Colunistas

William Douglas

William Douglas

Maturidade para a escolha certa

Seg, 17/06/2013 por William Douglas

 

Uma orientação importante para qualquer tipo de sucesso, seja pessoal, espiritual, profissional, financeiro, familiar ou esportivo, é a necessidade de maturação. Não se consegue isso da noite para o dia. É preciso tempo e esforço. Entenda: ser “maduro”, aqui, não é sinônimo de ser “velho”, mas sim de ter experiências suficientes que lhe confiram sabedoria para agir e errar menos.

A experiência é adquirida com trabalho, com esforço contínuo. Entretanto, há profissionais que preferem a zona de conforto, que leva à ausência de riscos, mas também à ausência de maturidade e sucesso. Tornar-se um profissional maduro, bem sucedido, dá trabalho! O livro de Provérbios traz um bom exemplo: “Não havendo bois, o estábulo fica limpo, mas pela força do boi há abundância de colheita” (Provérbios 14.4). A escolha é sua. Trabalhar mais ou não. Ampliar a colheita ou não.

Se você tem uma fazenda e deseja crescer, vale a pena ter um boi. Você sabe que o animal vai dar trabalho. Você terá que cuidar dele, dar água, alimento, limpar a sujeira que ele faz. Terá mais o que fazer na fazenda. Em compensação, o boi vai te ajudar na seara, no seu trabalho e você terá uma colheita maior. Da mesma forma, você hoje pode ter uma fazenda e querer comprar um trator, que também vai dar trabalho. Mas, pense em como ele aumentará a sua produtividade!

Se você deseja melhorar a sua remuneração, além de trabalhar mais, há a opção de você se especializar mais. Seu trabalho terá mais valor agregado, você alcançará mais valor de mercado. Para que isso aconteça será necessário mais estudo, dedicação, empenho, humildade para aprender, dispêndio de recursos e de tempo. O esforço compensará lá na frente.

Aqui vai uma pergunta para sua reflexão: que tipo de profissional é você? É aquele que recusa o boi e o trator para não ter mais trabalho e, assim, recusa a colheita abundante? Você é aquele que não quer gastar dinheiro e tempo para se especializar mais? Ou você é alguém que tem coragem de bancar mais trabalho, ou mesmo de aperfeiçoar-se, a fim de ter uma colheita bem mais abundante ou um maior salário? A escolha é sua. Obviamente, existem as circunstâncias da vida que nos ajudam ou atrapalham. Mas, em qualquer situação que for, você sempre terá escolhas a fazer. Poderá olhar as circunstâncias e, se elas forem nebulosas, escolher sentar e chorar, ou ir ao encontro delas e enfrentá-las. A escolha é sua.

De um modo geral, se você crê em Deus, sabe que Ele quer que você viva uma vida feliz. Ele quer te fazer companhia em todos os momentos. Mas isso não quer dizer necessariamente que Ele vai ditar todos os caminhos que você tem que seguir. Nem sempre Ele dirá se você tem ou não que fazer determinado curso na faculdade. Ou se você precisa ficar onde está ou mudar de bairro ou cidade. Muitas pessoas desejam que Deus resolva todos os detalhes e diga com quem se casarão, que emprego terão, que curso estudarão... Não é assim que funciona... Deus não quer robôs, mas filhos! tem os seus próprios métodos e meios de agir em nossas vidas e também nos deixa livres para tomarmos nossas decisões. Aquilo que Ele pode e deseja fazer, Ele fará. Resta-nos cumprir a nossa parte; aquilo que Ele espera que nós façamos por nós mesmos e pelos outros.

Há situações que temos várias opções e a escolha dependerá de nós. Para escolhermos corretamente devemos saber fazer uma avaliação estratégica e atentarmos outra vez para o que diz a Bíblia: “Há caminho que ao homem parece direito, mas ao cabo dá em caminhos de morte” (Provérbios 14.12). Há escolhas que aparentemente levam ao bom resultado, mas o fim é ruim, é a morte. Não vale a pena.

Faça suas escolhas com responsabilidade e tenha a consciência de que você colherá aquilo que estiver plantando. Na sua jornada, pode ser que você, por algum motivo, faça escolhas erradas. Isso acontece a qualquer pessoa. Importante é reconhecer o erro, tentar corrigi-lo e seguir o caminho correto.

Meu desejo é que você plante bem, estude, se aprimore, escolha crescer na graça, no conhecimento e na vida profissional de acordo com os padrões de Deus, para que você tenha uma vida abundante de bons frutos no futuro!

2 comentários

Marcelo Faria

Excelente Texto. Concordo que na vida temos escolhas em tudo o que fazemos, porém se vai dar certo ou não, é um tiro no escuro, temos que arriscar embora tenhamos medo de correr riscos, porém existe aquele ditado que quem não arrisca, não petisca!

Elias Januário de Lima

Muito boa essa orientação!!! Na verdade na vida temos que fazer escolha, que com certeza ,trará consequências boas ou ruins.

Deixe seu comentário







Perfil

William Douglas é juiz federal titular da 4ª Vara Federal de Niterói (RJ), professor universitário, mestre em Direito, pós-graduado em Políticas Públicas e Governo; conferencista secular e evangélico, e colunista da revista “GeraçãoJC” (CPAD), assinando a coluna “Mercado de Trabalho”; autor do best-seller “Como passar em provas e concursos”, com mais de 175 mil exemplares vendidos, e membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Foi um dos preletores do Encontro GeraçãoJC, ministrando sobre o tema “Sucesso Pessoal e Profissional através da Bíblia” (em DVD, pela CPAD).

COLUNISTAS