Anterior

ANTERIOR

Premiê de Israel quer discutir mudança da embaixada brasileira na posse de Bolsonaro

18/12/2018

Universo Cristão

Cristã de origem muçulmana recebe a missão de discipular no Oriente Médio

Apesar dos grandes riscos que ela assume para realizar este trabalho, ela vê como é uma obra valiosa

Fonte: Portas Abertas / Foto representativa | 30/11/2018 - 17:00
Cristã de origem muçulmana recebe a missão de discipular no Oriente Médio

Ter uma Bíblia e poder se reunir com outros cristãos para estudá-la é um privilégio da igreja no Brasil. O estudo da Palavra e a comunhão uns com os outros edifica a fé e capacita pessoas para viver o Evangelho e compartilhá-lo com o mundo. Para Nurah*, colaboradora da Portas Abertas no Oriente Médio, essa é sua missão, um sonho que, apesar de distante, move seu coração: que todos tenham a oportunidade de estudar a Palavra.

O trabalho de Nurah é dar treinamentos bíblicos e de discipulado para cristãos secretos de origem muçulmana em sua nação. “Reunir-se para estudar a Bíblia não é algo permitido em nosso país. Se alguém descobrir que temos uma Bíblia pessoal, estaremos em uma situação muito complicada”, explica Nurah.

Apesar dos grandes riscos que ela assume para realizar este trabalho, ela vê como é uma obra valiosa: “Eu vejo como as vidas são mudadas quando as pessoas começam a viver com Deus e essa é a coisa mais linda que eu poderia desejar”.

Seu amor pela Palavra nasceu quando um amigo lhe presenteou com uma Bíblia e, depois de estudá-la por um ano, entregou sua vida a Jesus, algo que a transformou completamente. Depois de sua conversão, veio seu chamado. Deus a chamou a permanecer em seu próprio país, servindo a igreja secreta. Nurah encontrou um grupo de cristãos secretos e, através dele, participou de um treinamento de discipulado realizado pela Portas Abertas. “Depois de passar anos estudando a Bíblia através deste programa, eu me tornei uma professora. É uma alegria para mim ver novos convertidos crescerem na fé”, comenta.

A cristã enxerga o estudo da palavra como essencial, já que vê os perigos que uma teologia fraca resulta na fé: “Eu ouvi sermões cheios de erros bíblicos. Isso não é bom. Todo membro na igreja deve ser capaz de pegar sua Bíblia, estudá-la e manter seu líder teologicamente fiel e saudável”.

Nurah é apenas uma dos milhões de cristãos de origem muçulmana que se converteram ao cristianismo e foram chamados a servir a Deus onde estão. Para isso, eles precisam permanecer firmes no estudo fiel da palavra e no evangelho de Jesus Cristo. Neste dia, que é celebrado o Dia Nacional do Evangélico e Dia Nacional do Teólogo, que a nação brasileira lembre-se de firmar sua fé nas Escrituras e do seu compromisso de apoiar a Igreja Perseguida em suas adversidades.

Pedidos de oração

- Ore para que Deus use treinamentos bíblicos para que a fé dos cristãos perseguidos e dos cristãos brasileiros cresça saudável e forte.
- Clame pelos cristãos secretos que temem perder seus familiares, bens e sua própria vida ao expressar sua nova fé; para que Deus os sustente com graça para não desistirem.
- Interceda por sabedoria aos colaboradores da Portas Abertas, como Nurah, que fazem o difícil trabalho de discipular esses cristãos.

*Nome alterado por segurança.