Anterior

ANTERIOR

Trump assina lei para ajudar minorias religiosas no Iraque e Síria

13/12/2018

Universo Cristão

Perfil de igrejas marroquinas muda nos últimos anos

Essa mudança teve início a partir da expulsão de cristãos estrangeiros do país

Fonte: Portas Abertas | 09/10/2018 - 08:00
Perfil de igrejas marroquinas muda nos últimos anos

Nos últimos anos, muitos cristãos estrangeiros foram expulsos do Marrocos, o que mudou o perfil das igrejas marroquinas. Agora eles se encontram em grupos menores do que costumavam. Vinte membros já são considerados uma igreja grande. O ano de 2010 foi difícil para a igreja no Marrocos. “Depois que os estrangeiros foram expulsos, quase metade das igrejas acabou, foi realmente uma grande repressão”, disse um colaborador da Portas Abertas responsável pelo Norte da África. Um ano depois, as coisas voltaram ao normal para os em média 3 mil cristãos, mas a tendência é que sejam divididos em grupos menores.

Algo marcante entre os cristãos foi a prisão de três irmãos em uma cafeteria. “Ficou claro que foram presos por causa de atividades cristãs. A polícia fez perguntas e tentou encontrar literatura ou material cristão”. De acordo com o porta-voz da Portas Abertas, eles também tentaram encontrar o pastor dos três homens, mas ele foi avisado antes e conseguiu ir para um lugar seguro. Os três homens foram soltos um dia depois da prisão pela falta de provas. “Para os cristãos no Marrocos, essas prisões são um sinal. O país é governado com clara influência dos islâmicos, os cristãos que foram presos representam a nova tendência”, ele disse.

Se tornar um cristão no Marrocos não é propriamente proibido, mas é quase um milagre quando isso acontece. Afinal é proibido compartilhar o evangelho com não cristãos. Uma das ferramentas da Portas Abertas que apoia o fortalecimento da igreja é a TV cristã, por meio de programas e sites. Os cristãos também precisam de muita sabedoria e discernimento, já que o governo tenta infiltrar espiões nas igrejas.

Uma jornada compartilhada

A Portas Abertas atua nos países do Norte da África principalmente ajudando líderes cristãos, oferecendo treinamento e capacitação, para que esses estejam prontos a treinar outros. Com a sua doação, um novo líder é formado na jovem igreja do Norte da África. Dessa forma, os beneficiados estarão aptos a responder aos questionamentos dos jovens cristãos ex-muçulmanos e discipulá-los.

Pedidos de oração:

-    Ore pelos cristãos que foram soltos, que Deus dê a eles coragem para continuar em sua caminhada com o Senhor.

-    Peça pelo trabalho da Portas Abertas no país, que mais líderes sejam treinados e preparados.

-    Ore para que as pessoas acompanhem os programas de TV e os sites e conheçam a Cristo.