Colunistas

Pr. Antonio Gilberto

Pr. Antonio Gilberto

Ética Cristã no culto (parte I)

Seg, 29/10/2012 por Antonio Gilberto

 

Há dois célebres textos que falam da ética cristã no culto: “Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; e inclina-te mais a ouvir do que a oferecer sacrifícios de tolos”, Ec 5.1; “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”, Jo 4.24.

Ética é a ciência que nos ensina sobre o que somos obrigados a fazer, o que somos permitidos fazer e o que somos proibidos de fazer. Em suma, é a ciência que trata dos nossos deveres para com Deus, para com o próximo e para conosco mesmos. Apliquemos esses princípios no campo espiritual relacionado com o culto divino realizado no templo, ou seja onde for, e teremos um culto cristão de qualidade.
 
A adoração a Deus e o zelo
 
Toda adoração a Deus requer de nós um preço a pagar. Adoração sem preço, sem renúncia, não é verdadeira adoração. Veja o exemplo de Davi: "Porém o rei disse a Araúna: Não, porém por certo preço to comprarei, porque não oferecerei ao Senhor, meu Deus, holocaustos que me não custem nada. Assim, Davi comprou a eira e os bois por cinqüenta siclos de prata", 2Sm 24.24.

Sempre existiram dois tipos de adoradores: os bons e os maus. Há muitos exemplos na Bíblia: Abel e Caim (Gn 4); Maria de Betânia e Judas Iscariotes (Jo 12); Abraão e Ló (Gn 18).

O assunto que passo a abordar relaciona-se ao melhoramento do culto divino, isto é, sua ordem, decência, reverência e espiritualidade, principalmente no templo. Todos os salvos têm uma parcela de responsabilidade na obra de Deus, e isso inclui a cooperação para a boa ordem no culto. Há necessidade de que cada um de nós sinta dores de coração, angústia e preocupação pelo estado de coisas por que passa o culto ao Senhor em nossas Casas de Oração atualmente. O que ocorre com este autor deve ocorrer com você também, que ama a Casa e a causa do Senhor. Que em nós se cumpra o que está escrito em João 2.17: “O zelo da tua casa me devorará”. Isto é, me consumirá.

No próximo artigo, daremos continuidade a este importante assunto, falando sobre o recinto, o som, a música e os cantos no templo.

24 comentários

RAIMUNDO MACIEL

Só peço que Deus continue abençoando essa coluna da sua Igreja: Pastor Antônio Gilberto

De: Paulo flauzino

Olá Pastor Antonio Gilberto, paz do Senhor. Que o Deus Eterno continua por muito tempo concedendo ao senhor a graça e a sabedoria, para nos trazer belos estudo da palavra de Deus. Seus estudos tem edificado muitas vidas exclusive a minha . Que Deus continue abençoando a sua vidas. ABS.

C. Clóvis B.S.

Bem-aventurado sera , todas os que lavaram ,as suas vestes no sangue do cordeiro, então assim dirão que são verdadeiros adoradores de Deus em espirito e em vedade

ROSILENE DE JESUS

gostei muito do artigo sobre ética cristã.As revistas da escola dominical deveriam trazer temas atuais e assim serem ensinados aos frequentadores da ebd,para que estes venham vive-los no dia-a-dia e saberem como se portar dentro e fora dos templos.

MARIO DE ASSIS RODRIGUES

QUE A PAZ DE NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO ESTEJA CONVOSCO ,DEUS NOS FEZ SERES PENSANTES E CAPAZES SERA QUE RECEBERIAMOS ALGO QUE TIVESSE EM DESACORDO COM PRINCIPIOS ETICOS PENSEM NISSO.................

epaminondas silva

Não consigo entender oque estao lendo tantos presbiteros nas igrejas pois nao ensinam mais .nos coltos hoje a ordem epra marchá ,pular empurrar sa pessoas para que caiam esperneiem e muito mais.como sentir-se feliz num culto destes?

erley gonçalves

ouve-se falar em igreja primitiva mas,estamos totalmente distante desse exemplo de igreja.Jesus está voltando e nao se pode dar jeitinho para entrar no ceú.La só vai entrar os verdadeiros ADORADORES,amem?

Douglas Cunha

Olá querido pastor, esse tema muito me angustia. Sou músico na igreja em que reuno e tenho percebido que a liturgia do culto, bem como o comportamento dos membros, tem sido contaminada com práticas que não são admissíveis no culto. Isso me frustra e me causa muita decepção. Não se ouvem mais os ensinos, não se dá importância ao que a palavra diz, para favorecer uma (des)"necessária" animação ou criação de uma atratividado para o culto. Entre outras coisas... Pensei que só eu ch

André Ferreira Santos

Abençoado estudo este da lavra do Pr. Antônio Gilberto, que Deus continue com sua graça e unção usando sua vida na ministração de ensinos sumamente edificantes tais como este sobre a ética cristã, louvado seja o nome do senhor; por me ensinar através da vida do Pr. Gilberto.

Rosa Maria Domingues

A Paz do Senhor! Deus abençoe a todos ! Sou nova convertida(4 anos), mas vejo que a falta de reverência em nossos templos está cada dia maior.Meus pais sempre contam aos mais novos como eram os cultos de alguns anos atrás!! E creio, eram bem diferentes... Que este tema tão importante sirva de reflexão e alerta para que nós venhamos a vigiar mais e orar mais a Deus pedindo a Ele a direção certa para o caminhar da igreja.

cidicley

Despertador, ao mesmo tempo é um grito ACORDAI-VOS

Robson

A páz do senhor .irmãos preciso do email do Pr: Antonio Gilberto será que voces poderiam me enviar obrigado.

HERIVELTON MARCULINO

É de grande relevância tal assunto para os dias hodiernos. Aqui em PE tem acontecido muitas desordens, felizmente nosso pastor Ailton Jose Alves tem tido sabedoria para zelar pelas suas ovelhas.

floro

a paz do senhor pr Antonio gilberto ,estamos ansiosos por ouvir mais sobre esse importante assunto.

rosangelo marcos felix

professor o artigo é muito importante nesse momento de tanta desordem em que vive a igreja.

Andyara

Excelente!

Valdecir Oliveira

Muito útil, bom e esclarecedor. Obrigado!!

Sanderson Ferreira

A Paz do Senhor! Está faltando ética em algumas pessoas dentro da casa de Deus, as vezes penso que algumas pessoas se esquecem que Ele está presente e se comportam irreverentemente. Parabéns pela a abordagem do assunto Pr. Gilberto, pois até quando Deus vai ficar procurando os verdadeiros adoradores?. Continuem com Deus, um abraço.

paulo

boni

Marcos

otimo esse tema, espero pelos demais artigos desse tema, que Deus continue te abençoando meu pastor, ainda existe homens que temem a Deus.

Aniro Montenegro

Muito boa esta introdução a este assunto tão sério.Que Deus abençõe

Luiz Paulo de Oliveira Le

aprendi muito com este estudo..... Deus abençoe a sua vida cada vez mais.

Antônio José

Em uma época como a que estamos vivendo, em que a adoração autentica está sendo substituída por movimentos meramente humanos, dou glória a Deus pelo fato de Deus ter inspirado o pastor Antônio Gilberto para falar sobre este assunto que é de suma importância para a igreja do Senhor Jesus.

Grasiano Paladini

A paz do Senhor Jesus, Deus abençoe Pr. Antonio por essa iniciativa muito presçisa. Sua preocupação é louvavel e se faz necessario ensinar um verdadeiro perfil de adorador.

Deixe seu comentário







Perfil

Antonio Gilberto é consultor doutrinário da CPAD, membro da Casa de Letras Emílio Conde, mestre em Teologia, graduado em Psicologia, Pedagogia e Letras, membro da diretoria da Global University nos Estados Unidos e autor dos livros “Mensagens, Estudos e Explanações em 1 Coríntios”, “O Calendário da Profecia”, “O Fruto do Espírito”, “A Bíblia: o livro, a mensagem e a história”, “A Prática do Evangelismo Pessoal”, “Verdades Pentecostais”, “A Bíblia através de séculos”, “Crescimento em Cristo” e “Manual de Escola Dominical”, todos títulos da CPAD, sendo este último o seu maior best-seller, com mais de 200 mil exemplares vendidos.

COLUNISTAS

ARQUIVO