Colunistas

Pr. Antonio Gilberto

Pr. Antonio Gilberto

O ensino bíblico sobre a profecia (Parte 5)

Seg, 22/10/2012 por Antonio Gilberto

 

O apóstolo Paulo apresenta três grandes conselhos para o exercício dos dons espirituais:

1) “Não sejais meninos”, 1Co 14.20. Isso tem a ver com o crescimento espiritual, com maturidade espiritual (Hb 5.12-14; Cl 1.28b; Ef 4.15; 1Co 13.11; 3.1-2 e 1Jo 2.12-13).

2) “Faça-se tudo para edificação”, 1Co 14.26. Edificação não é exatamente o mesmo que simples construção. Sobre o assunto, é interessante comparar Mateus 16.18, onde Cristo diz “edificarei”, e 1 Coríntios 3.10, onde se lê “veja cada um como edifica”.

3) “Faça-se tudo decentemente e com ordem”, 1Co 14.30. Vemos a preocupação divina com a decência e a ordem em passagens como Gênesis 1.2-3, Tito 1.5 e 1 Coríntios 11.34.
 
Observações finais
 
Dons não transformam o seu portador em um supercrente, supersanto ou supersábio. Os dons espirituais são regulados pela Palavra de Deus (1Co 12-14; 1Pd 4.10-11 e Is 8.20).

Os dons devem operar em conjunto na igreja local, pois eles são completivos entre si. Não há um só dom completo em si mesmo.

Ter dons espirituais e exercê-los sem o portador manifestar o fruto do Espírito em sua vida é uma anomalia, uma contradição. É algo antibíblico (Gl 5.22-23 e 1Co 13.1-8).

O dom é concedido, e vem do Alto; o fruto é produzido dentro de nós, do nosso caráter cristão.

Na próxima semana, começaremos a falar sobre a Ética no Culto.

4 comentários

wesley

Es um excelente expositor da biblia sagrada

kayonara

Pastor Antonio Gilberto tu és um exemplo para os santos. Na sua vida se cumpre o que o salmista falou; "o justo florescerá como a palmeira" Que Deus continue te abençoando e te prolongue os dias, para que possas cada dia mais abençoar vidas com a palavra de edificação que sai da tua boca. amém.

Alex Sandro Luis de Sousa

Esboço maravilhoso. Isso basta para entendermos que não é coerente exercer os dons sem ter em nós também os frutos do Espírito, pois infelizmente tem ocorrido uma grande contradição entre os evangélicos, e nós precisamos conservar pela profecia bíblica e genuína.

pedro jaciel

nosso pastor esboçou muito bem esse comentario sobre as profecias quero aqui trazer uma palavra direçionada ao misticismo da profecia hoje vemos em nosso meio muitas pessoas desacreditadas em profecias porque em nosso tem adentrado lobos crueis que nao respeita a autoridade da profecia se auto idolatrandro fazendo um antropocentrico tirando a soberania eo teocentrismo de dentro da igreja eo verdadeiro baalao enganando por troca de suborno que DEUS nos livre disso e nos de discinimento para jul

Deixe seu comentário







Perfil

Antonio Gilberto é consultor doutrinário da CPAD, membro da Casa de Letras Emílio Conde, mestre em Teologia, graduado em Psicologia, Pedagogia e Letras, membro da diretoria da Global University nos Estados Unidos e autor dos livros “Mensagens, Estudos e Explanações em 1 Coríntios”, “O Calendário da Profecia”, “O Fruto do Espírito”, “A Bíblia: o livro, a mensagem e a história”, “A Prática do Evangelismo Pessoal”, “Verdades Pentecostais”, “A Bíblia através de séculos”, “Crescimento em Cristo” e “Manual de Escola Dominical”, todos títulos da CPAD, sendo este último o seu maior best-seller, com mais de 200 mil exemplares vendidos.

COLUNISTAS

ARQUIVO