Colunistas

Pr. Douglas Baptista

Pr. Douglas Baptista

Carnaval: a festa da carne

Sab, 10/02/2018 por

“os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito” (Rm. 8.5).

 

O carnaval é uma festa popular que quase sempre inclui folias, bailes, fantasias, desfiles, músicas, sensualidade, bebidas alcoólicas e até drogas ilícitas. As comemorações acontecem oficialmente em três dias, do domingo à terça-feira. E, no Brasil, o "sábado de carnaval" também é dia de festa, sem falar nas diversas folias pré-carnavalescas e nas micaretas e carnavais fora de época.

A palavra carnaval deriva da expressão latina “carne levare”, que significa abstenção da carne. O termo remonta aos séculos XI e XII para designar a véspera da quarta-feira de cinzas. Os teóricos explicam a expressão a partir dos termos do latim tardio “carne vale”, isto é, despedida da carne; o que indica que no carnaval o consumo da carne é permitido até que se inicie o jejum quaresmal que antecede a páscoa.

A origem da festa é incerta. No entanto, o carnaval é associado às celebrações da Roma antiga, como as festas libertinas em homenagem aos deuses mitológicos Baco e Saturno. Baco de origem grega é conhecido como Dionísio responsável pela fertilidade. Era também o deus do vinho e da embriaguez. As famosas bacanais eram festas de muito vinho, erotismo, orgias e alegria descabida.

Outro elemento associado ao carnaval é o deus “Momo” da mitologia grega. Ele morava no Olimpo junto aos deuses, porém sempre rindo dos outros, Zeus o expulsou e o condenou a perambular pela terra. Essa figura mitológica foi incorporada pelos gregos e romanos em suas comemorações, principalmente as que envolviam irreverência e desinibição.

Na Grécia, nos séculos V ou IV a.C, os primeiros reis Momos desfilavam em festas de orgia. O escolhido era alguém obeso e extrovertido. Já nas bacanais romanas, o Rei Momo era escolhido entre os soldados mais belos do Exército. O escolhido desfrutava de todas as regalias durante a festa. Terminada a folia, ele era levado ao altar do deus Saturno para ser sacrificado. No carnaval moderno o “Rei Momo” recebe as “chaves” da cidade para comandar os foliões.

O carnaval também é regado de bebida alcoólica e erotismo. Na Mitologia, o deus Baco que também é conhecido como Dionísio, foi convocado por Zeus para viver na terra e ensinou o homem a cultivar os vinhedos. Tornou-se o deus do vinho e da embriaguez. Era responsável pelo patrocínio das festas e das comemorações regadas com bebidas e luxúria. No mundo grego e romano, os Bacanais eram festas de orgias em sua honra.

Devido à popularidade da festa, no século XV o Papa Paulo II oficializou o carnaval no calendário católico. O evento passou a marcar a data que antecede a abstinência de carne e as penitências requeridas pela quaresma. Deste modo nos dias de carnaval a "carne" está liberada. Assim, durante a festa, o fiel católico pode esbaldar-se e praticar todas as obras da carne. Porém, depois, precisa iniciar o período quaresmal (jejum de carne na quarta-feira de cinzas e sexta-feira santa) e penitência nos demais dias a fim de purificar-se para a celebração da páscoa.

Lamentavelmente, o carnaval é a sobrevivência de práticas pagãs. É a manifestação clara das obras da carne descritas e condenadas pela Palavra de Deus: adultério, prostituição, impureza, lascívia... bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes. Paulo declara que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus (Gl 5.19-21).

Pense nisso!

Douglas Roberto de Almeida Baptista

PS: Publicado originalmente no portal CPADNews em 10/02/2015

11 comentários

LUCAS MENDES SANTIAGO

Este artigo nos traz a origem, a história e os propósitos do carnaval. Uma reflexão muito importante para os cristãos de hoje, que vivem nos tempos do relativismo e da permissividade, tempos que acontecem, de forma acelerada, a depravação moral da sociedade e a perca dos valores e da ética cristã. Que Deus tenha misericórdia de nós e proteja nossos filhos destas tentações. Obrigado Pr. Douglas por nos proporcionar esse importante aprendizado.

Everaldo

Parabéns pastor Douglas por essa ênfase, pois nos dias atuais está ficando difícil, pois a igreja está sendo muito permissiva, pois desconhece o verdadeiro sentido do carnaval, e por causa dessa aceitação de coisas mundanas, que o povo está sofrendo, pois a Bíblia relata “o meu povo padece por falta de conhecimento”. Está festa tem destruído muitos lares e famílias.

Denise Rodrigues de Amori

Excelente artigo Pastor Douglas, bem esclarecedor sobre uma festa pagã que só traz prejuízo para humanidade que caminha sem rumo e noção dos males que essa festa provoca. Dessa forma já doutrina suas crianças nesse triste caminho. Meu esposo e eu passamos em uma rua na terça-feira de tarde e vimos uma festa que era organizada para as famílias levarem as suas crianças. Observamos aquela prática com tristeza. O pior é saber que as pessoas que doutrinam as crianças para o que é mau, f

Denise Rodrigues de Amori

Mais entusiasmo do que aqueles que deveriam lhes doutrinar para o que é bom e agradável ao Senhor.

Denise Rodrigues de Amori

Excelente artigo Pastor Douglas, bem esclarecedor sobre uma festa pagã que só traz prejuízo para humanidade que caminha sem rumo e noção dos males que essa festa provoca. Dessa forma já doutrina suas crianças nesse triste caminho. Meu esposo e eu passamos em uma rua na terça-feira de tarde e vimos uma festa que era organizada para as famílias levarem as suas crianças. Observamos aquela prática com tristeza. O pior é saber que as pessoas que doutrinam as crianças para o que é mau, f

Emanuel Oliveira

Parabéns Pr Douglas pela postagem!O que podemos ver no período de carnaval é o aumento de mortes, estupro,acidentes de trânsito, transmissão da AIDS e outras doenças,o aumento do uso de drogas licitas e ilícitas,todo tipo de devassidão. E ainda podemos ver celebridades evangélicas desfilando e participando desta festa carnal,devemos buscar santificação como escreveu o Ap Pedro. "Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem," 1 Pedro

Antônio Barbosa Ramos

Muito boa esta reflexão.Que o sr esplanor com muita firmeza pastor Douglas.Sebemos que muitos supostamente chamado cristão infelizmente participam dessa festa que só trás prejuízos para a sociedade,inclusive para os estados e para o brasil principalmente na área da segurança e da saúde.parabéns pastor Douglas,é isso que precisamos para despertamos de uma cegueira espiritual que vem infelizmente a tingindo muitos lideres religiosos.Que Deus nos protejam desta festa pagão.

BENEDITO ROGÉRIO DA SILV

FESTA PAGÃ REGADA DOS MANJARES DE SATANÁS E PATROCINADA C/ O ERÁRIO QUE FALTA NA SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA. PESQUISAS MOSTRAM QUE AS CONSEQUÊNCIAS DOS QUATRO DIAS DE LUXÚRIA SÃO INÚMERAS, TAIS COMO: AUMENTO DE MORTES NAS ESTRADAS, ADULTÉRIO E SEPARAÇÃO, PROLIFERAÇÃO DAS DOENÇAS VENÉREAS, GRAVIDEZ INDESEJADA E CONSEQUENTEMENTE O ABORTO, CONSUMO DE DROGAS E OUTRAS TANTAS MAZELAS. É EXATAMENTE O QUE PAULO ESCREVEU AOS ROMANOS 1.24-32. DEUS NOS LIVRE E GUARDE. 2018 ANO DE VI

Ézio de Souza

maravilhosa reflexão! ver essa explanação á luz das mitologias traz uma nova visão. essa ideia da "carne vale" tem até a conotação de que tudo é valido. com certeza todos os prazeres da carne são praticados, até porque tudo é válido, desde que realizado com prazer. também é de se observar como existe certa influência das escolas, universidades e famílias incentivando todos a praticarem as obras da carne, contanto que se previnem!

Carlos Matheus

Parabéns por essa bela explanação Pr. Douglas. Mais uma vez o senhor conseguiu, com este artigo, elucidar e informar o que é o Carnaval. Infelizmente muitos “ditos” cristãos participam desta festa com a “desculpa” que Deus só importa com os nossos corações. Todavia, sabemos que isso é um desvio de conduta cristã, pois como é Santo Aquele que nos chamou, devemos ser santos como Ele

Pastor Lúcio Araújo

Recentemente Fernanda Brum em cima de um trio disse que o samba pertence a Deus, usando a frase que o diabo nao tem nada, na bíblia dela não tem o texto em 1 João 5:19 que diz que o mundo jaz do maligno, e com isso arrasta muitos seguidores, mais Deus e e Fiel para cumprir a sua palavra, que aquele que perseverar até o fim será salvo. Deus o abençoe pastor Douglas.

Deixe seu comentário







Perfil

Douglas Baptista é pastor, líder da Assembleia de Deus de Missão do Distrito Federal, doutor em Teologia Sistemática, mestre em Teologia do Novo Testamento, pós-graduado em Docência do Ensino Superior e Bibliologia, e licenciado em Educação Religiosa e Filosofia; presidente da Sociedade Brasileira de Teologia Cristã Evangélica, do Conselho de Educação e Cultura da CGADB e da Ordem dos Capelães Evangélicos do Brasil; e segundo-vice-presidente da Convenção dos Ministros Evangélicos das ADs de Brasília e Goiás, além de diretor geral do Instituto Brasileiro de Teologia e Ciências Humanas.

COLUNISTAS