Anterior

ANTERIOR

Edição Especial: Liderar reúne Líderes de Jovens de todo o país em SP

14/01/2016

Próximo

PRÓXIMA

Aborto: Antibíblico, antiético, ilógico e imoral

18/03/2016

Geração JC

Escola Bíblica Teen

Teen Ênfase em ensino e missões para os adolescentes em Jundiaí

18/03/2016 - 00:00

Assembleia de Deus de Jundiaí registrou um momento inédito em sua história: a realização da 1ª Escola Bíblica Teen, nos dias 25 a 30 de janeiro. Contrariando o estigma de que adolescentes não têm interesse para sentar e ouvir, o evento foi concebido para que, ao longo de seis noites, eles estivessem de Bíblia na mão, olhar focado no púlpito e ouvidos atentos à voz de Deus que ecoou por intermédio daqueles que ministraram. Os preletores do evento foram os pastores Esequias Soares, líder da igreja em Jundiaí; Ciro Zibordi, Jamiel Lopes, Jobson Gomes, Jaílson Marinho e Ezequias Gomes. A igreja já contava com eventos da mesma natureza voltados para crianças, jovens e obreiros. Restava contemplar os adolescentes com uma escola bíblica. A proposta foi apresentada pelo evangelista Cláudio Leandro Dourado, coordenador geral da Geração Eleita e, como já estava no coração do pastor Esequias Soares, líder da igreja, ficou evidente que Deus estava conduzindo este evento. 

A expressiva participação dos adolescentes, o engajamento exemplar dos líderes, a contribuição fundamental dos pais e responsáveis, o apoio indispensável dos dirigentes das congregações e pastores setoriais, foram fatores que, sem dúvida, contribuíram para o êxito desta primeira edição. Isso se deu porque houve unidade. “Quando estamos nesta sintonia, agradamos a Deus que nos faz prosperar em nossos projetos concebidos para sua glória”, avalia o coordenador Cláudio Dourado. A boa música esteve presente com a participação da Orquestra e Coral Teen que exaltaram ao Senhor com a dedicação e esmero que somente Ele é Digno. Todavia, a festa foi da Palavra servida em ensino com conteúdo teológico consistente, que respeitou as exigências da faixa etária, mas não os subestimou. Por isso, a Palavra de Deus foi sempre o ponto de partida e chegada para abordar os complexos temas da Escatologia, as nuances da Bibliologia e as questões de vida prática sobre como vencer a tentação, encarar as questões hormonais, utilizar a tecnologia com inteligência, preservar as amizades com qualquer pessoa sem perder a identidade cristã, entre outros temas. Em fevereiro, durante o período de carnaval, por ocasião da 26ª Conferência Missionária da Assembleia de Deus de Jundiaí, os adolescentes foram alvo de outro projeto inovador, que veio em boa hora para que eles também sejam conscientizados sobre a importância e urgência da evangelização nacional e transcultural. 

O pastor Esequias manifestou especial preocupação com o fato de uma parcela de adolescentes permanecer dispersa no Parque da Uva, ao invés de participar dos cultos no pavilhão central ao longo da conferência. Dessa forma, o objetivo do evento, que é a conscientização missionária, não alcançava este público. “Sempre tivemos a tradição da Conferência Infantil, que recebe centenas de crianças. Faltava-nos um enfoque nos adolescentes. Pela união de esforços, foi possível dar mais este passo”, afirma pastor Esequias. Em função disso, o coordenador geral dos adolescentes, evangelista Claudio Dourado, recebeu do pastor a incumbência de desenvolver um projeto que contemplasse os adolescentes. O resultado de esforços dos líderes da Geração Eleita em atendimento a uma orientação do pastor foi a formatação do projeto “Ação Missionária Adolescentes do Rei” (AMAR). 

O projeto Amar deu seu passo inaugural a partir da instalação de um auditório extra no estacionamento do Parque da Uva, com capacidade para 650 pessoas sentadas. Os adolescentes ouviram a exposição da Palavra de Deus com os seguintes palestrantes: missionária Diosi Santos, que tratou sobre como cumprir o ide atrelado a uma vocação profissional; pastor Edmar Pedrosa, que abordou a realização de missões urbanas; pastor Arnaldo Senna, detalhou o “Eu Ganho Mais Um”, projeto que é concebido e elaborado pela Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB); o pastor Wanderson Oliveira, mais conhecido como pastor Bisnaguinha, ministrou sobre como alcançar as tribos urbanas. Ao final do evento, houve quebrantamento, salvação e reconciliação de adolescentes: 16 vidas aceitaram Jesus ou retornaram aos caminhos do Pai. Houve ainda batismos no Espírito Santo. “Temos de agradecer ao Senhor pela sua misericórdia manifestada nessas ações que intentam a glória do seu Nome”, celebra Dourado. “Glorificamos a Deus pela vida de cada pessoa que agiu direta e indiretamente para o êxito deste projeto. Somente o Senhor pode recompensá-los”, conclui.

 Revista GeraçãoJC, Ano XVII - nº 111 - mar/abr 2016.

Acesse aqui o site da GeraçãoJC

Para adquirir a GeraçãoJC deste mês, clique aqui.