Anterior

ANTERIOR

Ex-traficante de armas e drogas liberto

04/09/2017

Próximo

PRÓXIMA

Perseguição: missionários mortos e igrejas demolidas

05/09/2017

Mensageiro da Paz

Samoa declara-se país de orientação cristã

Mensageiro da Paz (setembro/ 2017)

05/09/2017 - 10:50

O primeiro-ministro de Samoa (Estado soberano da Polinésia na Oceania), Tuilaepa Sailele Malielegaoi (foto) divulgou que o Parlamento local aprovou uma lei que altera a Constituição, por conta disso, o país foi considerado oficialmente um Estado cristão. O premiê disse que o objetivo é evitar conflitos religiosos em Samoa. O temor de uma invasão do islã levou as autoridades samoanas a esta atitude. Entre os 49 representantes do Parlamento, 43 votaram a favor da proposta. As estatísticas dão conta de que 75% da população se declara evangélica e 23% católica. O país fez parte da Nova Zelândia até 1962.

Antes da decisão dos parlamentares, o primeiro artigo da sua Constituição anunciava que “Samoa é fundada em Deus”, mas a expressão abria precedentes para os demais grupos religiosos, pois termos similares também são usados pela Indonésia, majoritariamente islâmica. Após a decisão histórica no Parlamento, o artigo 1 do texto constitucional passou a estabelecer o seguinte “Samoa é uma nação cristã, fundada em Deus Pai, Filho e Espírito Santo”. Tal descrição não permite mais nenhuma brecha para demais interpretações de outros grupos religiosos, governo ou judiciário. O que chama atenção é que nem o Estado da Cidade do Vaticano, em sua Lei Fundamental, considerada a Constituição do Vaticano declara a cidade-Estado uma nação cristã 

  Para adquirir ou assinar!