Anterior

ANTERIOR

Pastor vê filho que morreu no parto ressuscitar após orações: `Conheço o poder de Deus´

21/11/2018

Universo Cristão

Ateu palestino se arrepende de odiar judeus após ter sonhos com Jesus

Bassam Adranly odiava os judeus, mas após se entregar a Jesus aprendeu a amá-los

Fonte: Guiame / com informações Charisma News | 10/09/2018 - 16:45
Ateu palestino se arrepende de odiar judeus após ter sonhos com Jesus

Bassam Adranly cresceu em uma família cristã ortodoxa palestina que nunca falou negativamente sobre muçulmanos ou islamismo, mas frequentemente criticava os judeus. Aos 20 anos, quando era estudante universitário, ele ficou desencantado com muitos aspectos da cultura de sua comunidade e se voltou para o ateísmo.

Mas em 1995, Adrankly teve um poderoso encontro com Jesus. “Eu finalizei os meus estudos em optometria em Tel Aviv. A minha família tem lojas de óculos desde 1946. Mas durante o período da universidade, alguma coisa me acordou para o mundo espiritual. Era algo que não tinha explicação científica”, disse ele em entrevista para o Revive Israel.

Bassam havia sido comunista, mas depois abandonou a ideologia. Segundo ele, o comunismo não era o que ele realmente pensava e não era de fato o que se pregava sobre o movimento. Ao deixar a prática, ele se tornou ateu.

Ele, que também é artista plástico, começou a desenhar algumas telas refletindo essa sua nova fase, mais aberto para a vida espiritual, e passou a ser criticado pelos seus colegas de turma que eram comunistas.

Conversão

Em 1995, Bassam finalmente conheceu seu Salvador. “Eu tive um grande conto com Yeshua. Foi uma noite que eu estava dormindo e sonhei com ele. Eu estava com os discípulos e eu ia andando, andando por todo canto, aprendendo coisas sobre Jesus”, contou.

“Isso invadiu a minha mente. Esse sonhos com Jesus continuaram a acontecer por duas semanas. Dia e noite Jesus estava em todos os meus sonhos. Eu sempre fui um homem muito intelectual, mas depois de duas semanas isso se tornou tão real”, explicou.

“Eu não lembro dos detalhes, mas eu lembro que geralmente eu via a mim mesmo mesmo sonhando com Jesus. Lembro de estar no topo das nuvens com Ele, aprendendo tudo o que Ele queria me falar. Foi então quando eu abandonei todo o meu ódio pelo povo judeu”, ressaltou.

“Eu lutava contra esse ódio dentro de mim. Então entreguei a minha vida a Deus e Ele mudou tudo isso por meio da sua graça. A graça do Rei dos Reis. Enquanto isso, eu ouvia mas sobre Ele e me rendia cada vez mais”.

Confira a entrevista (em inglês):