Anterior

ANTERIOR

Motoboy é arremessado a uma distância de 18 metros e sai ileso: `Livramento de Deus´

23/10/2020

Universo Cristão

Profecias bíblicas podem ser compreendidas por todos que se esforçam, diz pastor

Ao contrário do que muitos cristãos pensam, as profecias sobre o fim dos tempos podem ser facilmente compreendidas

Fonte: Guia-me / com informações The Christian Post | 24/05/2018 - 16:20
Profecias bíblicas podem ser compreendidas por todos que se esforçam, diz pastor

Há um consenso entre a maioria dos pastores de que o mundo vive seus últimos dias. No entanto, a total compreensão das profecias bíblicas sobre o fim dos tempos ainda é uma barreira para muitos cristãos.

O pastor norte-americano Greg Laurie explica que a Bíblia sempre incentivou as pessoas a se aprofundarem em sua mensagem. Para ilustrar seu argumento, ele citou uma passagem do Evangelho de Marcos onde Jesus fala sobre o fim dos tempos e afirma: “Quem lê, entenda”.

“Às vezes as pessoas dizem ‘não conseguimos entender a profecia bíblica’. No entanto, as Escrituras dizem: ‘Quem lê, entenda’. O fato é que a própria palavra ‘revelação’, como no livro do Apocalipse, significa desvendar”, disse o pastor ao site The Christian Post.

“O desejo de Deus não é esconder, mas revelar. Existe até mesmo uma bênção prometida em Apocalipse à pessoa que lê, ouve e guarda as palavras do Livro”, explica o líder da igreja Harvest Christian Fellowship, no sul da Califórnia.

Fazendo um paralelo entre as profecias bíblicas e os acontecimentos atuais, o pastor observa que um elemento chave é o reagrupamento dos judeus em Israel depois de terem sido espalhados por todo o mundo.

“Então, a Bíblia diz que uma grande força que vem do norte os atacará”, acrescentou Laurie, com base nos textos de Ezequiel 37 e 38. De acordo com sua interpretação, Magog é a atual Rússia e tem como aliado a Pérsia, que hoje é o Irã.

“Se Magog é a Rússia isso se torna fascinante, porque este é um acontecimento muito recente, onde a Rússia se envolveu com o Oriente Médio apoiando a Síria — que é uma aliada leal do Irã. Então você se pergunta, este é um cenário que as Escrituras previam?”, questiona.

Diante da aproximação do retorno de Jesus Cristo, o pastor afirma que os cristãos devem focar em expandir o Reino de Deus no mundo. “Sei que um dia vou para o céu por ter colocado minha fé em Jesus e meu objetivo é levar o máximo de pessoas que eu puder comigo”.

Laurie acredita que, muitas vezes, o evangelismo é “supercomplicado” pelos cristãos. “Não é tão difícil como pensamos. A mensagem de Jesus é simples”, disse ele. “Jesus não disse que o mundo inteiro deveria ir à igreja, mas que a igreja deveria ir para o mundo inteiro. Ide por todo o seu mundo, onde quer que você esteja, em sua esfera de influência e envolva as pessoas com conversas evangelísticas”.