Colunistas

Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi

Inesquecível Antonio Gilberto

Qua, 01/08/2018 por Ciro Sanches Zibordi

Na última segunda-feira (30 de julho de 2018), o Senhor Jesus chamou para si o mestre Antonio Gilberto, maior erudito que conheci, a despeito de ele mesmo nunca ter feito questão de revelar-se como tal. Dizer que o irmão Gilberto é meu pai, meu mestre, meu pastor e meu amigo, como eu fiz nas redes sociais, pode soar como uma tentativa de “capitalizar”, de querer mostrar que éramos amigos íntimos, confidentes etc. Por isso, para ser bem sincero, eu nunca me considerei muito íntimo desse ícone da Assembleia de Deus. Sinto-me até distante dele, em certo sentido.

Tive o privilégio, na verdade, de trabalhar com ele na CPAD, onde almoçávamos juntos e caminhávamos, às vezes, após o almoço. Além disso, me congregava na mesma igreja dele (Assembleia de Deus de Cordovil, no Rio de Janeiro-RJ), onde ouvia seus ensinamentos, e também viajei com ele algumas vezes, conversei várias vezes por telefone, visitei sua casa (poucas vezes) e o recebi em minha casa (apenas uma vez) etc. Mas sempre achei muita pretensão de minha parte querer ser alguém próximo dele. Deus o sabe.

Quase sempre era ele quem me ligava. Minha esposa dizia: “Ligue para o pastor Gilberto”. Mas eu tinha um bloqueio autoimposto. Deus o sabe. Ligava pouquíssimas vezes para o irmão Gilberto, sempre com muita dificuldade, talvez porque não me considerasse digno de sua amizade ou por temer importuná-lo. Quase todos os nossos contatos pessoais tiveram iniciativa dele. Ele é quem me ligava, se importava comigo, queria saber o que estava acontecendo... O que Antonio Gilberto, então, representa (verbo no presente) para mim? Independentemente do contato pessoal que tivemos — que não foi tão grande, como muitos pensam —, o que sou hoje devo em grande parte a esse mestre pentecostal. E isso porque Deus o quis!

Sem dúvida, quem uniu nossas almas foi o Senhor Jesus. Não foi nada além disso. Não foi amizade construída ao longo do tempo, tampouco interesses outros. Foi o Senhor quem tudo preparou! Deus nos uniu antes mesmo de nos conhecermos pessoalmente, quando eu, ainda um adolescente, em São Paulo, lia um de seus clássicos: A Bíblia Através dos Séculos. Ali começou tudo. E, desde então, esse servo de Deus passou a me influenciar e continuaria fazendo isso, houvesse o que houvesse.

Entretanto, quis Deus que nos conhecêssemos pessoalmente. Quis Ele fazer com que eu me sentisse como Timóteo aos pés de Paulo. O que, então, determinava e determina o meu profundo amor por ele? Não foi o fato de vê-lo ou de conversar com ele diariamente. Não é o fato de ele estar vivo ou morto. Aliás, nosso Deus é Deus de vivos, e não de mortos (Mt 22.32). Para mim, assim como Abraão, Isaque e Jacó, Antonio Gilberto está vivo! Ele apenas mudou de residência! O que determina — e sempre determinará — o meu amor por ele é o fato de saber que somos e sempre seremos um, em Cristo.

Hoje, o irmão Gilberto não está entre nós, porém continua me influenciando, em tudo. Ele nunca deixou de me influenciar, aliás. Penso nele diariamente. Lembro-me dos momentos que tivemos juntos e dos que poderíamos ter tido, se Deus o quisesse. Converso com seus textos, especialmente os das apostilas que ele me deu de presente.

Sabe de uma coisa? Embora seja pecado acrescentar palavras à Bíblia, em certo sentido — quem lê entenda — eu inseri dois nomes à galeria dos heróis da fé de Hebreus 11: o evangelista Valdir Bícego (1939-1998) e o mestre Antonio Gilberto (1927-2018). E, da mesma forma que leio os feitos de Enoque, Noé, Abraão, Davi, Samuel etc. com alegria, me lembro dos atos desses dois pastores com muita satisfação!

Somente a eternidade revelará a importância desses dois ícones da Assembleia de Deus, "homens dos quais o mundo não era digno" (Hb 11.38), para o ministério que Deus me outorgou. Ambos estão com o Senhor Jesus, mas deixaram um grande legado! E, por isso mesmo, tenho a missão de continuar reverberando o que aprendi com eles.

À parte desse meu sentimento particular — que ninguém pode tirar de mim —, aproveito mais uma vez para transmitir à querida irmã Iolanda e a toda família do irmão Gilberto as minhas condolências. Que o Senhor Jesus os conforte e os fortaleça mais e mais, derramando sobre todos toda sorte de bênçãos. Consolemo-nos uns aos outros com o que está escrito em 1 Tessalonicenses 4.16-18. “Ver-nos-emos, ver-nos-emos, ver-nos-emos na terra divinal; ver-nos-emos, ver-nos-emos, ver-nos-emos junto ao rio sem igual” (hino 215 da Harpa Cristã).


Ciro Sanches Zibordi

20 comentários

Fabiano

A Paz do Senhor. Alguém sabe informar se a CPAD lançará alguma obra do Pastor Antônio Gilberto (em homenagem a ele)? Uma vez eu vi o Pastor Antônio Gilberto dizer em uma entrevista, que tinha muito material de sua autoria para publicar, e que estava organizando tal material para ser publicado.

Rodrigo

Boa tarde Pastor Ciro, Creio que existe uma grande responsabilidade ao senhor em continuar a expor as escrituras de forma clara e acessível ao povo pentecostal clássico. Perdi as contas de quantas vezes fiz uso do seu material para aprender e também de passar informações. Depois de perdermos o Pastor Antonio Gilberto, Creio que o peso e a responsabilidade somente aumentou, pois o olhar da igreja por certo esta em ti Pastor Ciro. Não esqueça de nós, escreva, pregue e ensine. Paz.

Pastor Jose Carlos Pinheiro da Silva

Pastor Ciro,tive o privilegio de ter como professor o saudoso Pastor e Mestre Antônio Gilberto no IBP,na década de 80.Deixou-nos um grande legado e exemplo de vida cristã.Temos saudade dos Simpósios,Seminarios e Estudos Bíblicos na Assembleia de Deus em Cordovil.Homem de Deus que fugia dos holofotes ,sempre tributando a Deus toda a honra e gloria.Agora,morando no Paraíso com o Supremo Criador.Deixou marcas inesquecíveis. Pastor Ciro,que Deus continue lhe abençoando ricamente seu Ministério .

PB. Adelson Bezerra - AD Parambu-ce.

A Paz do Senhor Pastor Ciro. Parabéns por esta justa e digna homenagem a um grande homem de Deus que se destacou pelo seu brilhante trabalho na área literária, voltada mais especificamente, ao público evangélico.

JOAN

FOI PARA A ETERNIDADE E DEIXOU SAUDAVEL LEGADO

Adenilson Silva Souza

Realmente foi um grande homem de Deus, suas mensagens e ensinamentos estarão sempre no meu coração. Parabéns pr. Ciro pelas belas palavras discorridas sobre o irmão Antonio Gilberto. 👏👏👏👏

Leandro Gomes da Rocha

Paz do Senhor! Não tive a oportunidade de conhecer pessoalmente esse mestre aqui na terra,apenas pelos seus escritos, mas nos veremos nas mansões celestes. Parabéns pastor Ciro Sanches pelo belíssimo texto.

Rafael

"Considetes perdido o dia que não leres tua Bíblia" Esta frase do Manual da Escola Dominical marca a minha vida até hoje.

GIdeão de Carvalho Rosa

O Pr Antonio Gilberto deixou sua marca na Assembleia de Deus. Tive o grande privilegio de conhecê-lo pessoalmente e ouvir suas ministrações ao corpo docente e discente do IBADES - Instituto Bíblico das Assembleias de Deus no Espírito Santo, nos anos 90. Sua contribuição à nossa denominação é inestimável.

Viviane de Souza Barbosa

Simplesmente Lindo!👏👏👏. A palavra que resume o meu sentimento em relação a esse meu Eterno Referencial que como bem disse o estimado pastor,agora vive eternamente!

Matheus Carrel

Eu tenho todos os livros dele e os seus também. Vocês dois ensinam a mesma coisa do mesmo modo. Ouvi falar que vai sair uma Bíblia dele com notas dele. E agora, como fica essa Bíblia com a morte dele? vai sair?

ANDRÉ BELARMINO

Que texto maravilhoso, pastor Ciro. E, longe de mim parecer bajulador, mas saiba que para muitas novas gerações de pregadores, professores de EBD, líderes de adolescentes o senhor representa o que pastores como Valdir Bícego e Antônio Gilberto representaram para o senhor. Quando o senhor esteve em Recife percebi o carinho com que se referiu ao pastor Antônio Gilberto e o lindo testemunho que contou acerca dele e a interpretação de línguas. Um abraço.

Misael Lopes

Caro Pr. Ciro Zibordi, redigiste um texto extremamente emocionante. Agradeço a Deus por ti e pelos teus escritos que muito têm-me ajudado. Sinto muito pela perda inestimável que o movimento pentecostal tivera nessa última segunda-feira. Que Deus conforte o teu coração e o coração de todos os familiares do Pr. Antônio Gilberto, mestre e um exímio teólogo. Louvo a Deus por ter levantado homens cheios do Espírito Santo, como o foi o Pr. Antônio Gilberto.

Daniel de Oliveira

Paz do Senhor pastor! Escreveu o príncipe dos pregadores, a respeito do mestre dos professores: Antonio Gilberto foi Inimigo de aplausos, surdo às vozes bajulatórias, descomprometido com o amor ao dinheiro, ignorou os holofotes e apaixonou-se, desde cedo, pela Palavra: em sua beleza, em sua grandeza e em sua clareza. Seu Maior Legado, EXEMPLO! Sigamos...

Renato Vargens

Prezado pastor Ciro, manifestei publicamente minha tristeza e condolências pela morte do pastor Antônio Gilberto. Apesar de nunca tê-lo conhecido pessoalmente, sempre ouvi falar muito bem dele. Um homem que serviu ao Senhor mantendo-se integro até o dia de sua partida para a glória. Que o Senhor os conforte, console de forma especial Em Cristo que nos une e em quem está nossa esperança, Renato Vargens

CARLOS ALBERTO MELLO

SEMPRE ADMIREI A FORMA PRECISA, RICA E CLARA, DA LINGUAGEM E RACIOCÍNIO UTILIZADOS PELO PASTOR ANTONIO GILBERTO NOS TEXTOS DELE. REALMENTE ELE DEIXOU PARA TODOS AQUELES QUE ESTUDAM AS ESCRITURAS COM RESPONSABILIDADE E DEDICAÇÃO, QUE BUSCAM REALIZAR A OBRA DE CRISTO COM AMOR E SERIEDADE, UM GRANDE E INESTIMÁVEL LEGADO. CARLOS ALBERTO - VITÓRIA ES

CARLOS ALBERTO MELLO

SEMPRE ADMIREI A FORMA PRECISA, RICA E CLARA, DA LINGUAGEM E RACIOCÍNIO UTILIZADOS PELO PASTOR ANTONIO GILBERTO NOS TEXTOS DELE. REALMENTE ELE DEIXOU PARA TODOS AQUELES QUE ESTUDAM AS ESCRITURAS COM RESPONSABILIDADE E DEDICAÇÃO, QUE BUSCAM REALIZAR A OBRA DE CRISTO COM AMOR E SERIEDADE, UM GRANDE E INESTIMÁVEL LEGADO. CARLOS ALBERTO - VITÓRIA ES

Ciro Sanches Zibordi

Caro Marcio Antônio da Silva Santos, a paz do Senhor. Muito grato. Já fiz a correção.

SEVERINO MARTINS DE MEDEIROS NETO

Pastor Ciro Sanches Zibordi, suas palavras são excelentes! Neste momento ocorre a grande perda de um homen sincero a Deus, o nosso referencial. Sentimos a perda, mas estamos cientes de que o pr. Antônio Gilberto jamais será esquecido por aqueles que têm o propósito de se aperfeiçoarem na obra do Senhor, por aqueles que desejam simplesmente ser um instrumento nas mãos de Deus.

Marcio Antônio da Silva Santos

A paz do Eterno Deus pastor Ciro , gosto muito de ler as suas publicações inclusive de adquirir seus livros que são de grandes ajudas para o meu aprendizado. Mais eu só estou te escrevendo para lhe informar que houve um equívoco na sua publicação , o ano do falecimento do pastor Antônio Gilberto.

Deixe seu comentário







Perfil

Ciro Sanches Zibordi é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

COLUNISTAS