Anterior

ANTERIOR

Jovem agradece pelo encorajamento em forma de cartões

16/08/2018

Universo Cristão

Igreja vence a prostituição em sua área, após dois anos de oração e evangelismo

Igreja `New Day Ministry´ começou abrindo suas portas para oferecer refeições às prostitutas, mas hoje tem um programa de evangelismo e reabilitação

Fonte: Guia-me / com informações WSAZ | 15/05/2018 - 10:00
Igreja vence a prostituição em sua área, após dois anos de oração e evangelismo

Já se passaram mais de dois anos, desde que uma pastora e evangelista de Huntington, na Virgínia do Oeste assumiu um ministério que ela não esperava desenvolver, mas sentiu-se tocada ao ver tal oportunidade: combater a prostituição, que já estava literalmente batendo às portas de sua congregação.

Hoje, a pastora Helen Wolfe assegura que, apesar do pouco tempo desse ministério, ela já pode ver frutos significativos e destacou a ação de Deus naquela região.

"Isso costumava ser uma selva", disse a pastora Helen Wolfe. "Você não sabia o que ia ver."

Dois anos atrás, Wolfe decidiu que a prostituição em frente à sua igreja já chegara a uma situação insustentável.

"Se eu puder ajudar uma garota, é como deixar as 99 e ir atrás de uma", disse ela.

Porém Wolfe pode ter se enganada com relação a ajudar somente uma garota.

Durante os dois anos desse projeto, Helen aumentou seus esforços para ajudar inúmeras mulheres a saírem do ciclo das drogas e prostituição.

Toda quarta-feira à noite a congregação por ela liderada, a ‘New Day Ministry’, abre as portas do refeitório e oferece uma refeição.

"Isso nos ajudou a construir um relacionamento", disse ela. "Eu conversava com as meninas, e eu dizia a elas que, ‘se vocês ficarem doentes ou cansadas eu estarei aqui por vocês. Vou ajudá-las".

Tocadas pela atitude da pastora, várias das mulheres que se prostituíam nas proximidades da igreja, decidiram assentar-se para ouvir a palavra em dos cultos de domingo.

"Elas estão recebendo a adoração em seus ouvidos, o que vai entrar em seu espírito", disse Helen.

Depois de ganhar a confiança dessas mulheres, Helen também tem ajudado muitas delas a deixar a prostituição e se libertar das drogas.

"Muitas dessas mulheres que se prostituíam aqui na rua decidiram mudar o rumo de suas vidas", disse ela.

A pastora contou que várias outras mulheres que já integravam a membresia da igreja, como Todd Sweeney, procuraram ajudar.

"Eu a conheci e me tornei uma grande amiga", disse Sweeney sobre sua relação com a pastora Helen.

As mulheres da igreja destacam que a diferença entre dois anos atrás e hoje é fenomenal.

"Você costumava dirigir da avenida Madison até o Go Mart e ver 25 a 30 prostitutas", disse Sweeney. "Hoje você faz esse caminho e não as vê mais nas ruas"

"Está tudo tão quieto", disse Wolfe. "Se você vier aqui à noite, verá pessoas sentadas nos bancos dos jardins. Você verá crianças do lado de fora brincando de novo. Talvez uma ou duas garotas parem na esquina, mas não ficam mais em frente à igreja. É como se houvesse um nível de respeito agora".

Ela diz que tem sido uma bênção testemunhar a mudança em sua comunidade pela qual ela orou.

"Todos nós nos reunimos e funcionou", disse ela.

A pastora Helen diz que o departamento de polícia também merece crédito por essas mudanças.

Prostitutas que foram presas em Huntington tiveram a oportunidade de participar do programa de evangelismo e reabilitação criado pela igreja, que inclui serviços de reabilitação e exames de saúde, o que continua dando cada vez mais frutos.