Colunistas

Pr. Antonio Gilberto

Pr. Antonio Gilberto

A Doutrina da Salvação (Primeira Parte)

Qui, 14/02/2013 por Antonio Gilberto

 

Salvação é palavra de profundo significado e de infinito alcance. Muitos têm uma concepção muito pobre da inefável salvação consumada por Jesus, o que às vezes reflete uma vida espiritual descuidada e negligente, onde falta aquele amor ardente e total por Jesus, e a busca constante de sua comunhão.

Em Efésios 6, quando o apóstolo discorre sobre a armadura de combate do soldado cristão, fala do capacete da salvacão (v17). O capacete cobria totalmente a cabeça, protegendo-a. Isso fala da plenitude do conhecimento e da experiência da salvação.

Salvação não significa apenas livramento da condenação do Inferno. Ela abarca todos os atos e processos redentores e transformadores da parte de Deus para com o homem e o mundo através de Jesus, o Redentor, nesta vida e na outra.

Salvação é o resultado da redenção efetuada por Jesus. Redenção foi o meio que Deus proveu para livrar o homem de seus pecados. Salvação é o usufruto desse livramento. No sentido comum e limitado, Salvação significa a obra que Deus realiza instantaneamente no pecador que a Ele se entrega, perdoando-o e regenerando-o. Porém, a Salvação tem sentido e alcance muito mais vasto. Assim considerada, significa o pleno livramento da presença do pecado e suas conseqüências, o que somente ocorrerá na glória celestial. Nesse sentido, a Salvação alcança também outras esferas além da humana (Cl 1.20).

A Salvação foi planejada por Deus Pai (Ap 13.8 e 1Pd 1.18-20). Deus Filho consumou-a (Jo 19.30 e Hb 5.9). O Espírito Santo aplica-a ao pecador (Jo 3.5; Tt 3.5 e Rm 8.2). Tudo por graça (Ef 2.8).

Milhares de filhos de Deus são hoje salvos por Jesus, mas ainda não examinaram detalhadamente a sublimidade desta Salvação em seus dois sentidos: objetivo e subjetivo. A Salvação que Jesus efetuou no Calvário é tão rica, profunda e grandiosa que somente na outra vida é que começaremos a entender de fato o seu infinito alcance. Quando as eras futuras começarem o seu curso na glória celestial, começaremos a compreender as riquezas infinitas desta Salvação em Jesus Cristo (Ef 2.7; 3.8).

Vejamos a Salvação em si, do ponto de vista objetivo, considerando Deus como doador e o homem como o recipiendário. Nesse sentido, ela tem três aspectos, todos simultâneos: justificação, regeneração e santificação. Uma pessoa verdadeiramente justificada é também regenerada e santificada.

No próximo artigo, falaremos sobre a justificação e a regeneração.

14 comentários

francimar

que deus continue ousando vocês pra cenpre admiro muito suas mensagem.

Valdério José Barbosa

A paz do Senhor Jesus Pr. Antonio Gilberto,a quem tenho uma grande admiração, tive o privilegio de participar do CAPED, no Setor 19 em Guarulhos,Igreja Liderada pelo Pr. José Wellington Junior,esse curso foi e tem sido uma grande benção na minha vida,sempre estou lendo o Livro Manual da Escola Dominical de sua Autoria,e cada vez que faço a leitura deste livro aprendo cada vez mais,quero Louvar a Deus pela mensagem de Salvação,por este verdadeiro estudo da palavra de Deus a respeito da S

GABRIEL SILVA

COMO NÓS PASSAMOS A VER EM QUESTÃÕ DA SALVAÇÃO,E QUER MUITOS ESTÃO SER ENGANADO ,MAS DEUS TM MUITO AMOR POR ESSAS VIDAS

Antonio Pereira de Olivei

Realmente a Salvação é um presente de Deus, e quem desfruta dela, tem uma paz como disse Jesus que ele nos oforece não como o mundo dá, e ratificou o apostulo Paulo escrevendo aos santos da cidade de Filipos. Fp 4. 7 A Paz de Deus que excede todo o entendimento guardará os vossos corações e os vossos sentimento em Cristo Jesus.

sidnei passos piaui

a gracas de deus continua fluindo nesse homen de deus.para ensinas as verdades biblicas nesse tempo de crise espiritual.a paz

GILBERTO PEREIRA MARCOLIN

muito bom .deus te abençoe pastor

Adoni

Glórias a Deus pela nossa salvação e por sua vida pastor, que Ele te capacite cada dia mais a nos trazer esses textos verdadeiramente inspirados.

josue estelita de sousa

E muito feliz quem ouvir esta palavra

josue estelita de sousa

esta em falta esses ensinamentos para os jovens nas Igrejas, porque temos muitas coisas que realmente só fazer eles ficar?

Dyonnes Lopes Coelho de A

Pastor, a Paz do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo ! Estou sempre em busca do crescimento no conhecimento e na graça do nosso Deus...Participei de uma reunião de Obreiros no Domingo passado e todos nós fomos informado da sua presença na cidade de Dianópolis -TO, Foram feito vários elógios quanto a sua pessoa e isso me dispertou um interesse muito grande em conhecer sua publicações, além de poder me aprofundar no conhecimento da escrituras Sagradas ...Gostaria muito de tê-lo como

JOÃO BATISTA DA COSTA

Gostei da doutrina da salvação, mas por outro lado fico triste, porque muitos na AD não tem esse conhecimento;então eu gostaria de me oferecer para levar essa doutrina da salvação sendo,que uma vez justificado por Deus através de Jesus que é o nosso advogado,porque sem um advogado não se faz justiça;ou seja o homem transgrediu a lei,porque o pecado diz:1°João capitulo 3 v 4 é a transgressão da lei;permanecemos nele para não voltarmos ao pecado. A paz do senhor JESUS CRISTO.

Jean Patrik

Paz do Senhor pastor Antonio Gilberto! Gostaria de saber se posso publicar seus artigos sobre a doutrina da salvação no site http://www.arminianos.com/ Um grande abraço!

Daniel Oliveira

Que o Senhor continue sendo glorificado na vida do Pr. Antonio Gilberto.

Valmir Silva Reis

Deus abençoe o senhor, Pastor Antonio Gilberto, continue instruindo essa nova geração de obreiros como eu, pois os dias são dificeis.

Deixe seu comentário







Perfil

Antonio Gilberto é consultor doutrinário da CPAD, membro da Casa de Letras Emílio Conde, mestre em Teologia, graduado em Psicologia, Pedagogia e Letras, membro da diretoria da Global University nos Estados Unidos e autor dos livros “Mensagens, Estudos e Explanações em 1 Coríntios”, “O Calendário da Profecia”, “O Fruto do Espírito”, “A Bíblia: o livro, a mensagem e a história”, “A Prática do Evangelismo Pessoal”, “Verdades Pentecostais”, “A Bíblia através de séculos”, “Crescimento em Cristo” e “Manual de Escola Dominical”, todos títulos da CPAD, sendo este último o seu maior best-seller, com mais de 200 mil exemplares vendidos.

COLUNISTAS

ARQUIVO