Colunistas

Ciro Sanches Zibordi

Ciro Sanches Zibordi

Uma grande orquestração contra a fé evangélica

Dom, 21/06/2015 por Ciro Sanches Zibordi

Você já notou que, embora o EI (Estado Islâmico) — também conhecido como ISIS (Islamic State in Iraq and Syria) — esteja matando cruelmente milhares cristãos no mundo, a grande mídia evita afirmar que “terroristas muçulmanos estão matando cristãos no Iraque e na Síria”? Já observou que ela faz questão de demonstrar que respeita a fé islâmica e que não quer fazer generalizações que possam alimentar uma espécie de islamofobia? A mesma grande mídia que “pisa em ovos” ao falar dos terroristas islâmicos, também tem o maior cuidado ao dar notícias negativas ligadas a outras religiões. Ela só abandona essa conduta politicamente correta quando o assunto diz respeito, direta ou indiretamente, aos evangélicos.

Na TV, no rádio e na Internet, têm sido frequentes as notícias de que as religiões afro-brasileiras são vítimas de preconceito, discriminação e ódio por parte de pastores fanáticos e fundamentalistas evangélicos. Aliás, não faz muito tempo, jornais cariocas noticiaram com destaque que “traficantes evangélicos impedem mães e pais de santo de realizar seus cultos e as expulsam dos nos morros”. Não houve nenhuma preocupação em associar a fé evangélica a um dos piores males que existe no Brasil: o tráfico de drogas! Isso não é uma espécie de evangelicofobia?

É evidente que os evangélicos não são perfeitos. Há enganadores no evangelicalismo, como os tele-apóstolos e telebispos da Teologia da Prosperidade, que não pregam o autêntico Evangelho e são, por isso, criticados pelos evangélicos que se prezam, especialmente os apologistas. A despeito disso, não tenho dúvida de que está em curso no Brasil uma grande orquestração — a qual, sem nenhum exagero, assemelha-se à usada pelos nazistas —, a fim de fazer com que a maioria das pessoas tenha ódio figadal dos seguidores de Jesus Cristo. E tal orquestração não se manifesta apenas por meio da difusão de notícias duvidosas e sensacionalistas, mediante acusações sem provas e insinuações maldosas. Há também peças de humor e novelas que zombam de Jesus Cristo, da Bíblia e sempre retratam o evangélico como um completo ignorante, estúpido, retrógrado, arrogante, desonesto e intolerante.

A orquestração em apreço também conta com o apoio de políticos, igrejas e grupos pretensamente evangélicos — liderados por “pastores” e “bispos” — que, em nome da tolerância e do amor, supostamente, realizam eventos ecumênicos e de “liberação de perdão”. Geralmente com a presença da imprensa, eles reconhecem que os evangélicos são mesmo intolerantes, preconceituosos e cheios de ódio. E chegam ao ponto de lavar os pés de gays, representantes de religiões e ateus, como que dizendo: “Os evangélicos são mesmo tudo isso que a grande mídia está noticiando”.

Não tenho dúvida de que há no Brasil uma grande orquestração evangelicofóbica, uma estratégia para promover uma perseguição generalizada às igrejas evangélicas, induzindo a opinião pública a estar cada vez mais convicta de que evangélico não presta. O objetivo é impedir que os pastores e pregadores tenham liberdade para pregar o Evangelho. Estejamos atentos! Oremos! Mas também protestemos como cidadãos contra essa orquestração evangelicofóbica, que traz no seu bojo a mesma estratégia adota por Hitler contra os judeus. Lembremo-nos de que o apóstolo Paulo — que era um homem espiritual e temente a Deus — por quatro vezes, pelo menos, exigiu ser tratado conforme a lei, haja vista ser ele um cidadão romano (At 16.37-40; 22.25; 23.3; 25.11).

Ciro Sanches Zibordi

13 comentários

Gabriel Ramos Tavares de Pinho

Amado pr Ciro Zibordi,o Bispo Edir Macedo é dono de uma rede de TV,ele dará uma resposta a altura a esses críticos e perseguidores da fé evangélica,ele por ser evangélico,sempre estará do nosso lado!É nosso irmão,deveremos recorrer a ele,e unirmos todos os evangélicos,nesse momento tão difícil de perseguição,deixar de lado nossas divergências doutrinárias,e nos unirmos em amor,todos os irmãos,que é o que o nosso Senhor Jesus Cristo deseja de nós,Jesus sempre quis de nós que fossemos unidos!

Gabriel Ramos Tavares de Pinho

O senhor acredita que o Bispo Macedo por sua influência,e sua fortuna,ser inclusive dono de um partido político e de uma grande emissora de TV,poderá nos proteger da Globo,e de outros setores midiáticos que são anti cristãos?Inclusive ele tem o apoio do governo federal,enquanto setores da AD,dizem que o governo é marxista,que não gosta de cristãos,o Bispo está lá junto com o governo,seu sobrinho Crivella,foi ministro da Pesca,e quem ganha com isso é ele,não acusaram a Universal mais de nada.

Gabriel Ramos Tavares de Pinho

Querido Pr.Ciro,fique tranquilo,nós temos um irmão,o Bispo Edir Macedo,que é dono de um grande canal de TV,a Rede Record é evangélica,ele poderá nos defender!

Ana Lúcia da Matta Louback de Almeida

Pastor Ciro, Como é alentador encontrar pessoas lúcidas, ousadas, corajosas no meio evangélico! Ainda mais quando são capazes de fazer um diagnóstico correto da realidade, não somente no campo doutrinário, mas, igualmente, no âmbito político. Confesso que pude perceber essa orquestração nas mensagens condenatórias desses supostos pastores. E, graças a Deus, com sua postura firme, acredito na possibilidade de influenciar outros servos de Deus para assumirem uma posição mais contundente.

Japão

minha maior preocupação não é somente a perseguição, mas a pouca qualidade da fé dos evangélicos de hoj. Pessoas descompromissados, raquíticas, sem firmeza no caminho. Pseudo pastores que abdicam da verdade, fornecendo ao povo um alimento (colocintidas) contaminado. E por se multiplicar a iniquidade O amor de muitos esfriará. Mas que permanecer fiel até o fim, herdará a vida eterna.

jose claudio

É a primeira ver que acesso este site e o tyexto acima reflete plenamente o momento atual onde a mídia condena os evangelicos por qualquer violência há gays, ateus e macumbeiros e etc. O caso da menina no Rio de janeiro é um bom exemplo. Caberia a polícia apurar antes de jornalista como Boechart e Xico Vargas ACUSAR O POVO PENTENCOSTAL.

João Batista Alves da Silva

Pastor Ciro, o texto mesmo sendo curto, reflete o que atualmente está acontecendo no Brasil. Lembremo-nos o que a Bíblia nos diz para olhar, orar e vigiar. Precisamos estar atentos ao que está acontecendo. Existe sim, um movimento para denegrir a imagem dos evangélicos. Pastores como o Senhor e outros que tem coragem de publicar alertas como esses estão de parabéns. Peço aos irmãos com seus comentários paz e amor que "não vos conformei com este mundo mas transformai-vos..."

Joel Bispo Siqueira

A perseguição aos evangélicos é histórica, porém, hoje temos o privilégio de ter representantes em todas as esferas do poder público. O que está em evidência é a agressão que uma religiosa de apenas 11 anos sofreu, mudar o foco agora é perigoso. Perdoe-me pastor, achei sua publicação inoportuna, vitimista e imprudente. No comentário da Débora percebo um misto de vitimismo e arrogância exacerbada, um comportamento nocivo e pernicioso que, sem perceber, o senhor está nutrindo. Paz.

Sérgio Luís

PR Ciro. A paz do Senhor. Aproveitando o seu texto, adicionaria também, Ester 4.14

Maria

Oque fico mais assustada que não sabem quem foi, e ja´colocam na conta dos evangélicos,e mesmo se essa pessoa dizer que é evangélico, ela não tem nada de evangélicos, eu sou evangélica a muito tempo e jamais na minha igreja e alguma igrejas que visitei, vi incentivar o ódio, cada um com sua fé, aprendo na bíblia nem por força e nem por violência, tolerar uns aos outros, é isso que aprendo, agora por causa de uns malucos fazem isso, aí vem a mídia que nos odeia generalizar!!

DEBORA

Concordo.E o mais impresionante e que parte dessa midia e ate cantores de outras religioes inclusive a catolica roubaram nosas musicas e ganharam muito dinheirocom elas. A midia nativa naoexplora isso.Se nos somos ignorantes arrogantes ultrapassados, entao pq copiar agente. Talvez e pq agora nao podem jogar nos nas fogueiras, nao e mesmo?

Pastor Paulo

Parabens Pr Cido pela posicao tomada precisamos de homens de Deus com coragem para falar o que é preciso... A igreja precisa se despertar. Jesus esta voltando

JOHNNY BANDERAS

Parabéns pastor Ciro, precisamos de homens de Deus ousados, mas com a cabeça no lugar, que lute em defesa da nossa fé, não podemos ficar como meros espectadores vendo as coisas acontecerem e ficarmos de braços cruzados, a igreja no tempo dos romanos morreram combatendo o bom combate, a igreja de hoje vive num estágio de letargia anestésica, não se posiciona.

Deixe seu comentário







Perfil

Ciro Sanches Zibordi é pastor, escritor, membro da Casa de Letras Emílio Conde e da Academia Evangélica de Letras do Brasil. Autor do best-seller “Erros que os pregadores devem evitar” e das obras “Mais erros que os pregadores devem evitar”, “Erros que os adoradores devem evitar”, “Evangelhos que Paulo jamais pregaria”, “Adolescentes S/A” e “Perguntas intrigantes que os jovens costumam fazer”, todos títulos da CPAD. É ainda co-autor da obra “Teologia Sistemática Pentecostal”, também da CPAD.

COLUNISTAS