Colunistas

Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi

O que são as Bodas do Cordeiro?

Qua, 10/02/2016 por Ciro Sanches Zibordi

Logo após o Rapto da Igreja — um evento secreto, exclusivo para os salvos em Cristo, imperceptível para o mundo sem Deus (Jo 14.1-3; Hb 9.28; cf. At 1.11), como já vimos em artigos anteriores, neste blog —, “estaremos sempre com o Senhor” (1 Ts 4.17). E, enquanto o mundo sofre os horrores da Grande Tribulação, ocorrerá, concomitantemente, outro evento exclusivo para os salvos arrebatados: o casamento entre Cristo e a Igreja, também conhecido como as Bodas do Cordeiro. Neste artigo discorrerei sobre algumas características desse glorioso evento reveladas nas Escrituras.

1. A Palavra de Deus não dá muitos detalhes sobre as Bodas do Cordeiro. Elas serão um grande banquete como nunca houve, no qual se cumprirão tipos, parábolas e profecias relacionadas com Cristo e sua Igreja. O melhor dessa festa só será conhecido após o Arrebatamento da Igreja (cf. Rm 8.18; 1 Pe 5.1). O que precisamos saber está escrito de modo direto em Apocalipse 19.7-9: “Regozijemo-nos, e alegremo-nos, demos-lhe glória, porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou. E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos. E disse-me: Escreve: Bem-aventurados aqueles que são chamados à ceia das bodas do Cordeiro. E disse-me: Estas são as verdadeiras palavras de Deus”.

2. As Bodas do Cordeiro são o casamento entre Cristo e a Igreja. A Palavra de Deus afirma que o Senhor Jesus é o Noivo ou Esposo celeste (Ef 5.25-27,32; Mt 9.15; 25.1-10 etc.). E, por isso, o apóstolo Paulo dirigiu-se aos crentes de Corinto com as seguintes palavras: “estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo” (2 Co 11.2). Quanto à Noiva do Cordeiro, a Igreja, estará vestida de linho fino, puro e resplandecente, que representam as justiças dos santos (Ap 3.4,5; cf. 4.4).

3. A Igreja estará preparada para as Bodas do Cordeiro. O texto de Mateus 25.1-13 tem sido aplicado erroneamente a Israel. O conectivo “então” (v. 1) revela que o Senhor Jesus continua falando a respeito do futuro glorioso da Igreja, e não de Israel. Nos versículos anteriores à parábola das virgens vemos que o Mestre começara a falar especificamente sobre a sua iminente Vinda e a importância de estarmos prontos para ela (Mt 24.36-51). Como a Bíblia é análoga, nota-se, à luz de Mateus 25.10 e Apocalipse 19.7, que a Noiva — a Igreja do Senhor arrebatada — já estará pronta, preparada, para as Bodas do Cordeiro. A Noiva, a Igreja, já chegará ao local do banquete ataviada, devidamente trajada com as suas vestes nupciais. E o Noivo, o Senhor Jesus, com grande alegria, a apresentará diante de seu Pai (Mt 10.32; Ap 3.5) e dos seus anjos (Lc 12.8). Participaremos da Ceia prometida pelo próprio Noivo: “E eu vos destino o Reino, como meu Pai mo destinou, para que comais e bebais à minha mesa no meu Reino e vos assenteis sobre tronos, julgando as doze tribos de Israel” (Lc 22.29,30).

4. As Bodas do Cordeiro são mais uma prova de que a Igreja não passará pela Grande Tribulação. Em Apocalipse 19, mencionam-se os exércitos do Céu — claramente, uma alusão à Noiva do Cordeiro — que, triunfantemente, seguem Jesus montados em cavalos brancos, “vestidos de linho fino, branco e puro” (v. 14). Fica claro que a Noiva, na Manifestação do Senhor em poder e grande glória, já terá participado das Bodas do Cordeiro (vv. 6-9), visto que estará vestida plenamente com “os atos de justiça dos santos” (v. 8, NASB). Não há dúvida de que, nesse momento — como o número desses atos já terão sido completados —, o Arrebatamento e o Tribunal de Cristo já terão ocorrido. Como os eventos em Apocalipse 19 a 22 estão em ordem cronológica, fica claro também que as Bodas ocorrerão no Céu antes que Cristo se manifeste em poder e grande glória para derrotar o Anticristo e seu exército (Ap 19.11-21).

5. A Igreja entrará nas Bodas do Cordeiro já galardoada. Quando ela entrar na sala do banquete, estará coroada, galardoada, e será honrada pelo Noivo. Isso foi o que João viu quando contemplou 24 anciãos no Céu — antes de Deus lhe ter revelado o início da Grande Tribulação (cf. Ap 4-6) —, os quais simbolizam a totalidade da Igreja. O número 24, à luz de Apocalipse 21, alude claramente às doze tribos de Israel, representando os salvos dos tempos do Antigo Testamento, e os doze apóstolos do Cordeiro, representantes da Igreja estabelecida pelo Senhor nos tempos neotestamentários (Mt 16.18). Deus mostrou a João como serão a adoração e o louvor a Deus no Céu, logo após o Arrebatamento da Igreja. Observe que os mencionados 24 anciãos (gr. presbuteros) — que não são anjos, pois em nenhum lugar da Bíblia anjos são chamados de “presbíteros” — estão assentados em tronos e têm vestes brancas e coroas na cabeça (Ap 4.4). E note também que o Senhor Jesus mostrou tudo isso a João logo após ter prometido às igrejas da província da Ásia — igrejas reais, mas que também representam a totalidade da Igreja (cf. Ap 2.7,11,17,29; 3.6,13,22) — que os fiéis e vencedores receberiam coroas e vestes brancas, e se assentariam em tronos (Ap 2.10; 3.4,5,21).

6. No fim das Bodas do Cordeiro, os mártires da Grande Tribulação se unirão à Igreja. A Noiva do Cordeiro é formada por todos os remidos, de todas as épocas. Todas as pessoas salvas, inclusive as dos tempos do Antigo Testamento, foram salvas por meio do sangue do Cordeiro (cf. Hb 11; Ap 13.8). Os salvos em Cristo que forem mortos pelo Anticristo por não adorá-lo, os mártires, irão para o Paraíso (Ap 6.9) e, logo após a Manifestação do Senhor em poder e grande glória e a ressurreição mencionada em Apocalipse 20.4-6, integrarão os exércitos do Senhor, que seguirão aquEle que se chama “Fiel e Verdadeiro e julga e peleja com justiça”, cujos olhos são “como chama de fogo; [...] vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus” (Ap 19.11-13).

7. Como parte das Bodas haverá uma grande e gloriosa Ceia. É um tanto difícil para muitos entenderem o porquê dessa “alimentação” no Céu. Uma vez que estaremos em outra dimensão e já teremos, então, corpos glorificados — não mais sujeitos às leis da natureza (Fp 3.20,21) —, que necessidade haverá de comida e bebida, e como isso se dará? Não me arrisco a especular sobre a gloriosa Ceia das Bodas do Cordeiro. Mas faço minhas as palavras de Paulo: “para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós” (Rm 8.18, ARA).

Maranata!

Ciro Sanches Zibordi

37 comentários

Haroldo Quissi Junior

Posso especular de fato esse último ponto, lembrando que desde Gênesis remete o céu e a terra, a terra remete de fato o que á no céu. Deus que por sua vez trabalha com aliança, é o primeiro a remeter a palavra mesa em Ex 25, até então não falada, sabendo que o banquete é lugar de aliança espiritual, a ultimá ceia será a conclusão das palavras de Cristo: nova e ETERNA aliança no seu sangue, com a obra completamente perfeita e concluída estaremos totalmente unidos a ELE, aperfeiçoados nele. UALL

Andre

Pastor quando temina as bodas do cordeiro a igrija abitara na terra

celso da silva

"casamento" de Cristo e igreja é analogia para Paulo explicar a relação marido mulher. Na conversão se torna um só com Cristo, portanto, o corpo e cabela é de Cristo. Essa junção forma igreja. Igreja é o encontro de duas ou mais pessoas, no caso Cristo e a Pessoa; Quanto três ou mais é a igreja congregação.. A boda é a ceia do Senhor no reino celebrando a libertação total, vez que estamos no processo de nascimento de novo, construindo as vestes espirituais.A boda é continuação da ultima ceia.

Vania Costa

Pastor como o povo do antigo testamento morreram em Cristo, se cristo ainda nãp tinha vindo?

Hugo Santos

Queridos, É tempo da igreja alinhar a escatologia. Existe o povo de Israel que não tem a revelação,porém existe o remanescente(Judeus messianicos). Existe a igreja com a escatologia desalinhada(boa parte dela) ,mas Deus está levantando os remanescentes,os quais estão tendo a revelação correta do final dos tempos. Em Mateus 24:14 dia que o fim virá quando o Evangelho do Reino for pregado como testemunha para as nações. O Reino será fisicamente na Terra,A jerusalém Celestial vai descer.

Natannel Silva De Souza

Pr Ciro Ziborde Eu aprendi que Escritura interpreta Escritura O livro do Apocalipse diz que a Esposa do Cordeira é a Nova Jerusalem, ou seja a Cidade Celestial e não a Igreja O senhor pode me ajudar???

Rafael Firmino dos Santos

Pr., por favor, fiquei com uma dúvida: O Senhor menciona no texto que os mártires da grande tribulação, à medida em que forem morrendo, irão integrar os exércitos. Eis as questões: 1) Eles participarão das Bodas? 2) Quando eles serão ressuscitados (?), visto que Ap. 20.4 diz que eles: "viveram e reinaram com Cristo durante mil anos". Eu entendia que eles seriam ressuscitados após o julgamento das nações, ou seja, não viriam com os exércitos. Desde já agradeço. Deus abençoe!!!

Gabriel

Queridos e, em especial, Pastor Ciro, graça e Paz do Mestre! Desculpa essa pergunta, mas é que não encontrei nenhuma fonte. Estamos realizando um síntese bibliográfica sobre a vida do Pastor Antônio Gilberto e não encontrei a data de nascimento dele. Quem puder me ajudar, agradeço antecipadamente.

Nardel

Pastor, nós cristãos seremos moradores do céu ou da nova terra?? fico em dúvida ao ler Apocalipse.. Se puder escrever um artigo ou responder serei grato.

Ismael silva

Pr. Ciro sanches, na parábola das bodas em Mt 22 1-14, os primeiros convidados a rejeitarem o convite representa Israel. Israel participará ou não das bodas do cordeiro?

Ciro Sanches Zibordi

Caro irmão Jeremias, o plano de Deus para como Israel é amplo, mas, quanto à salvação, está estritamente ligado à obra redentora do Senhor Jesus. Quem morre judeu sem ter crido em Jesus participará da segunda ressurreição, pois será condenado como qualquer gentio.

Jeremias

Pastor Ciro Sanches, Minha duvida é sobre o plano de Deus para Israel, os Judeus ortodoxos hoje que creem nas promessas de Deus a Israel, e morrem hoje, morrem Judeu sem crer em Jesus, em que ressurreição participarão? serão salvos? pois sabemos que os judeus que estiverem vivos reinarão com Cristo no milenio.

LUCIANO SILVA

Pr. Ciro, o senhor pode passar o seu email pra mim, gostaria de tirar algumas duvidas. Faço parte da Assembleia de Deus ministério Pernambuco e sou auxiliar. Meu email é: luhsilva_101094@hotmail.com Ficarei grato se o senhor mandar um retorno.

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Luciano, a resposta à sua pergunta está no próprio texto. Releia o terceiro ponto, por favor.

LUCIANO SILVA

Pr. Ciro em Mt 25:1-13 (a parábola das 10 virgens)ela se aplica aos judeus ou a igreja? ou aos dois? por favor se puder me explicar ficarei grato. Tenho essa duvida e preciso da sua ajuda.

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Edenilson, o texto de Mateus 27.50-53 é de difícil compreensão, mesmo para eruditos como Antonio Gilberto e Stanley Horton. Mas uma coisa é certa: ele não diz que todos os santos dos tempos veterotestamentários ressuscitaram após a morte e a ressurreição do Senhor. Ele diz apenas que "MUITOS corpos de santos que dormiam foram ressuscitados" e que "entraram na Cidade Santa e apareceram a muitos".

Edenilson

ola pastor mas os santos q morreram no AT já não ressuscitaram conforme o texto de Mt 27.50-53 e ja entraram na cidade santa e td mais?

LUCIANO SILVA

A palavra bodas é traduzido como uma "celebração de casamento". A bíblia nos mostra que, enquanto a igreja estiver na terra, ela será chamada de Noiva de Cristo (2Co 11:2). Contudo, na ocasião pós arrebatamento dar-se-á o casamento, quando enfim, ela ( a igreja) será chamada de esposa do Cordeira (Ap 19:7; 21:9). Assim vemos que "o simbolismo do casamento judaico foi maravilhosamente cumprido no relacionamento de Cristo com sua Igreja.

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Cristiano, TODOS os crentes que ressuscitarem antes do Arrebatamento passarão pelo Tribunal de Cristo, inclusive os que viveram nos tempos do Antigo Testamento.

LUCIANO SILVA

Parabéns Pr. Ciro... tenho certeza que se levarmos uma vida espiritual 1Co 2:12-16 entenderemos e aceitaremos as verdades bíblicas, é dito por alguns que a igreja vai passará pela grande tribulação, mas vai ser preservada por Deus; se isso é verdade porque os santos da grande tribulação serão? Ap 20:4 outro fator que devemos levar em conta é: a grande tribulação Deus derramando a sua ira sobre a humanidade... o que provoca a ira de Deus é pecado, rebeldia. A igreja é santa.

Reinaldo

Pr.Ciro Em MATEUS 22:11,12 . Gostaria de saber que é o amigo que o REI viu sem as vestes nupciais? Que ja estava na festa,devido estar sem as vestes nupciais foi jogado nas trevas exteriores. E que lugar é esse?

Arquem Lopes dos Santos

Fico contente e muito feliz em poder contar com este rico comentário de meu pastor Ciro e também por ter seu aluno em curso teológico em são Paulo no setor 3 lapa.

Cristiano

Obrigado pastor pela explanação da palavra. Proucurei no seu blog e não encontrei o estudo da qual fala sobre o julgamento dos crentes do AT. Sou professor da EBD, e me despertou uma curiosidade e quero passar-la para a classe. Eles passarão pelo tribunal de cristo, mas serão julgados de acordo com a dispensação em que viveram? Grato

Ciro Sanches Zibordi

Sim, Abrahão Silva. Estude o livro de Apocalipse.

Abrahão Silva

A paz do Senhor Jesus Cristo Pr. Ciro Sanchez, gostaria de continuar o tema proposto pelo o amigo Josué. O senhor afirmou que não há nada que inviabilize uma inserção de "salvos" posteriormente, a minha pergunta é: existe alguma passagem que viabilize essa inserção após o arrebatamento?

Ciro Sanches Zibordi

Josué, as Bodas do Cordeiro, como evento escatológico mencionado em Apocalipse 19 de modo textual, ocorrerá logo após o Tribunal de Cristo. Mas isso não impede que novos salvos sejam inseridos no Corpo de Cristo no fim da Grande Tribulação e no fim do Milênio. Não há nada nas Escrituras que inviabilize a mencionada inserção de salvos "a posteriori".

Josué

Se as bodas é o casamento de Cristo com sua igreja, e se acontece antes da tribulação, os que forem salvos no milênio não participarão deste casamento. A pergunta é: eles não "casarão" com Cristo ? Eles não farão parte da igreja como noiva ? Terá uma bodas para eles na eternidade ?

Ciro Sanches Zibordi

Dina Mota, os salvos durante a Grande Tribulação não passarão pelo Tribunal de Cristo, pois este ocorrerá logo após o Arrebatamento da Igreja. A Bíblia não menciona um segundo Tribunal de Cristo, mas é possível que os mártires sejam, de algum modo galardoados antes do início do Milênio. Em todo o caso, já terão motivo para glorificar a Deus, com galardão ou sem galardão, pois estarão para sempre com o Senhor.

Robson Souza

Pela graça de Deus, a igreja militante e triunfante estará com o Senhor Jesus naquele grande dia, desfrutando das bodas do Cordeiro. Maranata! Amém pastor Ciro por nos agraciar com tão belo texto. Paz do Senhor.

Dina Mota

"Quando ela entrar na sala do banquete, estará coroada, galardoada, e será honrada pelo Noivo". Quando você fala em "galardoada", está falando que a igreja já passou pelo tribunal de Cristo e já recebeu galardão? Se a resposta é sim, como ficam os que venceram na grande tribulação? Eles não estarão no tribunal de Cristo?

Ciro Sanches Zibordi

Caro Cristiano, os que morreram em Cristo nos tempos do Antigo Testamento passarão pelo Tribunal de Cristo, pois ressuscitarão antes do Arrebatamento (1 Ts 4.16-18). Os critérios para esse julgamento estão num texto que escrevi aqui mesmo neste blog. Localize-o, se desejar. Abraços.

Ciro Sanches Zibordi

Caro Maicon lopes, continue sua busca. Neste blog há um texto sobre isso que poderá ajudá-lo. #FicaADica. A paz do Senhor.

Cristiano

Muito bom o estudo ! Tenho uma duvida, ainda sobre o tribunal de cristo. OS que morreram em cristo no AT, passaram pelo tribunal de cristo? De que forma sera o julgamento dos crentes do AT. ?

Maicon lopes

Gostaria que me mostra-se um versículo que fala do rapto da igreja secreto, pois ainda não consegui achar. Grato.

Carlos Roberto

Muito importante e gratificante esse texto!!!!! Além de trazer-nos regozijo nos traz conhecimento sobre o futuro. Parabens Pr Ciro.

Lidiane

Tenho muita dificudade de compeender tudo isso. Mas estarei nesse banquete. E que Deus continue usando você pastor Ciro e tantos outros homens de Deus..

Silvan ferreira Rangel

Muito bom o comentário, nos edifica, DEUS te abençoe grandemente Pr Ciro Sanches

Deixe seu comentário







Perfil

Ciro Sanches Zibordi é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

COLUNISTAS