ir com um aviso. A família celebrou a sua volta. Um cristão ofereceu um lugar para que eles pudessem passar algumas noites. Apesar disso, Rupesh ficou preocupado com o futuro de sua família, mas foi nesse momento que ouviu Deus dizendo para ele não se desencorajar, porque o Senhor estava com ele.

Campanha Global da Índia
Rupesh pediu para que outros cristãos orassem pela situação. A Portas Abertas, por meio de parceiros locais, tem o ajudado com orações e ajuda emergencial. Você também pode ajudar um cristão indiano perseguido. Com uma doação, você patrocina uma equipe de resposta rápida, que oferece alimento, itens de necessidade básica, ajuda na renda e assistência jurídica, por cerca de um mês.

Pedidos de oração

- Ore por Rupesh, sua família e os outros cristãos que são perseguidos em sua vila.
- Peça para que eles continuem se reunindo, mesmo depois da igreja ter sido destruída.
- Interceda para que eles tenham acesso a água potável e recursos para suas necessidades diárias.