Anterior

ANTERIOR

Aborto proibido em seis estados dos EUA

24/06/2019

Mensageiro da Paz

Casas tornam-se templos na Tanzânia

Mensageiro da Paz (Dezembro/2015)

07/12/2015 - 14:21

A destruição de três igrejas localizadas em Bukoba, na Tanzânia, levou a comunidade cristã da região a pedir ajuda ao ministério Portas Abertas. Os ataques aconteceram em outubro. Segundo os cristãos locais, esses ataques remetem aos incidentes ocorridos em 2013. Neste ano, foram divulgadas a destruição de 13 congregações e até hoje ninguém foi responsabilizado pelos crimes. “Eu compreendo o que esse povo está sentindo. No momento, devem estar se perguntando: ‘Será que as águas não vão mesmo nos afogar, e esse fogo já não consumiu nossas igrejas?’. E não os culpo pelas dúvidas e desânimo que sentem depois de tudo o que  passaram”, disse um analista do Portas Abertas.

Ele se encontrava no noroeste da Tanzânia e teve contato com missionários que estavam com os cristãos de Bukoba. “Alguns dos meus companheiros de equipe passaram um tempo com esses cristãos depois do incêndio e eles disseram que os danos realmente foram extensos. As pessoas perderam tudo. Os agressores são estratégicos porque seu objetivo é erradicar a Igreja da Tanzânia, o país que ocupa a 33ª posição na classifi cação dos mais perseguidos do mundo”.

O analista não viu outra alternativa senão unir a sua voz aos demais cristãos no sentido de conduzir ao Senhor todas as suas dúvidas e a dos demais cristãos neste conturbado ambiente. “Compreendi que Deus nem sempre evita que certas coisas aconteçam, mas Ele fortalece seus fi lhos em meio à fúria das águas e não deixa que o fogo venha consumir a sua fé”, revela. A destruição dos templos não esmoreceu a fé dos nativos, mas eles continuaram a se reunir para adoração. Desta vez, os cultos acontecem nas residências. Eles manifestaram o desejo de reconstruir os edifícios que foram queimados.

Mensageiro da Paz - Número 1567 - Novembro de 2015, CPAD


  Para adquirir ou assinar!