Anterior

ANTERIOR

Idosa é proibida de exibir versículo em sua porta ao invés de enfeites de Natal, nos EUA

15/12/2017

Universo Cristão

Muçulmana é curada após ter visão de Jesus em hospital no Oriente Médio

Ela estava com um câncer em fase terminal quando teve uma visão, enquanto recebia orações de missionárias que atuavam no hospital

Fonte: Guia-me / com informações de Bibles for Mideast | 13/06/2017 - 17:00
Muçulmana é curada após ter visão de Jesus em hospital no Oriente Médio

Seydath (nome fictício por razões de segurança) cresceu em uma pobre família muçulmana na Ásia Central, sofrendo abusos frequentes do padrasto.

Com apenas 13 anos, ela foi apresentada a um árabe idoso que tinha muitas riquezas no Oriente Médio. Mesmo sem desejar, ela foi entregue para se casar com o homem e se tornou sua quinta esposa, embora fosse mais jovem que seus netos.

Quatro anos mais tarde o idoso árabe morreu e Seydath foi forçada a se tornar serva das outras esposas e seus filhos. Conforme os anos passaram, ela suportou as situações mais difíceis em sua condição de vida.

Aos 40 anos, Seydath passou a sentir uma intensa dor nas costas e teve que pedir ajuda em um hospital da região. No entanto, o motivo de sua dor era mais grave do que se esperava — ela foi diagnosticada com câncer ósseo em fase terminal.

Seydath teve que ficar internada imediatamente, sem receber o apoio de nenhum membro de sua casa. Além das dores físicas, ela passou a ser atormentada por sonhos e visões de espíritos malignos que atacavam seu corpo, a deixando em estado de desespero.

Milagre no hospital

Certo dia, mulheres que atuam como voluntárias da organização missionária Bibles for Mideast estavam visitando alguns enfermos no hospital quando se depararam com Seydath, que estava em intenso estado de delírio.

A muçulmana ficou assustada quando viu as mulheres e passou a gritar com elas. Percebendo que havia uma força espiritual sobre a paciente, as mulheres se reuniram em torno de seu leito e começaram a orar.

Nesse instante, um anjo apareceu para Seydath e sorriu para ela, estendendo sua a mão para tocá-la. “Não se preocupe. Fique em paz. Você tem uma grande fonte de cura, o Senhor Jesus Cristo. Ele vai te curar por suas pisaduras. Confie em Jesus e acredite Nele”, disse o anjo docemente, desaparecendo em seguida.

Seydath sentiu uma paz sobrenatural e notou as mulheres que estavam orando, segurando suas Bíblias. Então ela perguntou: “Quem é esse Senhor Jesus, a grande fonte de cura?”.

As mulheres contaram a Seydath sobre Jesus Cristo, mas a muçulmana resistiu à mensagem, pois acreditava que Jesus era um profeta, não o Filho de Deus. “Eu não vou acreditar em seu Jesus porque eu não quero ir para o inferno como uma infiel. Eu só acredito em Alá e seu profeta Maomé”, disse ela.

Persistência

Um pouco mais tarde, um grupo de cristãos se reuniu em uma igreja doméstica e orou por Seydath toda a noite. No dia seguinte, os pastores Peter e James foram visitá-la no hospital e souberam que ela continuava sendo atormentada pelos espíritos malignos.

Os pastores explicaram um pouco mais sobre Jesus e também compartilharam seus testemunhos de conversão do Islã para o cristianismo. Seydath escutou com atenção, mas permaneceu em silêncio.

Instantes depois, Seydath recebeu uma oração dos pastores e adormeceu. Ela sonhou que Jesus estava tocando gentilmente seu corpo com as mãos perfuradas pelos cravos, pedindo para ela se levantar da cama e ser sua testemunha.

Os pastores ainda estavam orando quando Seydath acordou. Ela se levantou e com rapidez se ajoelhou ao lado da cama. “Eu creio em Jesus”, ela anunciou a eles. “Ele realmente foi crucificado, morreu e ressuscitou dos mortos por mim. De agora em diante, Ele é o meu Salvador”.

Seydath recebeu abrigo das mulheres da Bibles for Mideast no Oriente Médio e tem crescido nos estudos da Palavra de Deus. “Nunca em minha vida eu experimentei essa felicidade. Meu Senhor Jesus me encheu totalmente com grande alegria. Louvado seja o Seu nome!”