Colunistas

Pr. José Wellington

Pr. José Wellington

Deus ainda continua falando. Você consegue ouvir a Sua voz?

Sex, 25/09/2015 por José Wellington

No Éden, Deus falava com Adão até quando este pecou. Deus falou com Noé orientando-o para salvar-se e também falou com Abraão. Sua Palavra começou a se tornar rara no período dos juízes (1Sm 3.1 – NVI). Na época, eles tinham certamente bons teólogos e hermeneutas, ouviam a voz dos homens, mas Deus raramente falava.

A passividade do sumo sacerdote Eli, a sua tolerância com o pecado, teve grande influência na vida do povo de Deus. O nível moral estava baixo, os filhos de Eli usavam garfos grandes para retirar o melhor do sacrifício para eles; havia até quem se prostituísse com mulheres na porta da Tenda. O nível espiritual de forma geral caiu assustadoramente. A Palavra de Deus era substituída por falácias dos homens.

Há muita semelhança com o comportamento de alguns em nossos dias. Profissionais de púlpitos se esmeram no sensacionalismo, estão usando até a parapsicologia, regressão, quebra de maldição e outros artifícios para iludir o povo, já que Deus não mais se manifesta no meio deles e, por não terem a autoridade da Palavra de Deus, não conseguem mais expulsar demônios: estão amarrando.

Quando Deus não fala, o povo se corrompe e as consequências são desastrosas. Não há alegria, progresso, crescimento, poder, manifestação da glória divina; os cultos são mornos e até frios, não há glorificação, o povo fica em silêncio. Queremos ouvir a voz dAquele que mandou o mar se aquietar e o vento se acalmar! Desejamos ouvir a voz que chamou Lázaro do mundo dos mortos! A voz que repreende tempestades, que cura enfermos. Queremos ouvi-la hoje! Quando Deus não fala, o povo se desvia, o pecado avassala a igreja. Sem ouvirmos Sua voz, o Diabo engana obreiros e crentes tornam-se mundanos e avarentos. Se Deus não falar, não teremos mensagens para a Igreja, falece a nossa esperança, a vida se torna insuportável, as famílias não se entendem, o ministério torna-se meramente acadêmico. Peçamos a Deus que Ele continue falando conosco, seja do meio da sarça ou do meio da nuvem, mas precisamos ouvir a Sua voz.

Quando Deus fala, a igreja envia missionários (At 13.2); os diáconos se tornam fagulhas de fogo nas mãos de Deus, vão pregar em Gaza ou mesmo em Samaria; os pastores atravessam a Macedônia e, se necessário, pregam na Ilha de Malta; e não precisamos usar a baleia como transporte: voamos nas asas do Espírito Santo. Quando Deus fala, os pecados encobertos são revelados, os que tentam mentir ao Espírito Santo morrem. Deus está falando! Ouça o que o Espírito Santo diz as igrejas!

Alguns estão se especializando em querer ouvir somente o que lhes agrada, e quando Deus fala mais forte, se escondem da Sua palavra. Muitos já têm o seu pregador predileto, só ouvem o que alimenta a sua vaidade ou apoia a sua vida desobediente. Quando a mensagem lhes agrada, eles dizem: “Deus está falando comigo!”. Mas, se for uma exortação: “Deus está falando com você!”. Meu irmão, ouça a voz de Deus!

7 comentários

Redação CPADNews

Pastor Alex Santos, a Paz do Senhor Jesus! Os artigos do Pr. José Wellington publicados no CPADNews podem ser reproduzidos, sim, contanto que seja mencionada a fonte: Artigo publicado no site cpadnews.com.br, em 25/09/2015, seção Coluna do Pr. José Wellington.

PASTOR ALEX SANTOS 1º SECRETARIO CONADEC - CEARA

Ótimo texto! Retrata muito bem a realidade de nossos dias. Infelizmente, nossa geração enfrenta estes problemas que precisam ser superados pela fé. Gostaria da autorização de Vossas Senhorias para publicar este texto na nossa Convenção Estadual aqui no Ceará - Ministério Templo Central. Podemos publicar?

Lucas de Andrade Quirino

Excelente artigo Pr. José Wellington!!! Realmente precisamos ouvir a voz do Senhor; e que nas Assembleias de Deus a voz do Todo Poderoso tenha total espaço para se propagar, e que a voz dos falsos mestres sejam cessadas.

Sérgio Luís

Pr.Wellington, a paz do Senhor. Muitíssimo contemporâneo este texto. Vivemos tempos difíceis,em que homens julgando-se “profundos conhecedores" da palavra de Deus,trazem aos nossos púlpitos um “novo" evangelho que agrada e engoda à muitos. Oremos e estejamos com os ouvidos atentos à voz do Senhor e diremos: “Fala Senhor que o teu servo ouve"(I Sm.3.10.)

Sidnei

Não tenho palavras para descrever o quanto este artigo me ajudou! Deus não mudou, nós é que mudamos. Deus o abençoe em nome de Jesus.

KLÉCIO SARAIVA

Paz do senhor, Pastor! Se muitos pregassem a palavra de Deus como deve ser pregada, o mundo seria outro. O problema, é que muitos estão envolvidos com este mundo tão cruel, deixando seus prazeres invadir suas mentes. Deus tenha misericórdia do seu povo. Parabéns, excelente artigo.

Isaías Borges

Obrigado pelo exclarecimento da palavra de Deus , realmente estamos vivenciando isso, precisamos procurar e a buscar sem medida a ouvir a voz do Senhor.

Deixe seu comentário







Perfil

José Wellington é presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), presidente da Convenção Fraternal e Interestadual das Assembleias de Deus do Ministério do Belém no Estado de São Paulo (Confradesp), membro da diretoria do Comitê Mundial das Assembleias de Deus e do Comitê Mundial Pentecostal, e autor do livro “Como ter um ministério bem-sucedido”, título da CPAD.

COLUNISTAS