Anterior

ANTERIOR

Autoridades chinesas fecham seis igrejas secretas

22/10/2018

Universo Cristão

Cristã dá continuidade a ministério após a morte do marido no Sri Lanka

Segundo Portas Abertas, o país é o 44º na Classificação de Perseguição Religiosa 2018

Fonte: Portas Abertas | 06/08/2018 - 14:30
Cristã dá continuidade a ministério após a morte do marido no Sri Lanka

No Sri Lanka, um pastor e a esposa, Lalani, foram chamados para servir em uma difícil comunidade budista. Eles deram início ao trabalho, mas os resultados eram muito pequenos. Certa noite, o pastor e a família foram emboscados. Um grupo de homens jovens armados tentaram matar o pastor enquanto a família dormia. Quando Lalani e as crianças viram o que tinha acontecido, correram para o hospital, mas ele não sobreviveu, morrendo no local. As últimas palavras do pastor foram: “Não os odeiem. Perdoem eles. Perdoem os assassinos”. Essas palavras deixaram uma marca no coração de Lalani, que decidiu dar continuidade ao trabalho do marido.

Ela não deu ouvidos aos conselhos dos cristãos, que diziam para fugir daquela região. Primeiro, ela criou um ministério infantil que não deu certo. Depois começou estudos bíblicos, que também não tiveram sucesso. Os vizinhos estavam muito hostis, chegando ao ponto de certa vez jogar uma bomba perto da porta dela apenas para assustá-la. Mesmo assim ela não desistiu, continuava esperando a oportunidade certa.

Um dia, Lalani ouviu sobre a ação da Aliança Evangélica com outras organizações cristãs, como a Portas Abertas, e foi até eles para pedir itens de ajuda emergencial. Não para ela ou sua família, mas para os vizinhos, que continuavam demonstrando hostilidade para com ela. Foi assim que ela começou a distribuir alimentos, cobertores e medicamentos para a comunidade.

Certa noite, um monge budista bateu em sua porta e confessou ser responsável pela perseguição. “Eu vim aqui apenas para dizer obrigado, porque você é a única que se preocupa em nos ajudar”, ele disse. Essa foi a abertura que ela esperava. Após isso, deu início novamente ao departamento infantil e os vizinhos não foram mais hostis com ela. Agora o ministério está em pleno crescimento.

Pedidos de oração

- Ore por irmã Lalani e família, que eles possam continuar sendo usados em meio à comunidade budista.
- Peça a Deus por sabedoria, para que possam ter mais estratégias para o desenvolvimento do ministério.
- Interceda pelos budistas da região, que eles possam ser atraídos pelo amor de Deus e ter um encontro real com Cristo.