Colunistas

Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi

Qual é o melhor modelo de crescimento: MDA ou TNA?

Ter, 02/08/2016 por Ciro Sanches Zibordi

Rick Warren e sua “igreja com propósitos” têm conquistado muitas comunidades evangélicas em todo o mundo. Joel Osteen continua fazendo sucesso nos Estados Unidos com a sua “igreja emergente”. No Brasil, o colombiano César Castellanos — pai do G-12 ou “igreja em células” — ganhou muitos adeptos com o seu “extraordinário” modelo de crescimento. E o principal modelo dissidente do G-12, o M12 (ou MIR, Ministério Internacional da Restauração), do “patriarca” Renê Terra Nova, também “vai muito bem, obrigado”. O modelo celular da moda é o MDA (Modelo de Discipulado Apostólico), que está conquistando muita gente...

Não quero ser estraga-prazeres, mas assisti a várias pregações do “pastor/apóstolo” Abe Huber, idealizador do MDA, no YouTube, e não notei grandes diferenças entre o seu modelo e os conhecidos G-12 e M-12. A estratégia de discipulado é mesma. E o triunfalismo — à base de declarações antibíblicas como “Eu decreto prosperidade”, “Eu decreto perdão de pecados” e “Eu decreto que o Brasil é do Senhor Jesus” — e outros elementos gedozistas também são os mesmos, infelizmente.

Modelos, modelos, modelos... Até parece que eles vão reformar o cristianismo! Até parece que o mistério para o crescimento esteve escondido por cerca de dois mil anos e somente agora Deus resolveu revelá-lo a alguns “apóstolos”! Até parece que Jesus Cristo, o fundamento (1 Co 3.11) e o edificador da Igreja (Mt 16.18), não deu a ela, através da sua Palavra, todas as instruções necessárias para o seu crescimento espiritual, numérico e geográfico! É no Novo Testamento, especialmente nos Evangelhos e em Atos dos Apóstolos, que encontramos o verdadeiro modelo — sem “pacote herético” — de crescimento da Igreja.

Jesus Cristo, o nosso paradigma, não nos mandou decretar isto ou aquilo. Não é à base de decreto e determinação que mudaremos o mundo. O Senhor nos mandou orar (Mt 7.7,8), pregar o Evangelho (Mc 16.15) e fazer discípulos (Mt 28.19). E a eficácia da evangelização e do discipulado está relacionada com a conduta moral exemplar dos salvos. Estes devem ser cristãos verdadeiros.

Obedecendo ao que está escrito no Novo Testamento — e à luz do exemplo dos profetas dos tempos veterotestamentários, como Moisés, Elias, Eliseu, Isaías, Jeremias, Ezequiel, Micaías etc. —, os pregadores do Evangelho de hoje devem pregar o que vivem e viver o que pregam, andando como Jesus andou (1 Jo 2.6; At 10.38).

Diante do exposto, qual é o melhor modelo de crescimento? O MDA — irmão mais novo do herético G-12 —, já mencionado, um modelo “restauracionista” baseado no utilitarismo hedonista (ou hedonismo utilitarista), ou o TNA? Este último, é claro! Afinal, Testamentos Novo e Antigo (TNA), também conhecidos como Bíblia, têm tudo o que precisamos! Continuemos, pois, estudando a Palavra de Deus na melhor escola de TNA do mundo, a Escola Bíblica Dominical.

Ciro Sanches Zibordi

13 comentários

Gilberto Pereira de Almeida

Muito bom esse comentário.Deus abençoe o Pastor Ciro.

Gilberto Pereira de Almeida

Muito bom esse comentário.Deus abençoe o Pastor Ciro.

MDA, nada mais é do que doutrina de demônios. Fui por dois anos líder de célula, mas graças a Deus abri meus olhos a tempo. Hoje com grande alegria sou membro da IEAD Vila Augusta aqui em Curitiba-PR... ;-)

MDA, DOUTRINA DE DEMÔNIOS...

gilson pinto teixeira

Como sempre o senhor tem sido muito coerente e bibliocentrico, além de humilde. Humildade essa que falta aos adeptos de Taís modelos, que não resistem à análise sadia da Bíblia, e se revoltam com o contraditório. Parabéns pelo artigo, Pr. Ciro.

Jorge Luiz

Pr Ciro, é muito gratificante saber que existe pessoas combatendo heresias e ventos de doutrinas...procuremos preservar a sã doutrina. 2 Epístola de João versículo 9 'Todo aquele que vai além do ensino de Cristo e não permanece nele, não tem a Deus; quem permanece neste ensino, esse tem tanto ao Pai como o filho.' Um abraço amigo Pastor Ciro.

Miguel Costa

Você fala do que não conhece, do que não vive. Enquanto não tiver um verdadeiro encontro com Deus, continuará com esse espírito crítico, cuja base é a religiosidade, o mesmo fundamento que sustentava o discurso dos fariseus e saduceus. Arrependa-se de seus pecados e se converta de verdade! Quem sabe assim Deus terá misericórdia da tua alma?

Murilo Bossolan Guilherme

a Paz pastor. Querido, sou discipulo de Jesus já fazem 6 anos e me converti numa igreja M12. o MDA tem sido uma grande beção na minha vida e na vida dos discipulos emergentes. O que me assusta é ver o tanto de pessoas dispostas a criticar esse sistema (que não tem nada de herético nisso) e não se importar com nada e nem ninguém além da boa estrutura do seu artigo e de como o Sr. vai atingir determinadas almas para o arrependimento com as suas palavras. Melhor seria orar por nós, não acha?

Robson Souza

Excelente artigo pastor Ciro, bem esclarecedor que os líderes de algumas "Igrejas" , estejam alerta para não se deixar levar por esses ventos de doutrinas e heresias. Paz do Senhor.

RODRIGO CLEM

Pastor excelente texto. O que nos deixa tristes é o fato de até em atividades das Assembleias de Deus convencionadas já existirem em meio a congressos e retiros espirituais essas ideias sorrateiramente sendo difundidas nos púlpitos por pregadores convidados e sendo aplaudido por alguns líderes pelos pseudo resultados na congregação e emocionalismo exacerbado, Confesso que me assustou um pouco ver irmãos antigos não exercerem o raciocínio e análise do que estava ocorrendo. Só Deus. Abcs

willian

Essa do TNA foi boa!!!!

Sérgio Luís

Pr.Ciro, a paz do Senhor. Texto Atualíssimo, contundente e, à quem couber, incômodo. Além dos modismos citados pelo amado,ainda existem àqueles que querem trazer para a igreja de CRISTO, as tradições judaicas, sob a alegação de sermos o “Israel" de Deus.

Pastor Paulo César Sampaio

Pr. Cizo Zibordi: desde sempre, o melhor sistema é o TNA associado ao CDV (Crentes De Verdade) para quem as Escrituras Sagradas são suficientes - Sola Scriptura. Qualquer coisa além disso deve(ria) ser anatematizada (cf. Gálatas 1.8-9). A derrocada de muitos é que dão ouvidos a malíssimas revelaçoe$ de pastores que, de há muito, deixaram os fundamentos dos apóstolos e se embrenharam em "algo novo-diferente do já existente". O pastor tem a obrigação de saber-reconhecer o sibilar da serpente.

Sidnei

Dá-lhe Zibordi neles!

Deixe seu comentário







Perfil

Ciro Sanches Zibordi é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

COLUNISTAS