Anterior

ANTERIOR

Poluição atmosférica de navios `alimenta´ tempestades elétricas, diz estudo

22/09/2017

Giro pelo Mundo

Dois adolescentes são detidos sob suspeita de cometer série de ataques com ácido em Londres

De acordo com a polícia, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas em uma série de ataques que podem estar ligados com episódios de roubos

Fonte: G1 | 14/07/2017 - 17:00
Dois adolescentes são detidos sob suspeita de cometer série de ataques com ácido em Londres

A polícia britânica prendeu dois adolescentes nesta sexta-feira (14) suspeitos de estarem envolvidos em uma série de pelo menos cinco ataques com ácido em Londres. Os crimes deixaram diversos feridos e foram cometidos em um intervalo de menos de 90 minutos.

Várias pessoas foram queimadas no rosto, e uma das vítimas teve ferimentos severos, segundo a agência Reuters.

Foram presos um adolescente de 15 anos e outro de 16, sob suspeita de cometerem os crimes. A polícia não divulgou a identidade dos acusados.

Os crimes foram cometidos nos bairros de Hackney, Stoke Newington e Islington. Os agentes envolvidos na investigação acreditam que cinco incidentes estão ligados e foram seguidos de episódios de roubo.

Em um dos ataques, um homem de 32 anos que viajava em uma motocicleta foi ferido no rosto depois que os dois o atacaram com uma substância corrosiva. Após a agressão, um deles fugiu levando a moto da vítima.

Incidência de ataques

A comissária da Polícia Metropolitana de Londres, Cressida Dick, afirmou que os ataques com ácido são relativamente raros, mas o número de incidentes é crescente na capital inglesa.

"Não quero que as pessoas achem que isso está acontecendo por toda Londres o tempo todo. Realmente não é isso, mas estamos preocupados porque os números parecem estar crescendo."

"Os ataques com ácido são completamente desumanos", completou. "O ácido pode causar ferimentos terríveis".

De acordo com a BBC, desde 2010, 1.800 ataques envolvendo fluídos corrosivos foram registrados em Londres. No ano passado, foram 458 registros, contra 261 em 2015.