Anterior

ANTERIOR

Apelo de Asia Bibi é ouvido pela justiça paquistanesa

10/10/2018

Próximo

PRÓXIMA

Cristão perseguido do Quênia, compartilhou no Brasil sobre seu testemunho e experiências

10/10/2018

Universo Cristão

Parlamentar hindu faz apelo para `se livrar de missionários´ na Índia

O parlamentar Rakesh Sinha defende a transformação da Índia em uma nação hindu, oprimindo outras religiões

Fonte: Guiame/ Com informações do UCA News | 10/10/2018 - 10:40
Parlamentar hindu faz apelo para `se livrar de missionários´ na Índia

O parlamentar Rakesh Sinha, que defende a transformação da Índia em uma nação hindu, quer mobilizar a expulsão de missionários cristãos na Índia. Sua afirmação está sendo vista como uma manobra política antes das  pesquisas eleitorais em três importantes estados do país.

“É hora de lançar uma campanha para se livrar dos missionários cristãos do país”, disse ao jornal Dainik Jagaran o parlamentar, que é fundador da Rashtriya Swayamsevak Sangh (RSS), uma organização nacionalista hindu.

“Os missionários cristãos nos últimos 300 anos trabalharam para destruir a cultura dos povos indígenas”, acrescentou Sinha à publicação.

Christy Abraham, secretário do fórum ecumênico Rashtriya Isai Mahasangh, disse em entrevista coletiva na última quarta-feira (3) que as declarações de Sinha tinham como objetivo projetar o Partido do Povo Indiano (BJP) como defensor dos interesses hindus.

Os estados de Rajastão, Madhya Pradesh e Chhattisgarh, somam uma população de 165 milhões de pessoas (90% são hindus) e irão passar por pesquisas eleitorais no final deste ano, que são vistas como propulsoras para as eleições federais em maio.

Todos os três estados são atualmente governados pelo BJP, que está com o poder ameaçado por causa do que Abraham classifica como “falta de desempenho”, marcada pelo aumento dos impostos e crescente desemprego.

“O BJP e seus apoiadores sabem que precisam jogar a carta comunal para conseguir votos hindus”, disse Abraham.

Prabhakar Tirkey, presidente do fórum ecumênico, disse que o ataque de Sinha aos missionários não está de acordo com os fatos da história. Ele afirmou que muitas pessoas têm se beneficiado dos serviços de saúde e educação fornecidos por missionários — algo que não era promovido pelo governo algumas décadas atrás.

“Agora, muitos indígenas como eu defendem seus direitos e falam contra a exploração e a discriminação de séculos atrás, sob o sistema de castas hinduístas, no qual pessoas de castas inferiores e tribais são tratadas como inferiores”, disse ele ao site UCA News.

Tirkey acredita que grupos hindus temem que as pessoas das tribos e das castas mais baixas tenham acesso à educação promovida pelos missionários e desafiem a hegemonia das castas superiores.

Ele ainda desafiou Sinha a comprovar com fatos a afirmação de que os missionários estavam destruindo a cultura indiana e dividindo o povo tribal.