CPADNews

MAS espera resultado oficial para comemorar vitória

Luis Arce não irá comemorar a vitória até que o resultado oficial, embora as pesquisas de boca de urna mostrem ele eleito no 1º turno

Bolívia
MAS espera resultado oficial para comemorar vitória

O Movimento pelo Socialismo (MAS), partido do ex-presidente Evo Morales, aguarda o resultado oficial para comemorar a vitória de seu candidato Luis Arce nas eleições presidenciais realizadas ontem na Bolívia.

Marianela Paco, porta-voz da legenda, pediu aos correligionários que sejam pacientes antes de a vitória ser garantida na apuração.

Paco disse em entrevista coletiva realizada em La Paz que ainda existem "setores antidemocráticos" na Bolívia que "buscam a provocação", sem detalhar ao que se referia.

Arce não planeja comemorar uma vitória até que o resultado oficial seja anunciado, embora as pesquisas de boca de urna mostrem que ele será eleito já em primeiro turno, com mais de 50% dos votos.

A porta-voz do MAS também pediu à Organização dos Estados Americanos (OEA) que "reconsidere seu papel" e seja uma "garantia da democracia no continente, e não o contrário".

A OEA tem uma das missões de observação das eleições na Bolívia que deve divulgar um relatório sobre o pleito.

Argentina

Em outubro do ano passado, o país realizou uma eleição geral marcada por polêmica e que acabou anulada depois que a própria OEA denunciou uma manipulação do resultado para que o vencedor fosse - pelo quarto mandato consecutivo - o então presidente Evo Morales, que sempre negou ter cometido fraude.

Evo, que liderou a campanha do MAS desta vez na Argentina, onde está exilado, afirma ter sido forçado a sair do poder por um golpe de Estado.

Hoje, o ex-presidente Carlos Mesa, candidato da Comunidade Cidadã, que disputou com Arce o pleito de ontem, reconheceu o triunfo de seu adversário e já assumiu o papel de líder de oposição ao novo governo.

A presidente interina, Jeanine Áñez, também parabenizou o MAS e Arce, embora os resultados oficiais ainda estejam longe de ser concluídos.