Anterior

ANTERIOR

São Paulo consagra vencedor do Crente Bom de Bíblia 2018

17/11/2018

Assembleia de Deus

Com pedidos de perdão e acordo, chega ao fim o conflito envolvendo a AD em Salvador e a CEADEB

Paz foi selada em reuniões realizadas em 28 de junho no Centro de Cultura Cristã da CEADEB e na sede da igreja em Salvador

Redação CPAD News | 03/07/2018 - 15:10
Com pedidos de perdão e acordo, chega ao fim o conflito envolvendo a AD em Salvador e a CEADEB

Após duas reuniões realizadas em Salvador em 28 de junho, quinta-feira passada, chegou ao fim, após oito anos se arrastando na justiça secular, o conflito envolvendo a Assembleia de Deus em Salvador (ADESAL), presidida pelo pastor Israel Alves Ferreira, e a Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia (CEADEB), presidida pelo pastor Valdomiro Pereira da Silva. A paz foi selada com pedidos de perdão de ambas as partes, oração em clima de quebrantamento entre os obreiros e o estabelecimento de um acordo que será apresentado à justiça secular nos próximos dias oficializando perante as autoridades públicas o fim do litígio.

A primeira reunião, realizada entre a Mesa Diretora da CEADEB e a Diretoria da ADESAL, ocorreu na tarde do dia 28 de junho no Centro de Cultura Cristã da CEADEB, em Salvador, e contou com a mediação do pastor Luiz Cezar Mariano (RJ), presidente do Conselho Fiscal da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), que foi enviado a Salvador pelo pastor José Wellington Costa Junior, presidente da CGADB, para representar a entidade na mediação das conversações. A segunda reunião ocorreu no mesmo dia, à noite, na sede da Assembleia de Deus em Salvador, e foi realizada entre a Mesa Diretora da CEADEB e o Conselho Consultivo da ADESAL, sendo também mediada pelo representante da CGADB, pastor Luiz Cezar Mariano.

Ao final das duas reuniões, que foram assistidas por advogados de ambas as partes, foi estabelecido um acordo que selou o fim do conflito. Entre os pontos acordados estão a volta da ADESAL à CEADEB, com todos os seus cerca de 700 ministros; a jubilação do pastor Israel Alves Ferreira por conta do seu tempo como líder da AD em Salvador; a transferência de pastor Israel para a Assembleia de Deus em Ilhéus (BA), igreja a qual ele passará a presidir logo após a sua despedida à frente da AD em Salvador (a despedida e a posse deverão ocorrer ainda neste mês); anistia de toda a dívida da ADESAL junto à CEADEB; durante alguns meses, devolução, em forma de doação, do fundo convencional que a ADESAL tem que prestar mensalmente à CEADEB (o objetivo é ajudar a ADESAL a sanar suas dívidas); e a promessa de que os pastores da ADESAL serão tratados com equidade pelo novo líder da igreja, que será indicado pela CEADEB.

Durante a última reunião, o pastor Valdomiro Pereira, usando a palavra, leu em Salmos 37.3 e pediu perdão ao Conselho Consultivo da ADESAL pelos erros cometidos. Em seguida, o pastor Israel Alves pediu a palavra para pedir perdão ao pastor Valdomiro, pedido que foi prontamente aceito e os dois líderes se abraçaram em um momento marcado por quebrantamento e alegria espiritual entre os obreiros presentes. Na ocasião, o pastor Luiz Cezar Mariano aproveitou para dirigir uma oração a Deus com todos os presentes selando este momento de reconciliação e confraternização.

Nos dias 29 de junho a 1 de julho, foram realizadas no templo-sede da ADESAL a 12ª Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Convenção Fraternal de Ministros das Assembleias de Deus na Bahia (CONFRAMADEB) e a 11ª Escola Bíblica de Obreiros da referida Convenção. Os preletores foram os pastores Josué Brandão (BA), Silas Daniel (RJ), Abiezer Apolinário (BA) e Dário Gomes (BA). No louvor, Lília Paz (RJ) e Gleide Damas (BA), ambas da CPAD Music, dentre outros. Na tarde do dia 1 de julho, durante a AGO, o pastor Israel Alves Ferreira anunciou aos convencionais sua volta à CEADEB e entregou oficialmente a presidência da CONFRAMADEB a seu vice, pastor Josué Brandão, líder da Assembleia de Deus Cristianismo Sem Fronteiras em Feira de Santana (BA).

Na quarta-feira, 4 de julho, haverá uma reunião ministerial na ADESAL e na semana seguinte, em 11 de julho, uma assembleia geral da ADESAL oficializando o acordado junto à igreja. A previsão é entre a semana que vem e a seguinte ocorrer a transferência de liderança na ADESAL, com a posse do novo pastor da referida igreja,bem como a posse do pastor Israel Alves como novo líder da AD em Ilhéus. Mais informações sobre a transição na edição de agosto do jornal Mensageiro da Paz.