Anterior

ANTERIOR

Novos selos no Iraque apresentam imagens de igrejas

23/10/2020

Universo Cristão

Ladrão se converte e devolve itens roubados: `Arrependimento deve vir com restituição´

Depois de 40 anos, o ex-funcionário de um escritório devolveu os itens roubados por ele através de uma carta anônima

Fonte: Guia-me / com informações do Shreveport Times | 29/08/2018 - 17:00
Ladrão se converte e devolve itens roubados: `Arrependimento deve vir com restituição´

O ex-funcionário de um centro de pesquisas nos Estados Unidos devolveu todos os itens que foram roubados por ele há mais de 40 anos, para mostrar seu arrependimento e sua mudança de vida.

A nutricionista Joan Almond estava no escritório do Centro Agrícola da Universidade de Luisiana (LSU AgCenter) na última quarta-feira (22), quando uma encomenda chegou pelo correio.

Almond ficou confusa quando viu que a encomenda se tratava de uma caixa de café repleta de canetas, lápis e marca textos. Mas uma carta que estava anexada no pacote esclareceu a situação.

“Isso pode parecer estranho, mas estou tentando corrigir um erro cometido há mais de 40 anos”, começou a carta, que não teve o remetente identificado. O autor explicou que trabalhava no escritório da empresa na década de 1970, quando era adolescente.

“Eu fui criado por uma mãe solteira que não teve apoio para cuidar dos filhos e nós lutamos para fazer face às despesas”, afirmou a carta. “Enquanto trabalhava no escritório de extensão, peguei uma caixa de lápis e alguns marcadores do estoque de materiais. O fato de sermos pobres não foi/é desculpa para o meu comportamento e isso tem me assombrado desde aquele dia”.

O autor da carta pediu que os suprimentos fossem usados ??no escritório ou compartilhados com uma mãe solteira, para ajudá-la com o material escolar dos filhos. O anônimo também pediu perdão pelos atos da adolescência.

“Deus me perdoou há muito tempo, mas Ele me lembra que depois da confissão vem o arrependimento, e o arrependimento deve vir com a restituição, se possível”, disse o escritor. A carta, que foi digitada, terminou com a frase manuscrita: “Perdoado e livre”.

Exemplo de vida

A nutricionista da LSU AgCenter começou a chorar assim que terminou de ler a carta. Emocionada, ela compartilhou a imagem no Facebook, direcionada a todas as pessoas que “perderam a fé na humanidade”.

“Eu chorei quando vi que Deus atrai seus filhos para perto Dele e nunca desiste de nós. A pessoa que enviou isso, depois de 40 anos, me fez saber que aos olhos de Deus o tempo é irrelevante. Pode levar uma vida inteira para nos arrependermos e buscarmos restituição, mas Ele é paciente e perdoador”, afirmou na rede social.

Almond disse ao jornal Shreveport Times que os lápis e canetas serão doados para uma família carente. Enquanto isso, seu desejo é conhecer o autor da carta.

“Estou aqui desde 1977, trabalhando no mesmo escritório, em tarefas diferentes”, disse a nutricionista. “[Meus colegas de trabalho] perguntaram se eu tenho alguma ideia de quem seja, mas não tenho ideia. Eu adoraria saber quem é, porque acho que foi muito especial”.