Anterior

ANTERIOR

Após ser solto na Turquia, pastor ora por Trump na Casa Branca

15/10/2018

Universo Cristão

Muçulmano se converte e constrói a primeira igreja que uma cidade viu em 700 anos

Depois de 700 anos, uma cidade no Kosovo teve sua primeira igreja construída por um ex-muçulmano

Fonte: Guia-me / com informações de CBN News | 13/04/2018 - 13:00
Muçulmano se converte e constrói a primeira igreja que uma cidade viu em 700 anos

A primeira igreja vista em 700 anos por uma cidade no Kosovo, no sudeste da Europa, foi construída por um ex-muçulmano que passou a compartilhar o Evangelho de Cristo para uma comunidade que está distante do cristianismo.

Urim Bogaj cresceu em uma família muçulmana que odiava os cristãos. Mas as coisas começaram a mudar depois que sua tia se converteu ao cristianismo em 1999, enquanto estava refugiada na Albânia durante uma sangrenta guerra em seu país.

Ela compartilhou sua nova fé com Urim, que na época tinha apenas 15 anos e estudava no Ensino Médio em Pristina, capital do Kosovo.

“Era difícil ouvir e receber o que ela tinha a dizer. Sempre soubemos que os cristãos eram serpentes. As serpentes eram más. Não queria ser cristão”, ele disse à organização Global News Alliance.

No entanto, Urim ficou curioso e passou a pesquisar sobre o cristianismo, finalmente entregando sua vida a Jesus. “Quando eu me tornei cristão, meu pai não ficou feliz. Ele ficou revoltado no começo”, conta Urim.

“Mas com o tempo, eu orei e levei alguns livros para ele ler. Levei para ele a Bíblia. Ele leu a Bíblia e gradativamente se tornou cristão também. E o resto da família, meus irmãos, irmãs e todo mundo”, ele celebra.

Depois que toda sua família renunciou ao Islã, Urim se tornou pastor e implantou uma igreja em Malisevo, um município do distrito de Prizren. “Essa é a primeira igreja depois de 700 anos em Malisevo. É uma honra estar servindo a Deus aqui”, declara.

“Há desafios, há diferentes problemas, perseguições de todos os tipos”, disse ele, observando que 99% das pessoas que vivem em Malisevo são muçulmanas.  “Isso torna as coisas muito difíceis. Cristãos são perseguidos, talvez um em uma família inteira é cristão. Eles enfrentam problemas todos os dias”.

Diante das dificuldades enfrentadas pela igreja em Malisevo, o pastor Urim pede orações. “Como a primeira geração de cristãos, precisamos de suas orações para estarmos fortes para Cristo, terminar a corrida e ir até o fim”.