Colunistas

Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi

A Assembleia de Deus também é histórica

Seg, 20/06/2016 por Ciro Sanches Zibordi

Sou pastor da Assembleia de Deus, mas estou longe de ser assembleiólatra. Jamais ignorei os problemas ligados à minha denominação e, há algum tempo, por exemplo, posicionei-me contra o envolvimento da liderança de uma das importantes convenções assembleianas com o saudoso, ops!, "reverendo" Moon. Além de não me apegar de modo idolátrico à denominação à qual pertenço, reconheço o lado bom de outras igrejas. Entretanto, não é pelo fato de eu ser cristão, pentecostal e assembleiano que não apoio a conduta dos evangélicos (evangélicos?) antipentecostais e antiassembleianos. Não concordo com eles porque, em João 7.24, o Senhor Jesus asseverou: "Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça". E muitos oponentes da denominação pentecostal Assembleia de Deus estão sendo injustos em sua criticidade extremada.

Julgar segundo a reta justiça não é: generalizar, tomando a parte pelo todo; julgar sem conhecer a estrutura de uma denominação; confundir fatos com boatos, principalmente quando se trata de denúncias ligadas a candidatos A e B; basear-se em factoides para acusar denominações de envolvimento com sociedades secretas; ignorar a história; não reconhecer o lado bom de uma instituição, principalmente quando este é muito superior a fatos negativos isolados. Vejo na Internet blogs e vídeos no YouTube antiassembleianos, bem como recebo e-mails contendo acusações à Assembleia de Deus, de modo genérico. Mas pergunto: A culpada pelos despropósitos mencionados pelos acusadores é a denominação histórica em apreço, ou os pretensos pastores que não fazem jus ao título ministerial que receberam, visto que apresentam condutas e posturas antiassembleianas e até anticristãs?

Ora, Assembleia de Deus é uma denominação que tem sofrido na mão de muitos enganadores, assim como Igreja Batista, Igreja Presbiteriana etc. Um dia desses, por exemplo, eu deparei com uma igreja exótica chamada Igreja Batista Ministério Deus É Pentecostal. Seria justo que eu verberasse contra a Igreja Batista, de modo geral, por causa do que vi? Claro que não! Além de generalizar, eu estaria mostrando que desconheço o fato de essa histórica denominação ter se dividido e se subdividido, ao longo dos anos. Há várias igrejas locais espalhadas pelo mundo que não fazem jus ao perfil de suas denominações históricas. E, assim como a Igreja Batista, a Igreja Presbiteriana, a Igreja Metodista, a Igreja Quadrangular etc. devem ser respeitadas como denominações históricas, a Assembleia de Deus, que acabou de completar 105 anos, também merece todo o respeito. Por isso, faz-se necessário priorizar-se, nas críticas, somente a parte envolvida, e não o todo.

Quem conhece a complexa estrutura da Assembleia de Deus, em sua totalidade, sabe, por exemplo, que as suas duas maiores convenções nacionais, a CGADB e a CONAMAD, são instituições com lideranças e projetos distintos, a despeito de ostentarem a mesma denominação. Outro exemplo: a maioria dos Estados brasileiros tem pelo menos uma convenção de ministros local ligada à CGADB, e cada uma dessas convenções estaduais são, em certo sentido, independentes, assim como os ministérios associados a elas. Como responsabilizar a instituição Assembleia de Deus, de modo geral, por causa de acontecimentos isolados? Segue-se que a Igreja Evangélica Assembleia de Deus é muito maior que pastores (ou grupos de pastores) que têm se desviado da verdade por amor ao dinheiro (2 Pe 2.1-3; 2 Co 2.17) e outros interesses. Ela é muito maior que disputas políticas e desavenças pessoais, não sendo justo denegrir denominações históricas, reconhecidamente compromissadas com o Evangelho, por causa de acontecimentos isolados recentes.

Se a criticidade generalizante fosse justa perante Deus, nenhuma denominação histórica escaparia. Todas elas, sem exceção, em algum momento, tiveram em suas fileiras pessoas mal-intencionadas que promoveram escândalos. Penso que a crítica relevante e proveitosa é feita segundo a reta justiça, levando-se em consideração todas as exceções possíveis. Por graça de Deus, viajo bastante para ministrar a Palavra do Senhor e tenho conhecido a Assembleia de Deus de modo abrangente, em todo o Brasil e fora dele. E posso afirmar, de modo peremptório, que essa denominação histórica tem em suas fileiras valorosos homens de Deus em todas as convenções (como as já citadas CGADB e CONAMAD) e ministérios. Sou até capaz de citar de memória, nomes de alguns referenciais da Assembleia de Deus, mas não farei isso para não correr o risco de não mencionar eminentes pastores que fazem parte dessa igreja que no último dia 18 completou 105 anos.

De um assembleiano que ama a Assembleia de Deus, mas adora o Deus da Assembleia,

Ciro Sanches Zibordi

12 comentários

haroldo Soares

Parabéns pelo seu comentário,dificilmente agente ver obreiros de determinados instituição falar com clareza,a respeito dos erros de suas igrejas.vc demostrou muita firmeza em suas declarações.é isso que os líderes devem fazer,demonstra humildade em assumir certa posição.a favor ou contra.isso é uma marca de um verdadeiro cristão.

celio

eu tambem sinto muioste to prazer por ser assembleiano e faser parte dessa familha , parabens pr . ciro fostes muito feliz em seu posicionamento faço minha suas palavras nao se pode condenar um todo por causa de uma menoria , digo condenar e nao julgar pois no conceito desse tipo de pessoua nao nos o direito de defesa , mais a ele nosso Deus e senhor toda honra e gloria para sempre

Robson

A conduta aceitável de alguém que empunha a palavra de Deus não poderia ser outra. Nossa fidelidade irrestrita é a Jesus e ao evangelho. ignorar os desvios de conduta gravíssimos da liderança e o apego a costumes que não se superam nem mesmo pela cristalina Palavra de Deus, são os dois maiores problemas hoje das Assembléias de Deus. Quem as ama tem o dever de enfrentá-los porque é o próprio enfrentamento aos demônios que tentam destruí-las. Idólatra não entra no Reino de Deus.

Stephenson

Pr Ciro, comentário rico relevante e oportuno,espero que alguns crentes leiam e tomem consciência desse artigo.ate por que a igreja de Deus que vai ser arrebatada não tem uma placa de identificação. Stephenson Lima

jesiel da silva de jesus

infelizmente existe muitos homens ignorantes que tem medo de perder a ovelha fica proibindo o obreiro de visitar outras denominações ,até hoje não entendi o porque desta ignorância toda

Sidnei

Continuando... Amo a Assembleia de Deus porque procede de um avivamento genuíno (por mais que alguns ignorem isso) e finalmente amo a Assembleia de Deus porque foi la que aceitei a Jesus Cristo como Senhor e Salvador da minha vida! Parabéns Assembléia de Deus pelos seus 105 anos!

Sidnei

Eu amo a Assembleia de Deus porque ela entra em lugares que infelizmente as igrejas chamadas Tradicionais não entram, para o caso de alguém achar que é exagero meu, procure uma igreja Presbiteriana por exemplo, dentro de uma favela do Rio de Janeiro (me refiro ao Rio porque é onde vivo e conheço), simplesmente não existe! Amo a Assembleia de Deus porque se preocupa com os perdidos; procure um chamado "Tradicional, Calvinista, Super Crente" pregando nos metrôs da cidade, perderá seu tempo...

MOISES DE MELO

Parabéns Pr. Ciro. É a primeira vez que leio um Articulista de nossa conceituada Igreja a mencionar o nome correto da nossa denominação. Igreja Evangélica Assembléia de Deus. Gostaria que fizesse uma reportagem através do nosso Mernnsageiro da Paz, para que fique bem elucidado. Paz e Graça da Parte de Cristo sobre a sua vida.

MOISES DE MELO

Parabéns Pr. Ciro. É a primeira vez que leio um Articulista de nossa conceituada Igreja a mencionar o nome correto da nossa denominação. Igreja Evangélica Assembléia de Deus. Gostaria que fizesse uma reportagem através do nosso Mernnsageiro da Paz, para que fique bem elucidado. Paz e Graça da Parte de Cristo sobre a sua vida.

Ana Lúcia da MattaLouback de Almeida

Muito importante esse comentário para estabelecer um critério adequado às críticas, sem generalizações extremadas. Infelizmente, há muitos denegrindo a denominação de forma escandalosa através de modismos, heresias, presepadas e muitas outras manifestações absurdas. Diversas igrejas locais dão espaços aos pregadores intitulados "avivalistas" que, na verdade, são mais animadores de auditórios com suas "profetadas", "visagens" e outras aberrações. Isso não deveria ser tolerado.

Pr. Rodrigo Clem. AD Badu RJ

Parabéns pela postagem querido pastor. É preciso posicionamento quanto a muitas criticas equivocadas a nosso respeito. Somos uma denominação histórica, de pastores que se prepararam como em outras denominações históricas, bacharéis em teologia quando não possuem outra graduação; Forte abraço e que o Senhor Jesus venha sempre abundar em sua vida, família e ministério.

Ely

Mt 28.18-20

Deixe seu comentário







Perfil

Ciro Sanches Zibordi é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

COLUNISTAS