Colunistas

Pr. Douglas Baptista

Pr. Douglas Baptista

Natal: nasceu Jesus o Salvador, Cristo e Senhor

Qui, 18/12/2014 por

As Escrituras registram que o nascimento de Jesus foi anunciado por um anjo aos pastores no campo como sendo uma “boa nova de grande alegria” (Lc 2.10).

O anjo mensageiro da boa nova não é identificado no texto lucano. Porém pelo contexto infere-se que seja Gabriel. Ele fora o portador de importantes anúncios anteriores.

Ao sacerdote Zacarias, junto ao altar do incenso no Templo, Gabriel anunciara o nascimento de João Batista (Lc 1.11,19).

À Maria, em Nazaré na Galiléia, Gabriel avisou que a Virgem daria à luz um filho ao qual deveria por o nome de Jesus. (Lc 1.26, 31).

O anjo também visitou a José. O noivo de Maria planejou deixá-la secretamente (Mt 1.19). Para impedir a execução desta ideia o anjo (Gabriel ?) apareceu a José em sonhos (Mt 1.20). O anjo explicou-lhe o plano divino e ratificou que o nome do menino seria Jesus (Mt 1.20,21).

O nome do menino indicava a importância de seu nascimento. O nome hebraico é “Yehoshua” cuja transliteração para o grego é “Iesous” e em português “Jesus” que significa “Salvador”. As palavras do anjo a José foram literalmente: “Ele salvará o seu povo dos seus pecados” (Mt 1.21b).

Após estes eventos, Gabriel anuncia aos pastores o nascimento do menino Jesus (Lc 2.10,11). Nesta ocasião a mensagem é testemunhada por uma milícia celestial que entoa: “Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens” (Lc 2.14).

O coro angelical exultava de alegria pelo cumprimento das profecias messiânicas: “Na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor” (Lc 2.11).

Na mensagem o anjo anuncia a tríade de títulos do menino que acabara de nascer em Belém: “Salvador”, “Cristo” e “Senhor”. Tais referências são objeto de nossa reflexão.

1. Salvador: Lucas se refere a Jesus como Salvador em seu Evangelho e também em Atos dos Apóstolos (Lc. 2.11, At 5.31, 13.23). O Evangelista João também menciona Jesus como Salvador (Jo 4.42). As outras referências a Jesus como Salvador ocorrem nas Epístolas Paulinas e nas Epístolas Gerais (Ef 5.23; Fp 3.20; 1Tm 1.1, 2.3, 4.10; 2Tm 1.10; Tt 1.3,4; 2.10,13; 3.4,6; 2Pe 1.1,11; 2.20; 3.2,18; 1Jo 4.14; Jd 1.25).

2. Cristo: A expressão “Cristo” é tradução grega de “Christós” que tem origem na palavra hebraica “Mashiah” que foi transliterada para o português como “Messias”. Ambos os termos querem dizer “Ungido”. Este termo é um título messiânico. Indica o enviado de Deus para ser o Libertador de seu povo. No Novo Testamento este título aparece nada menos de quinhentas e sessenta e nove vezes.

3. Senhor: Em Lucas esse é o principal e o mais comum título de Jesus. O termo é derivado da palavra grega “Kyrios” que é utilizada tanto para Deus como para Jesus. Na anunciação do anjo o título deve ser entendido como a encarnação do verbo, isto é, Deus se fez carne (Jo 1.14). Esta doutrina também é enfatizada por Paulo na confissão “Jesus é o Senhor” (1Co 12.3; Rm 10.9).

Diante do exposto, temos o verdadeiro significado do Natal: o nascimento de Jesus. Exultemos pois tal qual o coro angelical. Celebremos, hoje e a cada dia, o nascimento de Jesus Cristo nosso Salvador e Senhor!

Feliz e Abençoado Natal!

 

Douglas Roberto de Almeida Baptista

13 comentários

PR.DANIEL DE JESUS

paz do senhor desculpe a demora,quero agrade-lo pelo esclarecimento e espero que o amado post sempre belos estudo. Deus muito vos abençoe

Carlos Matheus

Parabéns pelo excelente texto Pr. Douglas. É notório que o verdadeiro sentido do natal foi subvertido por muitos, mas Graças a Deus que o Sr. nos esclarece mais esta verdade.

ANDRÉ LUIZ e FML

O Natal chegou! Natal tempo de reflexão, tempo de agradecer a Jesus, pelo seu renascimento, pela oportunidade de poder recomeçar. Aproveitar o que foi produtivo, o que nos fez sorrir, o que nos fez chorar, mas sobretudo aquilo que nos fez crescer, pois só passando por adversidades é que entendemos os verdadeiros propósitos de Deus para conosco. Em nome de minha família, desejo-lhes um feliz natal, cheio de paz, de amor, de realizações.

Paulo Cesar Guisso

Tendo o entendimento apresentado no seu artigo certamente celebraremos da maneira correta o Natal. Entendo que todo aquele que não tem o entendimento das verdades e dos significados apresentados está meramente envolvido em comemorações mundanas onde o mais importante é a troca de presentes, a árvore enfeitada e as comidas típicas do dia 24 Dez. e desta forma o real motivo sequer é lembrado.

JOSE CARLOS ALVES DA SILV

O maio amor do mundo o amor de Deus para com os homens, mesmo em queda (pecado) não mediu esforços para resgatar aqueles que se havia perdido! hoje podemos dizer com confiança que a graça nos alcançou. Que a cada dia o “Mashiah” se faça presente em nossas vidas! Feliz a todos e possamos conclamar: “Glória a Deus nas alturas, Paz na terra, boa vontade para com os homens” (Lc 2.14).

jose domingos

Bom sabemos que CRISTO, nasceu disso temos certeza, a biblia nos da toda a trajetória como o amado professor citou no artigo desenvolvido, agora a mesma não fala em que data aconteceu o ocorrido. Se pegarmos o nascimento de JESUS pelo calendário deles vamos ver que no més dezembro aqui la esta muito frio. E quando o anjo ano ciou, as boa novas os pastores guardava o rebanho e em dezembro os mesmo não ficava no campo por causa que era muito gelado que nem as criação a aguentava.

Sergiano reis

Muito bom pastor. Alegrou minha alma! Deus abençoe!!

Roberson Constâncio

A Paz do Senhor Jesus , Pr. Douglas ! Parabéns pelo seu artigo ; pois é de suma importância obtermos o conhecimento do significado do nascimento de Jesus , onde através dele , iniciou-se o plano magnífico de Deus , em resgatar o homem do poder de satanás , e trazê-lo novamente para a comunhão divina , por meio do Senhor Jesus . Que Deus continue abençoando a sua vida , lhe concedendo bençãos sem medida , e desejo que o ano de 2015 seja repleto de conquistas em sua vida , para a glóri

Roberson Constâncio

A Paz do Senhor Pr. Douglas ! , gostei muito da forma como expôs o real significado do natal , ou seja , porque razão Jesus nasceu e veio habitar entre nós , os seres humanos ; pois infelizmente nessa época do ano , muitos se esquecem dessa sublime verdade , enquanto que outros ainda não possuem o conhecimento da mesma . Desejo e orarei á Deus , para que o seu ministério cresça a cada dia e que em 2015 , seja mais um ano de grandes conquistas para a sua vida ! Deus o abençoe!

Douglas Baptista

CAROS IRMÃOS. Grato pelos comentários. Como está na última frase desta postagem: "Celebremos, hoje e a cada dia, o nascimento de Jesus Cristo nosso Salvador e Senhor". FELIZ NATAL!

Carlos Roberto Silva, Pr.

Parabéns pelo excelente artigo. Glória a Deus nas alturas! Estarei reverberando no Point Rhema para conhecimento também dos meus leitores!

JANE DENISE S F DE OLIVEI

Na minha visão Jesus nasce a cada dia a cada instante em meu coração. Ele reina em minha vida por isto comemorar o seu dia 25 de dez ´é pouco por tudo que Ele é.

RUBILAR D DIAS

Obrigado Pr Douglas, pelos esclarecimentos que Deus tem nos dado através do senhor. Que o Espírito Santo de Deus, nos ajude a não esquecermos o verdadeiro sentido do Natal e a real comemoração que deve haver neste dia, o nascimento do Unigênito de Deus e a de agradecer a Deus, pelo nascimento de Jesus.

Deixe seu comentário







Perfil

Douglas Baptista é pastor, líder da Assembleia de Deus de Missão do Distrito Federal, doutor em Teologia Sistemática, mestre em Teologia do Novo Testamento, pós-graduado em Docência do Ensino Superior e Bibliologia, e licenciado em Educação Religiosa e Filosofia; presidente da Sociedade Brasileira de Teologia Cristã Evangélica, do Conselho de Educação e Cultura da CGADB e da Ordem dos Capelães Evangélicos do Brasil; e segundo-vice-presidente da Convenção dos Ministros Evangélicos das ADs de Brasília e Goiás, além de diretor geral do Instituto Brasileiro de Teologia e Ciências Humanas.

COLUNISTAS