Anterior

ANTERIOR

Cristãos permanecem alertas após atentados na Nigéria

20/10/2017

Universo Cristão

Líderes de ministério de surdos enfrentam dificuldades na Ásia Central

Jovem cristã compartilha o sofrimento com a discriminação por serem surdos

Fonte: Portas Abertas | 19/05/2017 - 16:20
Líderes de ministério de surdos enfrentam dificuldades na Ásia Central

Ontem, contamos a história de uma família da Ásia Central que se converteu ao cristianismo. Sheeba*, que foi a primeira a ouvir sobre o evangelho, disse que sua família se tornou um exemplo para a comunidade de surdos daquela região. "Muitas pessoas sabiam que meus pais não eram boas pessoas, mas eles realmente mudaram bastante, de forma que muitos puderam reconhecer essa transformação", disse. Eles também tiveram uma experiência de cura entre seus familiares.

A jovem cristã compartilha que eles se tornaram líderes de uma grande comunidade cristã surda. "É muito bom ver que Deus está estabelecendo seu Reino através de pessoas ‘impotentes e invisíveis’ aos olhos da sociedade, pois somos discriminados por sermos surdos. Nós encontramos o verdadeiro amor e a esperança em Jesus. Ele é a nossa vida e tem sido uma honra servi-lo", declarou. A Portas Abertas tem colaborado para o crescimento desse trabalho na Ásia Central, oferecendo treinamento bíblico e ajuda financeira.

Atualmente, existem 100 famílias convertidas desde os últimos anos, sendo que 40 delas participam de cursos e reuniões regulares. "Eles estão ansiosos para aprender a nossa língua local e querem saber tudo sobre Deus. Durante essa viagem do ministério de presença, senti muito o amor dessa família, eles são puros e autênticos na fé em Jesus. É incrível ver Deus usando pessoas simples, surdas e mudas. Sinto-me honrado por ter conhecido cristãos tão ousados", disse um dos colaboradores.

Os pais de Sheeba são os principais líderes desse trabalho, e eles oferecem Bíblias e cursos de alfabetização para muitos recém-convertidos. Mas, atualmente, eles enfrentam alguns problemas. "Nossos irmãos realmente necessitam das nossas orações, nesse momento, para que possam continuar com o ministério. A família está passando por um tempo de lutas, nos ajudem a interceder por eles", pede o colaborador que não especifica o tipo de problema.

*Nome alterado por motivos de segurança