Colunistas

Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi

O Arrebatamento da Igreja será mesmo secreto?

Seg, 11/01/2016 por Ciro Sanches Zibordi

A doutrina bíblica do Arrebatamento da Igreja tem sofrido muita oposição na atualidade: dizem que o termo “arrebatamento” não está na Bíblia; que tudo acontecerá de uma só vez, “naquele dia”; e que não haverá nenhum rapto secreto. Neste artigo, procurarei responder de modo sucinto e objetivo a essas três objeções.

Dizem que o termo “arrebatamento” não está na Bíblia

O termo “arrebatamento”, de fato, não aparece nas Escrituras, mas a doutrina do Rapto da Igreja deriva delas, assim como a doutrina da Trindade, por exemplo. Embora a palavra que dá nome a essa doutrina — “trindade” (ou “triunidade”) — não seja mencionada nas páginas sagradas, a doutrina o é, em ambos os Testamentos. Outrossim, conquanto creiamos que Deus possui atributos incomunicáveis, como onipresença, onisciência etc., não encontramos na revelação escrita de Deus as palavras correspondendes a essas doutrinas: “onipresença” e “onisciência”.

Em português, o verbo que dá origem à doutrina do Arrebatamento é “arrebatar”, que aparece na frase: “seremos arrebatados” (1 Ts 4.17). Em espanhol, o verbo arrebatar também consta das versões Reina-Valera e NVI, por exemplo, mas os teólogos preferiram chamar a doutrina de “el Rapto de la Iglesia”. Em inglês, embora o verbo empregado na passagem em apreço seja catch up (“tomar”), os teólogos — preferindo usar o termo oriundo do latim: raptus — chamam a doutrina de “the Rapture of the Church”. Em francês, o verbo é enlever (“remover”): “nous serons enlevés”. Daí, “l'Enlèvement de l'Eglise”. Em grego, o verbo para “arrebatar” é harpazō, que significa “tomar com força”, “raptar” (cf. Mt 13.19; Jo 6.15; 10.12,28,29; At 8.39; 23.10; 2 Co 12.2,4; Jd v. 23; Ap 12.5).

Dizem que não haverá Arrebatamento; tudo acontecerá de uma vez só, “naquele dia”

Comparemos 1 Tessalonicenses 4.16,17 com Apocalipse 19.1-10. Essas duas passagens bíblicas mostram claramente que a Igreja irá ao encontro do Senhor “nos ares” e entrará no Céu. À luz dessas duas verdades, examinemos a sequência cronológica de Apocalipse 19 a 22: a Igreja glorificada no Céu (19.1-10); a Manifestação de Cristo em poder e grande glória (19.11-16); o Armagedom (19.17-19); a vitória de Cristo sobre o Império Anticristão (19.20,21); a prisão de Satanás (20.1-3); a ressurreição dos mártires da Tribulação (20.4,5); o Milênio (20.4-6); a liberação de Satanás após o Milênio e sua condenação (20.7-10); o Juízo Final (20.11-15); Novo Céu e Nova Terra (21-22). Fica claro, nessa sequência, que a Igreja já estará no Céu por ocasião da Manifestação do Senhor em grande glória, o que descarta qualquer confusão entre esta e o glorioso evento escatológico em apreço: o Arrebatamento da Igreja.

Em Apocalipse 4 e 5, o Senhor revelou a João que a Igreja já estará no Céu antes que se iniciem os juízos da Grande Tribulação (Ap 6). Os vinte e quatro anciãos (gr. presbuteros), ali, representam a Igreja Universal, formada por todos os salvos, de todas as épocas. O número 24 alude aos doze apóstolos do Cordeiro e às doze tribos de Israel (cf. Ap 21). E as características desses anciãos (e não anjos, pois estes em nenhuma parte do Novo Testamento são chamados de presbuteros) deixam claro que eles representam a Igreja já galardoada: assentados em tronos, com vestes brancas e coroa na cabeça (cf. Ap 2.10; 3.4,5,11).

Dizem que não haverá um Arrebatamento secreto, exclusivo para a Igreja

A Bíblia é análoga: ou seja, a Bíblia explica a própria Bíblia. Em João 14.3, Jesus disse: “virei outra vez e vos levarei para mim mesmo”. O termo “levar” (gr. paralambanō), aqui, denota “tomar com força” ou “raptar” (cf. Mt 2.13,14; Mc 9.2; Mt 24.40,41). A quem o Senhor Jesus fez essa promessa? Ao mundo? Não! Mas a um grupo seleto, a sua Igreja, então representada pelos apóstolos. Considerando a analogia da Bíblia, não podemos ignorar o fato de que o Arrebatamento da Igreja é análogo à ressurreição da Igreja — “dentre [todos] os mortos” (Lc 20.35; Fp 3.11, gr. ek ton nekron). Comparemos 1 Tessalonicenses 4.17 com 1 Coríntios 15.50,51. Estas passagens mostram claramente que os salvos, dentre todos os vivos, irão ao encontro do Senhor, nas nuvens, em um abrir e fechar de olhos. Portanto, assim como os mortos em Cristo ressuscitarão dentre todos os mortos, os vivos salvos em Cristo serão arrebatados dentre todos os vivos.

Alguém poderá argumentar: “Eu creio no Arrebatamento, mas não creio no Arrebatamento secreto”. Ora, ou o Arrebatamento é secreto, ou ele não existe! Leiamos Hebreus 9.28. Nesta passagem está escrito que Cristo “aparecerá [gr. horaō, 'será visto'] segunda vez aos [pelos que] que o aguardam para a salvação”. A quem Ele aparecerá? A todos? Não! Ele será visto (cf. 1 Tm 3.16; 1 Co 15.5-8) pelos que o aguardam para a salvação — salvação em seu aspecto perfectivo —, isto é, a nossa glorificação (Rm 13.11; Fp 3.20,21).

Está clara, no Novo Testamento, a distinção entre o Arrebatamento, em que somente os que esperam o Senhor para a salvação o verão, e a sua Manifestação em glória, em que todo olho o verá (cf. Ap 1.7; Zc 14.1-4). E, à luz de 1 Coríntios 15.5-8, o aparecimento secreto de Jesus à sua Igreja não representa uma novidade teológica. Após a ressurreição do Senhor, Ele foi visto exclusivamente por seus discípulos (a Igreja nascente) por um espaço de quarenta dias, sem o mundo ter qualquer participação ou ingerência nisso (At 1.3; cf. Jo 12.28,29; At 22.9).

Finalmente, muitos teólogos usam o texto de Atos 1.9-11 para aludir à Manifestação do Senhor em glória, mas essa passagem também é uma clara defesa, por assim dizer, da doutrina do Arrebatamento, visto que Ele descerá do modo como subiu: “vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois varões vestidos de branco, os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”. Em outras palavras, assim como, na sua ascensão, somente a Igreja o viu subindo até as nuvens, no Arrebatamento somente a Igreja o verá descendo até as nuvens (1 Ts 4.16,17).

“Ora, vem, Senhor Jesus” (Ap 22.20).

Ciro Sanches Zibordi

65 comentários

GILVAN FERREIRA

Eu creio no arrebatamento secreto por algumas razões. Mencionarei apenas uma. Como conciliar Zc 14.4 que diz que Jesus tocará seus pés no Monte das Oliveiras em sua Vinda, enquanto 1Tessalonicenses 4.17 diz que Cristo virá até os ares e a igreja subirá para encontrar com ele. Está claro que se trata de duas vindas diferentes. Zacarias está falando de Apocalipse 19 onde Cristo retornará para ser visto por todo o Mundo, Paulo está falando do Arrebatamento da Igreja por Cristo.

Odair Medeiros

O autor do artigo afirma que Jesus virá secreto porque quando subiu só os discípulos o virão subindo. No entanto essa afirmação fica por conta do autor porque a Bíblia não diz isso, mas justamente o contrário. Apocalipse 1:7 - diz que todo olho o verá até os que o transpassaram...O evento da volta de Jesus terá alarido de trombeta, ele vai vir do modo como foi e não guardará silêncio quando vier.

Roberto Carlos Costa da Silva

A PERGUNTA QUE CALOU O DISPENSACIONALISMO Daquele dia e hora, porém, ninguém sabe, nem os anjos do céu, nem o Filho, senão só o Pai. (Mateus, 24:36) A visão dispensacionalista nega essa afirmativa de Jesus quando ensina que a igreja será raptada da terra, para ter início os 7 anos de Grande Tribulação (G. T). Deixe-me ser mais claro... Na visão dispensacionalista, esse versículo, Mateus 24:36, se refere a Segunda Vinda de Jesus em Glória para os Judeus e gentios no final da G. T. Pois bem, a

Wesley Braga Pessoa

Creio na Bíblia. Comentário embasado e explicado nos Escritos Sagrados. Deus continue abençoando seu ministério Pastor Ciro. E como faço pra comprar seus livros sobre escatologia?

izaquiel lima santos

a maioria das denominações evangélicas pentecostais e neopentecostais defende o pré-tribulacionismo,eu sou da Assembleia de Deus portanto creio no pré-tribulacionismo,a Assembleia de Deus é dividida ministerialmente,mas é unida teológicamente e doutrinariamente.

CHARLES SILVA

Bom dia Pastor, explicação muito clara, porém hoje sofremos uma avalanche de heresias, vinda por partes desses pregadores de " renome" que soltam cada absurdo. Mas nesses últimos dias a preocupação é a disseminação comunistas por parte de muitos líderes, que se auto intitulam isso e aquilo, mas viver a palavra estão longe e ainda ficam amaldiçoando as pessoas, o que o sr. diz acerca do assunto ?

Jaime e Júlio

Por isso, que todo o contexto da mensagem de Mateus 24, está centralizado nos sinais dos “tempos e estações” da vinda do Senhor como ladrão; cuja pergunta dos discípulos feita ao Senhor, não foi sobre “o dia e hora da sua vinda”, mas sobre “os sinais”, que antecederiam o dia e a hora da vinda. “E estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular dizendo: Dize-nos quando serão estas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? Mat. 24:3.

Jaime e Júlio

O Senhor foi bastante claro, que o dia e a hora, ninguém sabe; porém, já quanto aos tempos e estações próximos a sua vinda, a Igreja saberá. “A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas depois de ter dado a luz a criança, já se não lembra da aflição, (idem Mat. 24:29) pelo prazer de haver nascido um homem no mundo”. João 16:21. Continua...

Jaime e Júlio

Boa noite! “Porém, daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus. Nem o Filho, mas unicamente meu Pai. Mat. 24:36. A teologia Pré e Meso-tribulacionista, afirmam que, pelo fato de? o dia e hora da vinda ninguém saber; Jesus poderá vir subitamente a qualquer momento (???). O que ensina a Escritura? Que a cronologia da vinda de Jesus, não está ligada apenas ao “dia, hora e momento da vinda; mas, também, “ao ano, mês, estações em que ocorrerá “o dia, hora e o momento da vinda. Continua

israel

Jesus virá a "segunda" e única vez DEPOIS DA GRANDE TRIBULAÇÃO. Pregar pré e mid/meso tribulação é anular versículo bíblico, e colocar em risco a salvação. Veja logo abaixo a condenação para quem muda a profecia do livro de apocalipse. Lembre que os pré-tribulacionistas pregam uma vinda de Jesus ao toque da quarta trombeta, mas em apocalipse diz que será ao toque da última trombeta. Os pré, mid tribulacionistas pregam vinda invisível, enquanto a bíblia fala que Jesus virá VISÍVEL, pregam que ha

Jaime e Júlio

Por crer na teoria do arrebatamento "ANTES DA "MEIA NOITE" (a Gr. tribulação), que as cinco virgens néscias, se corromperam, pois não obteram antes, A RESERVA DO AZEITE, o conhecimento profético daqueles dias de grandes provações (Deut. 13:3 - Pv. 29:18). A passo que as cinco virgens prudentes, de posse da "RESERVA DO AZEITE EM SUAS VASILHAS", foram noite a dentro ao encontro do esposo. “Mas as prudentes levaram azeite EM SUAS VASILHAS (reserva), com suas lâmpadas” Mat. 25:4.

Andre Silva de Paiva

Ola queridos Irmãos! A paz do senhor a todos Concordo com (Walington Dias Silva) a igreja com certeza, passará pela tribulação, pois como ele disse, a igreja será testemunha do ANTICRISTO. Muitos pastores ainda que pregam a verdade eles estão com a enfase de que, se falarem a verdade poucas pessoas irá frequentar a igreja, pois quem quer passar pelo dia do senhor, por isso eu tenho a certeza de que todos né passaremos pela (GRANDE TRIBULAÇÃO). essa questão de PRÈ nao existe. A PAZ PRA TODOS.

Sérgio

Obrigado pastor Ciro por nos esclarecer o conhecimento de Deus. É bem notório biblicamente falando que Jesus levará a igreja dessa terra antes da grande tribulação período de juízo castigo de Deus sobre o mundo iníquo.

sergio de oliveira

Se não haver um arrebatamento, a igreja ficará em grande tribulação, e por este motivo, Deus quando fez o homem já sabia antecipadamente de tudo que aconteceria com este mundo. Por isso por amar tanto o homem ele providenciou tudo, para que ele fosse salvo da ira futura, o único problema é que o homem não acredita na palavra de Deus, e prefere ficar preso ao seu intelecto, fazendo o que acha melhor para sua vida sem atentar para a palavra de Deus, mas o fim vem, esteja pronto, será muito rápido.

Ciro Sanches Zibordi

Pr. Itaniel, a Bíblia ensina que Jesus arrebatará sua Igreja secretamente antes da Grande Tribulação (1 Ts 4.16,17). A doutrina "pós" ensina que a Igreja passará pela Grande Tribulação. Bem, se o irmão deseja tanto passar por esse período em que Deus derramará juízos sobre a terra, especialmente sobre os adoradores do Anticristo, e crê nisso, quem sou eu para convencer-lhe do contrário? Mas prefiro crer no que diz a Bíblia em Lucas 21.36; Tessalonicenses 1.10; 5.1-9. O Rapto será um livramento!

Pr Itaniel

Jesus ensinou que ele virá no Fim; A doutrina Pré ensina uma Vinda do Senhor que não é o Fim. Pedro ensinou que na Vinda do Senhor os elementos do céu se desfarão (2ª Pe.3:10); a doutrina Pré ensina que será secreta. Paulo ensinou que a igreja tem sim vocação para sofrer por amor a Cristo( Fp.1:29); a doutrina Pré ensina que a noiva esta isenta do sofrimento. Somente os missionários podem sofrer algo semelhante a Grande Tribulação. Enquanto pastor de gabinete fica ensinando a doutrina Pré.

Johnson Aquino

pr Ciro, agradeço pelo link, li e observei que o Senhor faz distinção entre o arrebatamento e a ressurreição dos mártires, "examinemos a sequência cronológica de Apocalipse 19 a 22: a Igreja glorificada no Céu (19.1-10); ...a ressurreição dos mártires da Tribulação (20.4,5);..." pergunto, a Biblia só menciona uma ressurreição??? como houve arrebatamento, se os mortos que foram ressucitados foram os mátires, como explicar a ressurreição que diz em 1Corintios 15:52???

Eduardo Von Bukowski

Explanação clara , concisa e dentro do contexto Bíblico. O meu coração se alegra, quando vejo pessoas assim como o nosso irmão Ciro Sanches Zibordi.

Ciro Sanches Zibordi

Então pergunte, irmã Keli Artur. Ou procure ler obras que tratam do assunto. E que Deus a ilumine! A paz do Senhor.

Keli Artur

Confusa.

Pr. Mark Charles

O Mais Importante é Não Ficar Na Vinda De Jesus! O Mais é Detalhes e Muitos Argumentos Interpretações e Linhas De Pensamentos De Muitos Teológicas. Tenho Certeza Plena Que o Sacrifício De Jesus Na Cruz Do Calvário é Suficiente Para Nos Salvar, Obs. Si Obedecermos,

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Guilherme, o texto citado pelo irmão refere-se à Manifestação do Senhor Jesus em poder e grande glória, a qual, à luz da Bíblia, é completamente diferente do Arrebatamento da Igreja. Mas já entendi seu ponto de vista, do qual discordo, como já demonstrei. Que Deus o abençoe. A paz do Senhor.

Guilherme Xavier de Lima

Mt 24:29-31 E, logo DEPOIS da aflição daqueles dias [GRANDE TRIBULAÇÃO], o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. ENTÃO aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, E verão o Filho do homem [VOLTA DE CRISTO], vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos [IGREJA DE CRISTO] ...

Anderson

Arrebatamento e para o salvos... Creio que terá sinais antes porem para os salvos, por exemplo a palavra nos diz que a ressurreição sera na ultima trombeta, creio que os salvos escutaram desde a primeira, e abrir e piscar de olhos sera o rapto... Mais não impede de termos sinais antes..temos que passar pelo processo de glorificação do corpo antes de sermos arrebatados...

Anderson

Paz do Sr. Para todos, irmãos primeiro temos que respeitar uns aos outros. A Respeito do arrebatamento creio que será para igreja, porém creio que antes terá um grande avivamento, pois as escrituras nos diz que nos os que estamos vivos não precederemos os que dormem, mais também afirma que nos iremos juntos ao encontro do Senhor, então entendo que os que morreram em Cristo serão um sinal para nos os que estivermos vivos. Antes do arrebatamento pela luz da palavra haverá sinais.

Edson Alves

Excelente argumentação Pr. Ciro, Deus continue lhe abençoando, estou ministrando na EBD e o artigo vai me ajudar a ministrar a aula sobre o arrebatamento dentro da doutrina pré-tribulacionista. Forte abraço.

Ciro Sanches Zibordi

Lindemberg Pereira da Silva, grato por seus comentários. Sinceramente, ficou um pouco confusa sua explanação. Por graça de Deus, estudo a Escatologia Bíblica há muitos anos e tenho duas obras publicadas sobre o assunto: "Erros Escatológicos que os Pregadores Devem Evitar" (CPAD, 2012) e a unidade de Escatologia dentro da obra "Teologia Sistemática Pentecostal" (CPAD, 2008). Esta unidade é praticamente um livro de 160 páginas, mais ou menos. Há várias escolas, mas a Bíblia tem a palavra final.

Lindemberg Pereira da Silva

uma vez que coerente com a própria Escrituras.E é exatamente nesse ponto que nasce o debate escatológico.Embora,a presente lição da EBD estude escatologia,ela trata mais desse assunto num aspecto prático do que na própria questão escatológica.Enfim,o principio básico para entender escatologia está exatamente nas palavras do apóstolo Pedro:"nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação" (II Pe 1.20).Acredito numa vinda para a igreja,sem fechar os olhos,as outras interpretações.

Fátima

A paz do Senhor Cleverton,apocalipse não pode ser interpretado da forma que quisermos não,não tem isso não,apocalipse é REVELAÇÃO não tem nada de mistério não,o pastor Ciro pelo que eu já vi de apocalipse fez a interpretação correta

Lindemberg Pereira da Silva

de Deus foram muito importantes para uma compreensão melhor do que chamamos de Escatologia Realizada.Uma nova onda de teólogos norte-americanos que tambem acreditam e defendem o arrebatamento pré-tribulacionista vindos do Seminário Teológico de Dallas,desenvolveram estudos avançados nessa área,entretanto,sob um ponto de vista diferente do qual acreditamos aqui no Brasil,como por exemplo,de que a vinda de Jesus seja precedida de sinais.Acredito que toda interpretação da escritura deva ser aceita

Lindemberg Pereira da Silva

o arrebatamento tambem são usadas para falar da segunda vinda de Cristo em glória ( por ex,parousia usada para arrebatamento em 1Ts 4.15 é tambem usada para a segunda vinda em 1Ts 3.13).Em Mateus 24,Jesus fala apenas de sua 'vinda' no singular,contudo,a leitura do texto dar a deduzir a existência de duas vindas.Escrevendo aos tessalonicenses,foi o apostólo Paulo que introduziu a idéia do rapto da igreja.Embora G E Ladd (Teologia do NT e outros) defende-se o amilenismo,seus estudos sobre o reino

Lindemberg Pereira da Silva

A paz do Senhor,pastor Ciro.Antes de qualquer coisa,gosto muito de seus artigos e sou admirador de seus trabalhos.Espero poder conhecê-lo pessoalmente algum dia.Concordo com as afirmações do irmão acima.Entretanto,a interpretação da profecia bíblica na escatologia,não se prende a um ponto de vista apenas.Mesmo que eu seja pré-tribulacionista,há certa coerência na interpretação dos demais pontos de vista.Hoekema (A Bíblia eo Futuro) analisa que as mesmas palavras usadas no grego para descrever

José Antonio

No início da minha fé, no ano 1985 a doutrina do arrebatamento se ouvia com mais frequência na A.D. hoje pouco se ouve falar da volta de Jesus para arrebatar os fiéis, acredito que por falta de ensinamento existe tanta discordias até mesmo na A.D. Louvo a Deus pela postagem tão precisa para os dias atuais, que Deus continue abençoando seu ministério. A paz do Senhor!

Cleverton

Vejo que muitos nestes comentários caminham somente pela superfície, como estudioso do grego e hebraico bíblico, digo com certeza, que o apocalipse não simples como o pensamos. O que devemos fazer é expor nossas ideias com respeito.

Cleverton Epormucena

Na verdade não existe uma interpretação exata do apocalipse, interpretação do apocalipse não é para salvação pois as bases para a mesma esta contida no mistério do Senhorio de Cristo. Porem concordo com o pastor Ciro sabendo que ele tem a liberdade de interpretar o apocalipse assim como sua mente esta na liberdade de Cristo. O que não pode haver são comentários ofensivos de pessoas que ainda gatinhando alimentam-se de legumes e não de alimento sólido como é o caso de nosso nobre pastor...

Ciro Sanches Zibordi

Caro Felipe Sena, não é por acaso que Escatologia é estudada por último no seminário. Não é uma disciplina para neófitos. Vejo que o irmão não leu o texto e, por isso, recorreu a uma citação isolada. que não diz nada, a não ser que o irmão não tem domínio da Escatologia Bíblica para poder dialogar sobre ela. Peço-lhe, humildemente, que estude o texto acima e, se discordar, procure refutá-lo, à luz da Bíblia. Prove pela Bíblia que os textos citados por este articulista foram mal-interpretados.

Felipe Sena

Data Vênia! Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e TODAS AS TRIBOS DA TERRA se lamentarão, E VERÃO o Filho do homem, VINDO sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ELE ENVIARÁ os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais AJUNTARÃO OS SEUS ESCOLHIDOS desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus. Mateus 24:30,31 Não há nada de secreto nisso, é um evento para todas as tribos da terra. VERÃO ELE VINDO E SE LAMENTARÃO C

Circ Sanches Zibordi

Caro João Alves Rosa, tive vontade de examinar seu sofrível comentário palavra por palavra, a fim de ajudá-lo. Começaria lhe dizendo que um servo de Deus não diz "NOSSA", e sim "NOSSO". Eu lhe diria também que chamar alguém que não lhe é próximo de "VEIO" é deselegante. Mas, como o irmão está convencido de que sabe muito e prefere seus estudos aos meus, a ponto de ter dito que não lê mais nada que escrevo — embora tenha lido a "lambança" acima, presumo —, aqui encerro. A paz do Senhor.

JOÃO ALVES ROSA

NOSSA VEIO QUE LAMBANÇA O SENHOR FEZ NESSE SEU COMENTÁRIO HEN! E EU QUE SEMPRE PENSEI QUE O SENHOR SABIA ALGUMA COISA DE BÍBLIA QUANDO NOVO CONVERTIDO. AGORA, EU PREFIRO OS MEUS ESTUDOS MESMO E NÃO LEIO MAIS OS SEUS PORQUE VEJO QUE O SENHOR NÃO SABE PATAFINTA NENHUMA DE BÍBLIA. VAI FAZER CONFUSÃO ASSIM LÁ LONGE. MAS MESMO ASSIM EU O CONSIDERO E DEIXO A PAZ DO SENHOR

Ciro Sanches Zibordi

Caro Guilherme, o irmão não precisa concordar comigo. Mas penso que a Bíblia não deixa dúvida de que o Arrebatamento será exclusivo e SECRETO para a Igreja, assim como o foi a aparição do Senhor Jesus aos seus discípulos após sua ressurreição. Se desejar, examine novamente as passagens bíblicas citadas e considere a analogia bíblica. O texto de Hebreus 9.28, em especial, mostra que Jesus aparecerá "AOS QUE O ESPERAM", distinguindo o Arrebatamento da Igreja da Manifestação em glória (Ap 1.7).

Neiva Franke

Concordo com todas as suas interpretações sobre os versiculos que tratam do assunto. Creio também, como a maioria dos crentes, que este dia está muito proximo, Maranata! Deus abençôe o sr e seu Ministério!

Guilherme Xavier de Lima

"O que o irmão tem a dizer sobre os textos bíblicos mencionados no texto acima, pelos quais fica claro que o Arrebatamento será exclusivo para a Igreja, visto que ela será tirada dentre as pessoas do mundo?" => Resposta: Não entendi bem o por que da pergunta, pois será que alguém defende um arrebatamento para um outro grupo que não seja a igreja? É claro que o arrebatamento é exclusivo para a igreja e que ela será tirada dentre as pessoas do mundo (pena ter limite de palavras para responder).

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Guilherme Xavier de Lima, grato por seu comentário. O que o irmão tem a dizer sobre os textos bíblicos mencionados no texto acima, pelos quais fica claro que o Arrebatamento será exclusivo para a Igreja, visto que ela será tirada dentre as pessoas do mundo?

Guilherme Xavier de Lima

Meu primeiro comentário é a respeito do ARREBATAMENTO - Até onde me consta ainda não vi quem defenda que NÃO EXISTIRÁ o arrebatamento, o que muitos defendem, e eu sou um deles, é de que não haverá rapto SECRETO, o "rapto" (arrebatamento) haverá sim mas SERÁ VISÍVEL e não OCULTO.

Ivan

Caro Pr. Ciro, a Paz de nosso Senhor Jesus Cristo. O que o senhor acha da interpretação de que o termo grego "apostasia" em 2 Tes 2:3, pode significar "partida"? Assim, pode-se interpretar que o Anticristo só se manifestará após a partida da Igreja. É o que afirma o estudioso das profecias bíblicas Thomas Ice. 2 Tessalonicenses 2:3 Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, Maranata!

Max

Nobre Pr. Ciro, Vejo que e um homem de coragem. Por favor gostaria muito de obter seu email. Pois preciso que leia um vertente. Será de muita utilidade na sua e na minha vida. Veja que uma coisa nova acontecer´´a após ler o que enviarei para seu email. Obrigado pela gentileza de enviar seu email. Abraços.

Jefferson Parente Figueiredo

PR.Jefferson Parente Grato á Deus pela tua vida PR.Ciro e que um de meus sonhos se realize;de ter o prazer de ter um curso sobre escatologia com i Senhor. E afinal de contas;creio e defendo a doutrina Pré - Tribulacionista

Ciro Sanches Zibordi

Caro Ailton Aragão, eu não disse "que o sermão escatológico de Cristo não trata do arrebatamento, mas da manifestação em glória". Leia de novo o que escrevi, por favor. Não vejo a Escatologia Bíblica como várias escatologias, e sim como uma única Escatologia. Creio na inspiração plenária das Escrituras. As palavras de Jesus e Paulo, nesse caso, se harmonizam perfeitamente, pois não há antinomia na Palavra de Deus. A paz do Senhor!

Ailton Aragão

Pr. Ciro, não é uma crítica, mas uma dúvida. Conforme registro anterior, o senhor fala que o sermão escatológico de Cristo, não trata do arrebatamento, mas da manifestação em glória. Por que Cristo não mencionou o arrebatamento dentro desse contexto? Quanto à escatologia de Paulo, seria a mesma de Cristo, e, portanto, um único evento? Paz do Senhor. Forte abraço!

Erick Reis Leite

Pastor Ciro, entendo a escatologia da mesma forma que você ensina, aliás, tenho três livros de sua autoria. Eu acho que muitas pessoas fazem confusão com I Ts 4 e II Ts 2. Pois a primeira fala do arrebatamento e a segunda diz respeito à vinda do Senhor com os Santos, cumprindo Ap 1.7 . Abraço.

Sérgio Luís

Pr.Ciro, a paz do Senhor; percebo que sempre que assuntos deste nível são postos à discussão, surgem alguns “eruditos" na matéria, uns com a intenção de trazer alguma informação relevante, outros, porém, em defesa de uma visão particular, querendo, assim, criar “doutrinas". A paz do Senhor. PS. Gostaria que o irmão, tratasse de um ponto polêmico que ouvi sobre a morte de JESUS. Houve festa no inferno, quando Cristo morreu?

Ciro Sanches Zibordi

Caro Jeremias Arêas, não tenho a pretensão de convencê-lo a mudar de posição. Mas a Bíblia é muitíssimo clara quanto ao fato de que a Igreja não passará pela Grande Tribulação. Estude com calma Apocalipse 4 e 5. Veja que a Igreja já estará no Céu antes da abertura do primeiro selo de juízo (Ap 6). O texto de 2 Tessalonicenses 2 é bastante abrangente e precisa ser estudado com cuidado. Quanto ao termo “parousia”, de acordo com o contexto pode designar "Arrebatamento", "Manifestação" ou ambos.

Jeremias Arêas

Pr. Ciro, estudei na FAETAD, mas nunca aceitei a idéia de um arrebatamento pré-tribulacional. Aprendi que I Tess. fala sobre o arrebatamento da Igreja, e que II Tess. fala sobre a 2ª Vinda de Cristo para o mundo. Porem é nítido que II Tess. fala da NOSSA REUNIÃO COM CRISTO, e dizer que são assuntos diferentes, me parece uma idéia bem duvidosa. E a “parousia” não acontecerá antes da APOSTASIA ou do ANTICRISTO. Assim, continuo pós-tribulacionista. Abraço.

Ciro Sanches Zibordi

Cristiano, em Mateus 24.3 os discípulos fizeram a Jesus uma pergunta tripartida. E a resposta do Senhor foi igualmente tripartida, mas não necessariamente em ordem cronológica. Por isso, é preciso estudar com muito cuidado Mateus 24. Modéstia à parte, em meu livro ERROS ESCATOLÓGICOS QUE OS PREGADORES DEVEM EVITAR (CPAD, 2012) abordo esse assunto de modo detalhado. Mateus 24.30,31 não se refere ao Arrebatamento, e sim à Manifestação do Senhor em poder e glória. Tome mais tempo com o assunto.

Cristiano

Paz do Senhor Pr Ciro, muito bom esse artigo, ja ouvi os que não acreditam no arrebatamento dizerem que é uma grande mentira dizer que Jesus vira de uma forma secreta, mas todo o olho verá, como explicar mateus capituo 24, versiculos 30 e31. Abraço

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Josué, aprecio a Teologia Histórica, a qual é para mim uma fonte secundária de autoridade. A fonte primária, precípua, autoritativa e primacial de autoridade é a própria Bíblia. E ela, conforme explanei aqui, sucintamente (mas também de modo mais detalhado em meus livros), assevera que "seremos arrebatados". Se Darby só descobriu a doutrina do Arrebatamento da Igreja há pouco tempo, ele está de parabéns, pois a Bíblia, a Palavra de Deus, já a apresenta desde o primeiro século.

Josué

Paz...Até aonde sei pastor Ciro, o arrebatamento secreto era desconhecido até 1800, quando Darby a originou após ouvir uma profecia de Margareth McDonald's de que Cristo arrebataria um grupo seleto de crentes. Antes disso era unanimidade que Cristo viria após a tribulação e de forma visível. Ademais, essa idéia se popularizou pela Bíblia Scofield e os filmes "deixados para trás". O NT não diz que Jesus virá em duas fases (Darby usou fase em lugar de vinda pois não achou duas vindas na Bíblia).

Pr. Fernando Herculano Paes

Louvamos a Deus pela sua vida que tens se colocado na presença de DEUS sempre trazendo conhecimento que tens nos contribuído para acrescentar em nossas aulas na EBD.Que o Senhor continue abecoando sua vida . ADBlem Taubaté.

Pr. Fernando Herculano Paes

Louvamos a Deus pela sua vida que tens se colocado na presença de DEUS sempre trazendo conhecimento que tens nos contribuído para acrescentar em nossas aulas na EBD.Que o Senhor continue abecoando sua vida . ADBlem Taubaté.

Geovane Leite

Ótimo artigo, recomendo a leitura da obra "Erros escatológicos que os pregadores devem evitar", CPAD.. É importante ressaltar que, embora existam várias escolas escatológicas, o que é consensual entre as linhas interpretativas é que JESUS CRISTO VOLTARÁ, e essa esperança deve arder em nossos corações. Marata! #CreioNaSuficiênciaDasEscrituras

Ciro Sanches Zibordi

Irmão Walington, minha explanação foi, antes de tudo, bíblica. Mas o irmão disse bem: “a Bíblia não se contradiz”. E observe: a sequência cronológica mostrada no texto ESTÁ NA BÍBLIA! E ela não ignora 2 Tessalonicenses 2. Penso que o irmão precisa estudar melhor essa passagem à luz da analogia geral da Bíblia. Modéstia à parte, em minha obra ERROS ESCATOLÓGICOS QUE OS PREGADORES DEVEM EVITAR (CPAD, 2012) abordo esse assunto com clareza. #FicaADica. A paz do Senhor!

Filipe Campos Jr

O Senhor, continua a ser um exemplo de professor e apologista...Deus abençoe sua vida que rido pastor. Luanda Angola

Walington Dias Silva

Muito boa dissertação da doutrina premilenista do rapto, porém lembremos que a Bíblia não se contradiz, e da forma cronológica mostrada aí ignorou o texto de 2ª aos Tessalonicenses 2, onde o anticristo se manifesta e a tribulação já está em andamento, e Jesus vem e o destrói com o sopro de Sua boca, isso mostra que a igreja passará por tribulações e será testemunha do anticristo, e só os remanescentes serão aprovados pelo fogo, pois se Jesus não abreviasse o tempo carne nenhuma se salvaria.

Pr. Arão Maia

Correto o artigo,gostem ou não os que ficam criando novidades com interpretaçoes egoístas para satisfazer a própria vaidade de sugerir algo diferente ;é isto que está na bíblia. A paz do Senhor Jesus igreja.

CESAR BATISTA

Eu creio e na minha Denominação Nazareno cremos no PRE TRIBULACIONISMO. ou seja, a Igreja do Senhor JESUS, sera arrebatada ANTES da grande tribulação,

Deixe seu comentário







Perfil

Ciro Sanches Zibordi é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

COLUNISTAS