Anterior

ANTERIOR

Cristão é condenado à morte por suposta ´blasfêmia´ contra Maomé, no Paquistão

18/09/2017

Universo Cristão

Adolescente cristão foi degolado por extremistas islâmicos durante a páscoa no Egito

Seu pai afirmou que o ataque aconteceu por ele ser cristão

Fonte: Guia-me / com informações do Christian Today | 20/04/2017 - 11:40
Adolescente cristão foi degolado por extremistas islâmicos durante a páscoa no Egito

Um menino cristão egípcio foi encontrado morto na última quinta-feira (13). Ele foi assassinado por extremistas islâmicos que pretendiam intimidar os cristãos. De acordo com o site World Watch Monitor, Allam Bashay Gabriel encontrou seu filho de 16 anos, Gamal, com a garganta cortada e deitado em uma poça de sangue, na aldeia de Qai, no Alto Egito.

O assassinato ocorreu quatro dias depois que duas igrejas foram bombardeadas e no mesmo dia que três casas cristãs foram queimadas. Gabriel disse ao World Watch Monitor que ele suspeita que seu filho foi morto por membros do grupo do Estado Islâmico.

"A maneira como ele foi morto é exatamente do modo como os Daesh fazem, pois eles são os únicos que matam pessoas assim", disse ele. “Eles mataram meu filho por causa de sua fé em Jesus Cristo. É uma guerra contra os cristãos, e todas as pessoas honestas devem enfrentar os que estão travando esta guerra", alertou.

Antes da Páscoa

O primo de Gabriel, Samy, disse: "Eles atacaram Gamal e o mataram porque ele é cristão. Definitivamente esta foi uma mensagem deles antes da Páscoa, para nos intimidar", ressaltou.

Gabriel ainda contou ao World Watch Monitor que seu filho tinha ido a uma vila próxima a região para se encontrar com um tutor, mas não voltou para casa. "Tentei ligar para ele muitas vezes, mas seu celular estava desligado", disse ele.

“Eu estava muito preocupado com ele. Liguei para os meus parentes para verificar se tinham visto algum deles, bem como os seus amigos, mas nenhum deles sabia onde estava”, finalizou.