Anterior

ANTERIOR

Jovem agradece pelo encorajamento em forma de cartões

16/08/2018

Universo Cristão

`O diabo não pode derrotar uma mulher armada com a Palavra de Deus´, diz missionária do Egito

Mulheres cristãs são vistas como `cidadãs de segunda classe´ no Egito, mas a missionária Amany tem se esforçado para apoiá-las

Fonte: Guia-me / com informações Portas Abertas | 10/05/2018 - 16:45
`O diabo não pode derrotar uma mulher armada com a Palavra de Deus´, diz missionária do Egito

Na zona rural do Egito, quando o chamado para a oração ruge pelos alto-falantes, os salafistas tradicionalmente vestidos - um ramo ultraconservador do islamismo sunita - caminham até a mesquita da aldeia.

Mas há outro grupo de mulheres não muito longe da mesquita que caminha, em vez disso, para uma sala de aula onde Amany, uma missionária, espera pacientemente para compartilhar a lição bíblica da semana.

“Como o diabo pode derrotar uma mulher equipada pela Palavra de Deus, cujo coração foi curado pela benevolência de Cristo? Uma mulher que é um farol de amor, alegria e perdão? Não vejo como”, diz Amany.

Muitas vezes vistas como cidadãs de segunda classe, as mulheres cristãs no Egito rural às vezes são perseguidas, maltratadas e menosprezadas por causa de sua fé. Mas através do apoio de mantenedores de todo o mundo, a Missão Portas está trabalhando com um grupo de mulheres que estão sendo transformadas pelo ensino da Palavra de Deus - e isso está mudando suas vidas, suas famílias e sua comunidade.

Estando em 17º lugar na lista de perseguição religiosa em nível mundial do mundo de 2018, a vida dos cristãos no Egito tem sofrido com a constante ameaça de violência, opressão e hostilidade. O Estado Islâmico continua a realizar ataques em várias partes do país e imãs radicais regularmente incitam a violência contra os cristãos, resultando nas mortes e ferimentos de muitos crentes.

“Aprendemos a orar, jejuar e amar. Durante toda a semana esperamos que o Senhor trabalhe em nossas vidas. Ele é o Deus da paz e do amor”, compartilha uma mulher.

“Neste estudo bíblico, aprendemos o verdadeiro significado de amar uns aos outros. Eu não posso viver sem esse grupo ”, diz outra mulher.

"É muito emocionante ver o impacto que uma mulher cristã comprometida pode ter e como ela pode ser uma verdadeira bênção para sua família e sua comunidade", diz Amany.

A Missão Portas Abertas tem apoiado a iniciativa de Amany e lembrou que "Deus está mostrando às mulheres do Egito Seu amor, e Ele está preparando aqueles que são vistos como os mais fracos da sociedade para serem uma luz em seus ambientes sombrios. Por meio de seus dons, os pesquisadores de campo, como Amany, estão equipados com os recursos de que precisam para capacitar as mulheres com o evangelho".