15/02/2011 00:00

Parece, mas não é avivamento!

Projeção confirma crescimento dos evangélicos, mas...

Parece, mas não é avivamento!

Uma nova projeção realizada pela SEPAL confirma os estudos anteriores e reafirma o crescimento dos evangélicos no Brasil [1]. Mas, esperem aí. A notícia não é tão boa assim.

Luis André Bruneto, responsável pela estatística, diz que os evangélicos atingirão a marca de 57,4 milhões em 2011 e 109,3 milhões em 2020. Entretanto, ele afirma categoricamente que esse fenômeno não tem nada de avivamento. Ele acredita que o avivamento se reflete na conversão em massa das pessoas, mas também em profundas mudanças no pensamento da sociedade, direcionada pela influência dos cristãos redimidos.

Segundo o pesquisador os motivos para o crescimento dos evangélicos seriam outros: evangelismo aguerrido, adoção de regras menos rígidas; ampliação da visão da vida cristã para dentro da sociedade; a flexibilidade dos costumes e, por fim, o aumento da classe média. Bruneto pontua, ainda, que no sertão do nordeste os evangélicos raramente passam de 1% da população, e as razões são, primeiro, a forte presença da igreja católica; segundo, a dificuldade de evangelização no interior do nordeste e, terceiro, a falta de interesse das igrejas em evangelizar o povo carente; em virtude do retorno financeiro ser mínimo. Tem mais.

Bruneto também ressalta que a classe média deve dobrar nos próximos anos o que atrairá gente com "olho gordo" nessa fatia da população, ou seja, líderes materialistas com forte vocação para a teologia da prosperidade.

As ponderações do pesquisador são duras, mas não equivocadas. Ele aponta corretamente os erros por trás do ufanismo em torno do crescimento dos evangélicos do Brasil que, regra geral, tem mais a ver com fatores econômicos do que especificamente com verdadeiro avivamento. Isso porque, avivamento não é somente o crescimento numérico dos cristãos; mas sim a mudança de vida proporcionada pela nova vida em Cristo. Como disse Ashbel Green Simontom: Avivamento é o sopro de Deus para tirar a poeira que foi acumulada no decurso dos anos sobre nossa vida espiritual.

O avivamento é caracterizado por uma nova dimensão espiritual com base naquilo que é celestial e eterno; que gera uma profunda disposição para ganhar almas.

Ao falar sobre avivamento recordo-me de Heróis da Fé de Orlando Boyer. Ao “viajar” pelo livro é quase impossível que alguém não seja contagiado pelos relatos e emocionado pelos acontecimentos na vida daqueles homens de Deus. As lágrimas dificilmente são contidas ao vislumbrar o avivamento espiritual iniciado por aqueles servos extraordinários que incendiaram o mundo com a mensagem da cruz.

Esses personagens tinham uma profunda comunhão com Deus e durante o decorrer de suas vidas lutaram na batalha espiritual por meio da oração, propagação do evangelho e uma firme convicção de fé Naquele que lhes havia chamado das trevas para a luz. Suas vidas tornaram-se instrumentos poderosos; traziam nas mãos a palavra, nos ombros a cruz e no coração o desejo ardente de pregar a Cristo.

Dentre eles: Lutero “O reformador”, João Bunyan “Sonhador Imortal”, Jônatas Edwards “Grande despertador”, João Wesley “Tocha tirada do fogo”, Charles Spurgeon “O príncipe dos pregadores”, Moody “Célebre ganhador de almas”. Cristãos que marcaram a história secular e eclesiástica com avivamentos espirituais que transformaram vidas, famílias, igrejas, cidades e até mesmo nações, embasados e dirigidos pelo Espírito Santo de Deus.

Ao contrário dos avivamentos do passado, atualmente a igreja passa por um período de movimentos; caracterizado por um pensamento homogêneo que invade sorrateiramente a Igreja de Cristo. Sãos movimentos que nascem do nada, ficam pelo nada e nada produzem de bom. Alguns somem rapidamente, outros, no entanto, perduram por tempos. Avivamentos verdadeiro transformam vidas e afetam positivamente a sociedade.

É isto o que temos visto no Brasil, ou algo parecido?

Notas:

[1] Christian Post

7 comentário
Facebook Compartilhe

COMENTÁRIOS

  • De: pb. jose antonio

    Comentario: pb.valmir. apaz em cristo de grande importancia este comentario.atual isto é uma realidade do evangelho que está sendo anunciado. deus tem homens de visão para falar sua verdade.
  • De: Valmir Nascimento

    Comentario: Judson, Obrigado pelo comentário, mas não foi publicado nenhuma foto.
  • De: eliana

    Comentario: Gostei muito dessa pesquisa,pois só veio confirmar o que temos visto com o passar dos tempos,que cada dia tem aparecido muitos lobos em pele de cordeiro para iludribia as pessoas que querem receber bençõas, mas não querem o Dono Das Bençãos. E assim vai surgindo muitos que se dizem preoculpados com a obra, mas que na verdade estão intessados em prosperidade materias.
  • De: Danielison de Oliveira -

    Comentario: Excelente pesquisa,realmente o povo está apenas acomodado,a situação melhora,prospera,tem se o carro,a casa o bem que queria aí já não se busca mais a Deus e fica por isso mesmo,criando uma geração de cristãos fracos na fé e sem interesse pelas almas,como foi citado no texto a situação do nordeste,se não há retorno,então não há interesse. Está explicado o fenômeno desse monte de artistas'gospel',atores,cantores e até lutadores(risos),enfim,pessoas sem transformação nenhuma
  • De: Walter Bernardino Lemos

    Comentario: O pesquisador está coberto de razão. Enquanto os evangélicos aumentam em número perdem em qualidade. Um dos indicadores da perda de qualidade, que é na verdade somente a ponta do iceberg, está o distanciamento da verdade bíblica que faz clara distinção entre o igreja e o mundo. Hoje, muitos dos que se dizem evangélicos, mal conhecem a Bíblia por não amá-la e, embalados pela falácia da contextualização mal aplicada, desprezam suas exortações, em especial as neo-testamentárias.
  • De: Eliza Nunes

    Comentario: E Henrique Martyn, "Luz inteiramente gasta por Deus". É de qualidade que a igreja precisa, e não de quantidade. As pessoas entram na igreja mas não entendem o verdadeiro sentido do Evangelho porque este não lhes é ensinado.
  • De: Judson Brito

    Comentario: ótima matéria para o despertamento dos nossos líderes! só ressalto o fato de não terem publicado a foto do Christian Post que é da AD de Belém do Pará, será que os editores estão caindo no mesmo erro do qual que a matéria fala? Fiquem na Paz do SENHOR

COMENTE





COLUNISTAS

Fechar RECEBA INFORMATIVO
teste