Anterior

ANTERIOR

Cristão é condenado à morte por suposta ´blasfêmia´ contra Maomé, no Paquistão

18/09/2017

Universo Cristão

Arqueólogos encontram evidências da existência do rei Salomão em Israel

Descoberta de um pedaço de esterco mostra que havia uma grande atividade no momento em que o rei Salomão estava construindo o Templo Sagrado

Fonte: Guiame/ Com informações de The Christian Post | 17/04/2017 - 12:00
Arqueólogos encontram evidências da existência do rei Salomão em Israel

Um pedaço de esterco datado há 3 mil anos, localizado por arqueólogos no Vale Timna, ao sul de Israel, poderia oferecer evidências sobre o rei bíblico Salomão e sua busca em construir o Templo Sagrado em Jerusalém.

Arqueólogos da Universidade de Tel Aviv começaram a escavar um campo de mineração em 2013 e, no ano seguinte, fizeram várias descobertas importantes, como as ruínas de estruturas e portões fortificados, conforme informou o canal americano History informou na semana passada.

Embora não entendessem seu significado logo de início, a equipe também descobriu um pedaço de esterco animal. Após os resultados da análise por radiocarbono, os pesquisadores notaram que o estrume provinha de burros e outros animais do século 10 a.C.

A descoberta do esterco sugere que uma atividade significativa estava ocorrendo naquele local, no momento em que o rei Salomão estava construindo o Templo Sagrado, conforme análise do National Geographic.

“De acordo com a Bíblia, o rei Salomão era conhecido por sua grande sabedoria, riqueza e projetos de construção, incluindo um templo em Jerusalém, ricamente decorado com objetos de ouro e bronze”, descreveu a revista. “Tal estrutura teria exigido grandes quantidades de metal de campos de mineração em algum lugar do Oriente Médio, mas as Escrituras são omissas quanto à sua localização."

Embora muitos historiadores tenham duvidado da existência do rei Salomão, a descoberta do estrume no campo de mineração mostra que houveram operações de grande escala para construir um templo naquele momento.

No total, foram descobertas mais de mil toneladas de escombros no local, que também sugerem que uma produção em escala industrial estava acontecendo.

Por enquanto, não há nenhuma evidência direta que vincule as operações de mineração no Vale Timna com o rei Salomão. No entanto, relatórios do Journal of Archaeological Science sugerem que uma sociedade complexa vivia na região.

De acordo com os arqueólogos e com base nos relatos bíblicos de Davi, os edomitas, que eram inimigos de Israel, poderiam ter vivido no local. Erez Ben-Yosef, pesquisador da Universidade de Tel Aviv, disse que as muralhas descobertas anteriormente sugerem que a região era um alvo militar na época.