Anterior

ANTERIOR

Quarteto Gileade participa de Encontro Nacional de Quartetos Masculinos

25/05/2017

Universo Cristão

Viúva de missionário que recebeu 156 facadas perdoa assassinos

Em meio ao luto, a viúva lembra que Jesus colocou uma única frase em seu coração: `Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo´

Fonte: Guiame/ Com informações de The Christian Post | 17/05/2017 - 14:00
Viúva de missionário que recebeu 156 facadas perdoa assassinos

Poucos dias depois da morte de seu marido por extremistas islâmicos, a viúva do missionário impactou o mundo pelo seu ato de perdão.

O missionário alemão Tilmann Geske foi morto junto com dois turcos convertidos do islamismo num massacre dentro de uma editora bíblica em Malatya, na Turquia, em abril de 2007. Os três homens foram torturados e mutilados; Geske foi esfaqueado 156 vezes.

A matança foi cometida por cinco homens muçulmanos, que foram condenados à prisão perpétua pelos crimes no ano passado. Em entrevista ao site The Christian Post, a viúva Susanne Geske recordou os dias difíceis após a morte de seu marido.

“Tudo ficou vazio”, disse ??a mãe de três filhos, descrevendo a sensação do luto em seu coração.

No dia seguinte do enterro de Tilmann, muitos pastores foram até a casa da família para visitar Susanne. “Estava na minha sala sentada com pessoas que nunca vi antes. Então, alguém veio e me disse que a imprensa estava na porta para falar comigo. Eu disse: ‘De jeito nenhum! O que vou falar com eles?’”.

Nesse momento, um dos pastores disse à Susanne: “Você sabe, nós sempre queremos que o Evangelho seja pregado”. Depois de ouvir isso, novos pensamentos tomaram a viúva: “Isso foi como um interruptor que fez eu me mover. Eu pensei: ‘Tá, mas o que eu digo?’”, ela lembra.

“Eu fiz uma rápida oração e disse: ‘Você prometeu que quando a gente não soubesse o que dizer, você nos mostraria o que dizer’. Nesse instante, uma frase de Jesus tomou o coração de Susanne: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”.

Foi exatamente isso que ela disse à imprensa turca: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo”.

Obediência

Embora naquele momento o ato de perdão de Susanne tenha comovido as pessoas, ela confessa que o perdão, para ela, foi mais um ato de “obediência”.

“Jesus disse isso para mim, então eu fiz. Eu nem estava pensando nisso. Eu não tinha ideia do que eu estava fazendo. Eu só sabia que era algo bom de se fazer. Eu era apenas fui obediente”, lembra a viúva.

“Não havia nada no meu coração, nem amor, nem ódio — nada. Eu não consigo explicar isso. Eu acho que o Senhor queria que isso acontecesse e fez isso acontecer. Essa é a única explicação que eu tenho”, afirma Susanne.

Uma década depois da tragédia, Susanne conta que através dessa experiência, ela e seus filhos aprenderam que a Palavra de Deus é realmente verdadeira.

“Eu lembro de dizer para Deus: ‘Você permitiu que isso acontecesse, então por favor me ajude com os meus filhos. Agora é sua vez. Eu não posso fazer mais nada”, lembra  Susanne. “Ver que os meus três filhos estão realmente com o Senhor é um milagre para mim. Isso aconteceu por causa de todas as orações e por termos uma grande família pelo mundo todo”.