Anterior

ANTERIOR

Cristãos são obrigados a assinar documentos prometendo não orar na igreja em Mianmar

15/10/2018

Universo Cristão

Adolescente desiste de suicídio após ouvir a voz de Deus: `Quero que você me siga´

Luke Keller lutava com a depressão e pretendia se matar, mas teve a vida transformada após uma experiência com Deus

Fonte: Guia-me / com informações Portsmouth Daily Times | 11/04/2018 - 14:00
Adolescente desiste de suicídio após ouvir a voz de Deus: `Quero que você me siga´

O estudante Luke Keller estava prestes acabar com sua vida. Embora tivesse iniciado tratamento psicológico, ele estava tomado pela depressão e buscava solucionar seus problemas da maneira mais drástica.

Depois de voltar da escola, Luke foi cortar a grama do quintal a pedido de sua mãe — planejando em sua mente como poderia provocar a própria morte. No entanto, ele decidiu pela primeira vez se voltar para Deus.

“Eu disse: ‘Deus, se você é real, se você é o que as pessoas dizem, então me diga alguma coisa, porque hoje eu vou acabar com a minha vida. Eu preciso de você agora, se você é real’”, disse o rapaz ao site Portsmouth Daily Times.

Em poucos instantes, Luke ouviu uma voz que dizia: “Eu quero que você me siga”. “Eu estava cortando a grama e fiquei completamente confuso, porque eu não acreditava em Deus antes”, disse o adolescente.

Para ter certeza de que aquela era realmente a voz de Deus, Luke pediu para escutar a frase novamente. “Eu senti como se Ele tivesse dito de novo. Eu senti como se Ele dissesse: ‘eu quero que você me siga’”, ele conta.

A partir daquele momento, Luke entregou seu coração a Cristo e encontrou a cura. “A sensação era tão real que eu simplesmente caí de joelhos na grama e comecei a chorar. Passei por um ano de terapia e isso nunca ajudou. Mas daquele dia em diante, eu nunca mais tive um pensamento suicida”.

Barreiras no esporte

Desde então, Luke glorificar a Deus em tudo que fazia, incluindo sua atuação no futebol americano. Sua campanha pela equipe do Valley Football foi marcada por premiações e elogios. Depois de cada touchdown, o jovem se ajoelhava e apontava para o céu.

No entanto, nem todos aprovaram sua expressão de fé. Quando o Valley chegou à pós-temporada, Luke foi avisado de que sua comemoração de touchdown poderia penalizar o time.

“Se eles quisessem me impedir de glorificar a Deus e me expulsar do jogo, que me deixassem fora do jogo. Nada é comparado ao que Deus fez na minha vida”, declarou o rapaz.

Em um dos jogos, Luke voltou a agradecer a Deus após cada touchdown, mas sua equipe acabou sendo penalizada por oficiais do esporte. “Fiquei completamente arrasado. O que eu jogo é glorificar a Deus. Eu decidi que ia fazer isso, se fosse para ser expulso, eu seria. Eu nem estaria aqui agora se não fosse por Deus me salvar”, destaca.

No intervalo do jogo, Luke recebeu um bilhete de sua irmã, que dizia: “Seja paciente e deixe que Deus trabalhe”. Ele se lembrou de um versículo que havia lido antes da partida. “Tinha acabado de ler que Satanás iria nos atacar e senti que Satanás estava me atacando, mas Deus o fará fugir por sete caminhos”.

Luke retornou ao campo e marcou seu terceiro touchdown, mas desta vez não comemorou. Quando correu para a linha lateral em lágrimas, ele se surpreendeu. “Toda a torcida do Valley estava de joelhos, apontando para Deus. Eu fiquei impressionado. Acho que tinha umas sete mil pessoas nas arquibancadas e cada uma delas estava fazendo isso por mim”.