Anterior

ANTERIOR

Sem comunhão, fé de cristãos sauditas é abalada

19/11/2018

Universo Cristão

Petição exige que Brasil também transfira sua embaixada em Israel para Jerusalém

Documento foi criado pelo pastor Joel Engel, que tem cobrado uma postura respeitosa do governo brasileiro para com Israel

Fonte: Guia-me / com informações do Ministério Engel | 16/05/2018 - 13:25
Petição exige que Brasil também transfira sua embaixada em Israel para Jerusalém

Na última segunda-feira (14), Israel celebrou – conforme o calendário gregoriano – os 70 anos de sua independência, marcada pela votação histórica na Assembleia Geral da ONU, que ordenou o início do Plano de Partilha da Palestina.

Agora em 2018, Israel ganhou um significativo presente de aniversário: a inauguração da embaixada dos EUA, que foi transferida de Tel Aviv para Jerusalém, após decisão do governo Trump. Isto significa que a atual administração dos Estados Unidos reconhece Jerusalém como capital indivisível de Israel e tal decisão tem levado muitos cristãos e outros cidadãos brasileiros pró-Israel a cobrarem também a mudança da embaixada brasileira de Tel Aviv para Jerusalém.

O pastor Joel Engel é um dos líderes que tem exigido essa mudança na diplomacia, destacando que este é o desejo da “grande maioria” dos brasileiros.

“O governo precisa respeitar o desejo da grande maioria dos brasileiros e iniciar imediatamente a mudança da embaixada para Jerusalém”, afirmou o pastor.

De maneira oportuna, a declaração feita pelo líder evangélico foi dada exatamente na cidade onde nasceu o brasileiro Oswaldo Aranha. O diplomata marcou a história, presidindo a votação da Assembleia Geral da ONU que levaria à criação do Estado de Israel em 1948.

Engel fez referência à participação do diplomata brasileiro na votação histórica há mais de 70 anos para convocar uma retomada dos laços entre Brasil e Israel.

“Os brasileiros amam Israel, pois a grande maioria vive a cultura judaico-cristã. Portanto, quero pedir aos governantes brasileiros que coloquem a mão na consciência e façam aquilo que é o desejo da maioria, mudando a embaixada do Brasil para Jerusalém”, continuou o pastor.

Laços históricos

A Assembleia Geral das Nações Unidas, presidida pelo brasileiro Oswaldo Aranha, ocorreu em 29 de novembro de 1947, e iniciou a divisão do território na região que antes pertencia ao Império Otomano. Essa decisão resultou na declaração de independência de Israel, em 14 de maio de 1948, por David Ben-Gurion, chefe-executivo da Organização Sionista Mundial.

Nos últimos anos o Brasil tem mudado a sua postura diplomática, acompanhando o voto dos países muçulmanos contra Israel nas últimas sessões da Assembleia Geral das Nações Unidas, o que tem causado constrangimento para os brasileiros. Isso tem levado pastores, padres, políticos e diversos líderes cristãos a criticarem a postura do governo.

“O Brasil sempre teve uma forte ligação com o Estado de Israel, pois os países compartilham dos mesmos ideais. Sendo assim, o governo precisa urgentemente demonstrar apoio ao status de Jerusalém como capital de Israel”, disse o pastor Joel Engel.

Engel aproveitou a ocasião para lançar um abaixo-assinado pedindo a mudança da embaixada brasileira em Israel para Jerusalém. O pastor evangélico considera a mudança importante para reforçar os laços de amizade entre Brasil e Israel. Para acessar e assinar o documento online, clique aqui.