23/09/2011 11:44

A Escola Dominical e a formação de leitores funcionais (2ª parte)

Dando prosseguimento ao nosso assunto, vejamos agora um pouco sobre os benefícios da leitura funcional.

Vários são os benefícios da leitura funcional: disciplina o espírito; recreia a mente; aperfeiçoa a fluência verbal; abre novos horizontes. Atentemos para cada um desses benefícios.

1) Disciplina o espírito.  A leitura funcional pressupõe, automaticamente, um espírito disciplinado, pois somente este tem condições de, em contato com o livro, extrair-lhe a essência. É um exercício de abstração, lógica e verbalização.

Escreve Richard Steele: “A leitura é para a inteligência o que o exercício é para o corpo”.

2) Recreia a mente. O contato com um bom livro não traz apenas cultura, mas recreia a mente, levando-a a lugares onde jamais poderíamos estar fisicamente. Nenhuma invenção será capaz de substituir o prazer que uma boa leitura proporciona-nos.

Sobre esse benefício do livro, declara Descartes: “A leitura de todos os bons livros é como uma conversação com os melhores espíritos dos séculos passados, que foram seus autores, e até uma conversação estudada, em que eles só desdobrem seus melhores pensamentos”. 

Através dos livros, viajamos aos lugares mais distantes e conhecemos personagens que, devido às nossas limitações temporais e espaciais, jamais conheceríamos. Os livros outorgam-nos um passaporte universal; fazem-nos cidadãos do mundo.

3) Aperfeiçoa a fluência verbal. Como pensar, falar e escrever com fluência? Através da leitura funcional, somos capacitados a aumentar a fluência verbal que nos concedeu o Criador. Os livros concedem-nos o dom da expressão.

4) Abre novos horizontes. Se você quer, realmente, alargar seus horizontes, torne-se amigo dos livros. Por intermédio destes, redescobrimos nossas potencialidades e ultrapassamos nossos limites.

Eis como belamente se expressa La Bruyére: “Quando uma leitura vos eleva o espírito e vos inspira sentimentos nobres e corajosos, não procureis outra regra para julgar a obra; é boa e feita de mão de operário”.

Leitura funcional na Escola Dominical


“Toda Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para toda boa obra” (2Tm 3.16,17).

Tendo como objetivo evangelizar enquanto ensina, a Escola Dominical possui uma forte vocação educacional e cultural. Por isto, encaminha natural e compulsivamente, professores e alunos a que se tornem leitores funcionais.

Esta formação advém-nos por intermédio da leitura e do estudo sistemático da: Bíblia Sagrada, Lição Bíblica, livros de apoio e livros devocionais.

Dessa forma, a Escola Dominical logra obter o que muitos educandários seculares jamais alcançam: uma geração de leitores funcionais, que muito ajudará na formação histórica, moral e espiritual de suas respectivas sociedades.

Se os educadores cristãos agirmos com denodo e zelo, certamente faremos de nossos alunos grandes leitores funcionais. Aliás, o crente que, verazmente, ama o Senhor, interage, desde o início da fé, com a Bíblia Sagrada. Pois esta é a expressão máxima do amor divino. Como ficar-lhe indiferente? De leitor primário, eis o servo de Deus já na condição de leitor ardentemente apaixonado pelo que o Noivo nos escreveu. É uma carta de amor que não pode cair no esquecimento.  
 

0 comentário
Facebook Compartilhe

COMENTÁRIOS

  • Nenhum comentário para esse post.

COMENTE





COLUNISTAS

Fechar RECEBA INFORMATIVO
teste